Translate my page Google

22 de mar de 2019

Diminuição do campo magnético da Terra afeta nossa consciência de grupo



O ciclo solar 24, combinado com o enfraquecimento do campo magnético da Terra, pode ter graves consequências para os sistemas climáticos, assim como afeta o humor dos humanos inconscientes.

O Sol é um gigantesco aglomerado de energia de plasma que banha os planetas do sistema solar com calor, luz, radiação UV e partículas eletricamente carregadas. Esse vento solar que nos banha diariamente, contendo elétrons e prótons, modifica a vida na Terra afetando cada ser vivo de alguma forma.

O Sol tem um ciclo de atividade magnética com período aproximado de 11 anos. Nesse intervalo de tempo o Sol passa por um máximo e mínimo de atividade, solar, máximas com muitas manchas solares, explosões e eventos de ejeção de massa.


O ciclo solar 24 começou por volta de 2008
Seu pico estaria em torno de maio de 2013 previsto por modelos de computador ser um dos mais fortes em séculos, especificamente 30 a 50% mais forte do que o último que começou quase um ano atrasado.

O professor Raymond H. Wheeler (Universidade do Kansas) depois de compilar 20 séculos de registros históricos concluiu a partir de seus estudos, que existe um ciclo de 100 anos de mudanças climáticas que influencia os assuntos humanos de maneira profunda.

O ciclo climático de 100 anos e suas fases não são precisamente iguais.
O ciclo pode se contrair até 70 anos ou se expandir para 120. O ciclo é dividido em uma fase quente e uma fase fria, cada uma com um período úmido e seco.

Como as pessoas são afetadas pelo clima, os ciclos do tempo produzem padrões semelhantes de comportamento e eventos na história durante as mesmas fases do ciclo climático de um século.

O Dr. Wheeler estendeu sua pesquisa para revelar um padrão cultural contínuo e universal de “mecanismo” alternado com “humanismo” que ocorre ao longo da história em sincronia com os 100 anos.

Alguns cientistas reconheceram essas conexões a partir de 1915, entre a atividade solar e o comportamento humano.

Alexander Chizhevsky, cientista russo, observou que as mudanças em massa no comportamento humano se correlacionavam com ciclos de manchas solares. Erupções solares afetam não só o uso da eletricidade, acidentes aéreos, epidemias e infestações de gafanhotos, mas também implica na atividade e vida mental humana. O aumento da ionização negativa na atmosfera gera excitabilidade da massa humana.

Essas tempestades, mesmo aparentemente minúsculas, afetam os mecanismos fisiológicos, como ritmos cerebrais e níveis hormonais. Em outras palavras, os conflitos, as guerras são um tipo de psicose de massa, eventos de grupos caóticos que surgem quando as manchas solares provocam tempestades geomagnéticas mais intensas, causando uma série de reações diferentes, predominantemente nos machos.

Eletromagnetismo em Biologia e Medicina
A EOS, Transactions, American Geophysical Union publicou um estudo em 1992, sobre o impacto de explosões solares e tempestades magnéticas em humanos. Eles concluíram que há um crescente corpo de evidências de que mudanças no campo geomagnético afetam sistemas biológicos.


O corpo e a mente são capazes de transmitir ou receber energia que viajam através de campos magnéticos que emanam em todos os lugares ao nosso redor e dentro de nós, mas quando este corpo transmissor / receptor de energia se torna mais sensível a outras energias ou influências em torno deles, tais como tempestades geomagnéticas causadas por erupções solares ou outros fatores cósmicos, há uma chance maior de ocorrer mudanças em termos de pensamento, estado emocional, comportamento e saúde física.

Um aumento na atividade solar aumenta episódios psicóticos em indivíduos que já sofrem de estados psicológicos instáveis, além de mais acidentes e sintomas depressivos que levam a suicídios, aumento de agressão, crimes e assassinatos com requinte de crueldade.

Reagindo à mudança dos níveis hormonais, alguns homens podem se tornar cada vez mais irritáveis ​​e agressivos, e paradoxalmente, outros podem se tornar mais criativos e produtivos intelectualmente.

Essas mudanças no CAMPO podem ser expressas positivamente ou negativamente, dependendo do estado de consciência individual. Habilidades para criar ou destruir são amplificados.

Diminuição do campo protetor da Terra
As mudanças no campo magnético que protege a Terra estão começando a causar grandes problemas para a aviação, navegação e animais migratórios que usam o campo magnético para se orientar, bem como na morte de abelhas, pássaros e peixes e comportamentos estranhos correlatos.

Vem aí o CICLO SOLAR 25 (2021-2025)
O atual ciclo solar 24, está acabando. Previsões anteriores propuseram que o próximo ciclo 25 será mais fraco que o atual ciclo 24, no entanto, com base em seu modelo, Nandi e Bhowmik consideram que o ciclo 25 poderia ser semelhante ou até mais forte que o ciclo 24. O próximo ciclo começará a aumentar cerca de um ano a partir de agora e a atingir o pico em 2024.

Conclusão do meu ponto de vista:
Os Senhores do Tempo nunca nos contam a verdade, ela é sempre contrária ou pior do que podemos esperar. Nos dão estudos e teses geralmente paradoxais e nada conclusivas a fim de nos manter perdidos ou focados no que eles querem que a gente acredite.


Mas um fato é totalmente observável, algo vindo do espaço (energia carregada) afeta a nossa consciência, que consequentemente, afeta nosso comportamento, que consequentemente afeta nossa maneira de interagir com o ambiente e revê muito de nossas crenças (espiritualidade) sobre nossa razão de existir.  


Poderia um evento externo ser uma forma de intervenção alien a fim de recriar ou redefinir essa civilização? Como um grande evento catastrófico poderia unir as pessoas de modo que a singularidade humana se tornasse mais importante que dinheiro ou tecnologia?

Essa “energia externa” que permeia o Campo da Terra poderia ser um produto da excitação e aumento da consciência de grupos? Estamos mudando a realidade existente?

Essas e muitas outras questões discutirei em minha palestra em São Paulo no dia 27 de abril de 2019 – das 8:30h às 17h – no salão de eventos do Tryp Itaim Melia - Rua Manoel Guedes, 320 – São Paulo, Capital.

Essa palestra terá como tema - "dos Aliens ao cancro" 
 Tudo fará sentido.

Abrirei inscrições dia 25 de março 2019. Querendo saber mais sobre esse encontro, entre no chat do meu perfil no facebook e eu falarei com você.


laura botelho






meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos