Translate my page Google

19 de jul de 2018

4 eventos cósmicos em 1 dia



Mais uma vez deram uma nova data para o “fim do mundo”. Já perdi as contas de quantos mundos foram ameaçados.

Por que esses caras não acertam uma?!

A nova data para esse “fim” que circula na WEB é para o dia 24 de julho de 2018, mas não achei nada que pudesse causar um colapso na Terra a ponto de desarrumar nossa vida mais do que já está, especificamente nesse dia. 

A menos que alguém faça isso artificialmente.

O que há de mais incomum para acontecer ainda nesse mês de julho, é um evento cósmico de certa forma raro - um “pacote 4 em 1 dia” - mas eu não acredito que isso possa abalar o sistema solar. 

Quem sabe, desalinhe apenas a energia dos mais fracos?

Evento número 1 – Eclipse lunar
No dia 27 deste mês de julho um eclipse lunar será visível em praticamente todo o Brasil, mas de maneira parcial em alguns e total em outros Estados. O horário de observação é a partir do nascer da Lua, por volta das 17h30min na região Nordeste, Norte, Sudeste e Sul do país, local onde será melhor apreciado. O pessoal do Centro-Oeste e Oeste do país visualizarão o eclipse quase no final.

Se você estiver nas regiões onde a lua estará bem visível, o eclipse durará mais de uma hora no céu, terminando por volta das 19h15min. Leve pipoca e cadeirinha, a sessão será longa.

Evento número 2 – Oposição de Marte
Se você tem um pequeno telescópio o planeta Marte estará bem visível. Curiosamente Marte se aproxima da Terra uma vez a cada 780 dias (cerca de dois anos e dois meses) – o último foi em maio de 2016.

Agora, em 2018, dentro de algumas semanas da oposição, o planeta vermelho também atingirá seu ponto mais próximo do Sol em sua órbita, um ponto chamado o periélio.

A oposição periélica ocorre apenas uma vez a cada 15 a 17 anos, quando as órbitas da Terra e de Marte se alinham para aproximar os dois planetas.



Marte estará relativamente pequeno comparado a Júpiter ou Saturno, mas será um momento em que estará bem mais brilhante no céu para os observadores do hemisfério sul, que terão uma visão curiosa de Marte - e se você estiver afastado das luzes da cidade - em uma zona rural, como eu... vai assistir de camarote.

Marte ficará tão brilhante que ofuscará até Sirius, a estrela mais brilhante no céu noturno. Marte estará com o brilho máximo na cor vermelho-alaranjado este ano.

Evento número 3 – alinhamento
Então, para fechar o clima de expectativas, teremos Marte, Terra e Sol alinhados. Para os amantes da astrologia, isso deve dizer alguma coisa. Eu não entendo pinico desse assunto.

Evento número 4 - Chuva de meteoros
Esse ano de 2018 é um ano particularmente ativo para meteoros, tantos para os Perseidas, quanto para os Delta Aquariids.

A chuva de meteoros Delta Aquariid brilha nos céus continuamente de 12 de julho a 23 de agosto de cada ano, e mais uma vez, particularmente, os meteoros Delta Aquariid favorecerão a visão dos que vivem no hemisfério sul.

Acredita-se que serão visíveis no máximo de 10 a 20 meteoros por hora, sob um céu bem escuro. Se você estiver no Hemisfério Sul, os Delta Aquariids estarão irradiando da parte de cima.

Cerca de 5 a 10% dos meteoros Delta Aquariid deixam rastros - trilhas de gás ionizado que duram um segundo ou dois, após o meteoro ter passado. Um efeito lindo de se ver, já presenciei uns. Perece que acenderam um fósforo no céu.

Em 2018, a lua cheia do dia 27 e 28 de julho de 2018 estará majestosa, mas quando seu brilho diminuir depois do eclipse, se destacarão as chuvas brilhantes de meteoros em todo mês de agosto em diferentes direções, pois as Perseidas irradiam da constelação de Perseu e os Delta Aquariids irradiam a partir da constelação de Aquarius.

O raro Eclipse Lunar Total de 27 de julho de 2018 terá a fase total com duração de 1 hora, 42 minutos e 57 segundos. Muito tempo para um eclipse. Será o mais longo do século 21. Possivelmente, dependendo das regiões brasileiras, essa lua nascerá totalmente ou parcialmente eclipsada na cor vermelha.

Bom, não sei o que sairá desse 4 em 1, mas de qualquer forma alguma coisa deve afetar aqui em baixo. Marte vermelho, Lua vermelha, chuva de pedras e alinhamentos com o sol...

Será que erraram a data do fim do mundo de novo?



laura botelho

15 de jul de 2018

Video - Graham Hancock revela nossa realidade ancestral


Essa entrevista foi feita por David Wilcock com Graham Hancock por volta de 2009 -  e muita coisa desde essa época nos foi revelado - sobre os grandes "mistérios da humanidade" através de pesquisa científica, mas que permanece até hoje restrita e impedida de ser esclarecidamente divulgada.

Hancock é um dos meus autores favoritos, uma das minhas bases de pesquisas nesses quase 10 anos que escrevo. Você irá encontrar em meus textos os pensamento de Hancock em vários temas.

As principais áreas de interesse de Hancock são mistérios antigos, monumentos de pedra ou megálitos, mitos antigos e dados astrológicos/astronômicos do passado. A presença de gigantes sobre a Terra, segredos religiosos, mudanças de ciclo e tudo mais que eu relato nesse meu BLOG.

Ele foi jornalista investigativo em muitos periódicos britânicos, como The Times, The Sunday TimesThe Independent e The Guardian. Foi co-editor da revista New Internationalist de 1976 a 1979 e correspondente na África Oriental de The Economist de 1981 a 1983. Já deu pra notar que ele sabia muito mais do que podia nos contar em jornais.

Mesmo tendo vendido mais de 5 milhões de exemplares e sido traduzido em 27 línguas, seus métodos e conclusões não são apoiados pelo mundo acadêmico. 

Imagina se iriam concordar com teorias de que o planeta é uma crescente renovação espiritual de antigas civilizações... nunca.

Hancock acredita que por volta de 11.600 AC, um cataclismo súbito deslocou a Antártida para o sul por cerca de mais de 3000km. Antes deste acontecimento, a Antártida pode ter sustentado uma civilização humana cujas construções, cidades inclusas, estariam agora sepultadas sob o gelo antártico

Enfim, ler livros de Hancock é ser transportado para outra dimensão. Uma viagem as origens. Nessa entrevista legendada que ofereço a você, ele pincela um pouco de cada livro com assuntos sobre:
Como podem observar estou escrevendo cada vez menos para esse BLOG. Acredito que já ressaltei muitos temas, muitas dúvidas e ampliei o "mapa mental" de muita gente.

Daqui em diante só trarei o que for muito importante e relevante para nossa consciência de grupo. Eu gostaria muito que você lesse muito, pesquisasse muito e assistisse a essas entrevistas, pois isso lhe dará um salto quantitativo na sua existência daqui para frente.

Estamos no limiar de uma nova etapa de civilização - a do declínio sistemático das culturas, dos códigos de conduta, das mudanças de padrão, de comportamento e crenças. 

Para se fazer uma boa faxina é preciso tirar tudo do lugar... limpar todos os cantos, não deixar um rastro de poeira... se é que você me entende.

laura botelho





meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos