Google

Translate my page Google

25 de jan de 2010

Astronauta afirma: Não estamos sozinhos!


Artigo -  Projeto ORBUM

Edgar Dean Mitchell (Hereford, 17 de setembro de 1930) foi um astronauta norte-americano, o sexto homem a pisar na Lua, como piloto do módulo lunar Antares na missão Apollo 14, em 9 de fevereiro de 1971.

Mitchell foi oficial da Marinha dos Estados Unidos, entre 1953 e 1972, e entrou para a NASA em 1966. 

Sua viagem para a Lua, junto com Alan Shepard e Stuart Roosa na Apollo 14, foi seu único vôo espacial. No satélite, ele e Shepard exploraram a região de Fra Mauro, cumprindo o objetivo da missão anterior, a Apollo 13, que não pôde pousar na Lua por causa de um acidente com a nave no espaço. 

De todos os astronautas que pisaram na Lua, Mitchell foi o maior entusiasta de teses sobre fenômenos paranormais e de vida extra-terrestre. 

Ele expressou publicamente sua opinião de que tinha 90% de certeza de que “muitos dos milhares de OVNIS avistados desde a década de 1940 eram de visitantes de outros planetas” e de que estes OVNIS tinham sido “objetos de desinformação pelos governos, de maneira a desviar a atenção dos povos em geral e criar confusão para evitar que a verdade viesse à tona”, escrevendo livros sobre o assunto.

Entrevista de Edgar Mitchell na Kerrang Radio, na Inglaterra, em 23 de julho de 2008, ao radialista Nick Margerrison no programa The Night Before  

Nick Margerrison – Você acredita na existência de vida em outros planetas?

Edgar Mitchell – Sim, não existem dúvidas a respeito disso. Existe vida em todo o universo. Não estamos sozinhos no universo.

Nick Margerrison – Você está convencido de que não estamos sozinhos no universo?

Edgar Mitchell – Sim, com certeza não estamos sozinhos no universo.

Nick Margerrison – Agora fomos capazes de identificar com certeza onde estão os outros planetas habitados?

Edgar Mitchell – Não, porque estes planetas não estão em nosso sistema solar. Porém já identificamos um grande número de planetas onde perfeitamente poderia existir vida. Eu tenho sido muito privilegiado em saber que estamos sendo visitados no nosso planeta e que o fenômeno UFO é real, mas tem sido acobertado pelos nossos governos por muito tempo

Nick Margerrison – Ohhh! Bem, espere um momento, isto é grande… tudo isso é um tremendo choque para mim!

Edgar Mitchell – Bom, sinto muito que você não tenha lido os jornais ultimamente. Tudo isso está começando a se abrir bastante.

Nick Margerrison – Então você está me dizendo que existe muita informação para se trazer a esta entrevista. Espere um minuto, eu tenho ouvido alguns malucos que falam sobre UFOs  e este tipo de coisa. Nunca havia escutado o Dr. Edgar Mitchell, o sexto homem a pisar na Lua, um cientista respeitado que de própria vontade me anuncia que temos sido visitados por extraterrestres de outros planetas e que definitivamente estão ali fora!
Edgar Mitchell – Bom, esta é a primeira vez que você fala comigo, ou já teria lhe contado isso antes.

Nick Margerrison – Então você acredita nisso???

Edgar Mitchell – Existem muitos mais fatos sem sentido a respeito disso do que conhecimento verdadeiro, mas é um fenômeno real e existem poucas pessoas qualificadas. Isso tem sido encoberto pelos nossos governos durante os últimos 60 anos, mas lentamente tem sido filtrado e alguns de nós temos tido o privilégio de ter sido informados de algo. Ocorre que eu cresci em Roswell, onde aconteceu o caso em 1947 e estou muito informado a respeito já que me criei ali. Mas também tenho estado em ambientes militares e de inteligência que conhecem os fatos que não são de conhecimento público e que afirmam que sim, temos sido visitados por alienígenas.

Nick Margerrison – Você fala sérioNão vai me dizer que estava brincando, que não é verdadeMe pergunto se não me deparei com um astronauta bem humorado que daqui a dois minutos vai me dizer que “só estava brincando“?

Edgar Mitchell – Não direi isso…
Nick Margerrison – UauEntão você foi informado do fato de termos sido visitados por alienígenas?

Edgar Mitchell – Bem, informado é só uma palavra… eu estou envolvido em muitos destes trabalhos, não era o meu trabalho principal. Não era o meu interesse principal. Mas eu estava profundamente envolvido em alguns comitês e programas de investigação com cientistas muitos sérios e muita gente muito inteligente que conhecem a história verdadeira, eu não tenho porque ter dúvidas de falar a este respeito.

Nick Margerrison – Qual é a verdadeira história oculta?
Edgar Mitchell – O que estou dizendo é que estamos sendo visitados.

Nick Margerrison – É um contato regularOu foi um contato acidental?
Edgar Mitchell – Bom, não existem muitos contatos que estejam ocorrendo neste momento não posso dizer pois desconheço toda a extensão, nem tão pouco posso dizer todos os detalhes porque não é o meu interesse principal, porém posso dizer que fomos visitados e que o acidente em Roswell em julho de 1947 é real e que um número de outros contatos são reais.

Nick Margerrison – Então porque foi encobertoPorque não foi divulgado?
Edgar Mitchell – A razão para isso vem do tempo em que as principais potências começaram a disputar poder depois da Segunda Guerra Mundial. Nos EUA pelo menos, não posso falar dos governos europeus ou sul americanos, todos eles começaram a abrir recentemente seus arquivos. Isto começou a ser divulgado pela internet, e em alguns jornais internacionais estão começando a divulgar arquivos que se abriram recentemente.

Nick Margerrison – Mas tenho encontrado pessoas dizendo que os governos estão se movimentando para a divulgação destes fatos. Você acredita que isso irá acontecer, que haverá uma verdadeira revelação neste sentido talvez este ano?

Edgar Mitchell – Eu não sei se será este ano nos EUA, mas sem dúvida já sabemos ou temos tido divulgação dos governos da Bélgica, da França, do Brasil e do México, que abriram seus arquivos UFO, admitindo a existência destes arquivos e o que está acontecendo é bastante conhecido, temos sido informados e temos conhecimento disso.

Nick Margerrison – Bem, deixa eu arrumar a minha cabeça… Existem pessoas falando do fato de que a Igreja Católica diz acreditar na vida em outros planetas, e que isso não compromete o catolicismo [dos crentes]

Edgar Mitchell – Suponho, que isso está relacionado com a publicação recente de alguns documentos liberados pelo governo britânico. Não eram os arquivos mais secretos, mas alguns documentos foram abertos.

Nick Margerrison – O que você acha que poderá acontecer nos próximos quatro anos, quando todos os arquivos UFO no Reino Unido forem liberados? Você acredita que o Reino Unido reconhecerá [que o fenômeno UFO é real]?

Edgar Mitchell – Não posso dizer que isso vá acontecer tão rapidamente, mas sem dúvida a consciência pública disso está aumentando e a aceitação do público é cada vez maior. A quantidade de desinformação, acobertamento e de acontecimentos atuais para esconder parecem estar diminuindo. Creio que estamos sendo dirigidos para uma verdadeira abertura por parte de algumas organizações sérias que se movem para esta direção.

Nick Margerrison – Você teve muito tempo para pensar nisso. Qual seria o impacto no mundo quando finalmente se der a notícia de que existem extraterrestres?

Edgar Mitchell – Acredito que neste momento provavelmente muitas pessoas pensarão: “O que há de novos nisso”? Creio que certamente nos EUA mais de 70% da população já aceita isso como se fosse um fato. Se bem que não sabem a história correta, se sabem o que ocorreu ou mesmo se aceitam o fato de que tem ocorrido visitas e tem se visto UFOs no céu a todo instante, assim como os aviões. Agora, nem todas as aeronaves são como aviões, tenho a suspeita de que alguns deles são caseiros, tenho a suspeita que nos últimos 60 anos mais ou menos temos visto alguns que se assemelham em sua engenharia e criação com este tipo de equipamento. Mas alguns não são tão sofisticados como os que são dos nossos “visitantes”.

Nick Margerrison – Portanto, como parte de tudo que sabe e ao tornar isso público, você se preocupa com sua segurança?
Edgar Mitchell – Acho que esses dias já se foram, e que é apenas uma preocupação entre os círculos internos, porém creio que não estão eliminando mais ninguém ou fazendo coisas drásticas.

Nick Margerrison – Você acha que a intenção dos extraterrestres é hostil ou pacífica?
Edgar Mitchell – Não é hostil, é bastante óbvio que se fosse hostil já não estaríamos mais aqui.

Nick Margerrison – Sério???
Edgar Mitchell – Poderia ser… e talvez não estivéssemos mais aqui. Não teríamos defesas se eles tivessem esta intenção.
Nick Margerrison – Como são os extraterrestres?

Edgar Mitchell – Você já viu algumas imagens. As fotos que eu conheço, alguns deles são seres pequenos que nos parecem estranhos. Até onde sei de meus contatos profissionais, que foram contatados, esta definição é bastante exata.

Nick Margerrison – Você acredita que algumas pessoas envolvidas com as expedições lunares sabem a respeito disso?

Edgar Mitchell – Alguns deles, mas igualmente a outras pessoas, se você está interessado o suficiente para perguntar e quer saber a respeito disso, pode saber.

Nick Margerrison – Sei que você é um homem ocupado e escutei o seu celular tocar
Edgar Mitchell – Sim, as pessoas não me deixam sozinho. O telefone fica tocando o tempo todo e eu estou aqui…

Nick Margerrison – Esta é uma das entrevistas mais significativas da minha vida… Incrível!!! Quero agradecê-lo por estar aqui conosco. Dr. Edgar Mitchell você agora é um amigo do programa, se quiser aceitar esta amizade. Que conversa incrível!!! Obrigado!

Edgar Mitchell não foi o primeiro astronauta a falar abertamente sobre o assunto. 
Em entrevista concedida esse mês ao radialista Nick Margerrison, o ex-astronauta da NASA Edgar Mitchell – 77 anos, participante do vôo da Apolo 14 à Lua – confirma a expectativa de toda a comunidade ufológica de que toda (ou pelo menos parte) da verdade sobre o fenômeno UFO está para ser admitida pelo governo americano e, por conseguinte, uma provável abertura dos arquivos secretos

Na entrevista ele diz que a divulgação será ainda este ano ou no ano que vem.

Mitchell afirmou “vi algumas fotos e a aparência dos extraterrestres é similar a imagem tradicional que está difundida sobre eles, que são de tamanho pequeno e grandes olhos e cabeça, estranhos para os seres humanos”, e que “contam com avançada ciência e tecnologia, incomparáveis às ciências humanas”. Adiantou que “se eles fossem hostis à raça humana, já teríamos desaparecido”.

“Fui muito privilegiado em ter estado num grupo restrito que sabe que temos tido visitas em nosso planeta e que o fenômeno OVNI é real. Existem extraterrestre e muitos OVNIs têm visitado a Terra e realizado contatos de terceiro grau com funcionários da NASA. Estive nos círculos militares e de inteligência, que sabem mais do que o público; sim, temos sido visitados. E, lendo os arquivos recentes, vi que isso ocorreu várias vezes. É real o Caso Roswell.”

“Digo que me atrevo a revelar a verdade sobre as visitas dos extraterrestres à Terra e que não temo pela minha própria segurança. Outros astronautas também o sabem, há anos. 
Armstrong também viu OVNIs”. Segundo dizem, ao aterrissar na Lua com o módulo lunar Eagle, ele viu três OVNIs de 15 a 30 metros de diâmetro. 

Convém notar que Armstrong deu uma declaração bem críptica na cerimônia dos 25 anos da missão Apollo 11, onde disse aos estudantes: “Vocês estão entre os melhores da América. Pra vocês digo que só completamos o começo. Deixamos a vocês muitas coisas por fazer. Há grandes idéias não-descobertas… Avanços disponíveis para aqueles que removerem uma das camadas que protegem a Verdade”.

Sem demora, autoridades da NASA se apressaram em desmentir que a agência tenha qualquer envolvimento com OVNIs e negou estar envolta em algum tipo ocultamento de informações sobre a vida extraterrestre neste planeta ou em qualquer outro lugar do universo. Segundo eles, “Edgar Michel é um grande estadunidense, mas a NASA não compartilha de suas opiniões sobre o assunto”.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Me perdoem, mas o astronauta aí também está nos contando muito pouco do que sabe. Um americano (ou ser humano) nenhum nesse planeta abre  a boca impune. Para isso é necessário que os USA permitam... Isso já faz parte da divulgação "OFICIOSA" da qual eu falo. Agora, só quem viver verá. Só esperando para ver como isso vai terminar...
laura botelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários racistas, chauvinistas, sexistas, feministas, flamenguistas, partidaristas ou que enalteça um ditador de bandeira vermelha de qualquer país. Tampouco não serão publicados ataques pessoais entre leitores ou a autora desse blog. Nem pensar publicarei observações ortográficas relativas aos meus erros crassos do Português, pois faz parte do meu show. Anônimos continuarão anônimos, não publicarei. Para ser sincera, não gosto de comentários. Não escreva.
laura botelho

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos