Google

Translate my page Google

25 de mai de 2015

Projeto HEAVEN-GEMINI: Mudando sua cabeça para outra vida


A Medical News Today informou esse ano que um cirurgião italiano tem planos para realizar o primeiro transplante de cabeça humana nos próximos 2 anos. 

Valery Spiridonov é um homem russo de 30 anos de idade que será a cobaia desse projeto. Se tudo der certo, nunca mais o russo terá dor de cabeça com seus problemas, apenas dor na cabeça, que é bem diferente. 


Vladimir é um pacato cientista da computação e apaixonado por programações. Foi diagnosticado com a doença de Werdnig-Hoffman quando tinha 1 ano de vida - uma condição de perda de massa muscular, um tipo de atrofia muscular espinal (SMA). 

Embora as pessoas com esse diagnóstico, raramente vivam além de 20 anos, o russo ganhou 10 anos de bônus, e pretende com essa operação de troca de cabeça, expandir o prazo para muitos anos adiante.

Essa condição degenerativa é causada pela perda de neurônios motores na medula espinal que dificulta a locomoção e, por conseguinte, a limitação e freqüente dependência da ajuda das outras pessoas. Diante desse quadro limitado em que se encontra, resolveu se submeter a essa nova perspectiva de “vida” – arrumar um corpo novo para sua alma definhada...

Projeto HEAVEN-GEMINI
Dr. Sergio Canavero é um neurocirurgião de renome e diretor do Neuromodulation Group em Turim, Itália, que executará a obra. Ele recebeu uma série de e-mails e cartas de pessoas que pedem para ser “o corpo” que a cabeça precisa, muitos dos quais foram de indivíduos transexuais. (não entendi essa parte)

No entanto, o cirurgião diz que as primeiras pessoas a se submeterem ao procedimento serão aquelas com condições de perda muscular como Spiridonov.

Esse evento terá a participação estimada de 100 cirurgiões para executarem a obra dentro de 36 horas – o que envolverá fusão da medula espinhal (SCF) - ao custo de um pouco mais de US $ 11 milhões

O Vladimir será mantido em coma por cerca de 3-4 semanas, diz Dr. Canavero, período em que a medula espinhal estará sujeita a estimulação elétrica através de eletrodos implantados a fim de impulsionar as novas conexões nervosas.
A cabeça de um corpo doador será removida. Será usada uma "lâmina ultra-sharp", a fim de limitar a quantidade de danos na medula espinhal

O novo corpo será retirado de "um doador com morte cerebral”, mas de maneira saudável, claro, enquanto que o cérebro do Vlad será arrefecido entre 50 e 60 graus Fahrenheit objetivando a manutenção e longevidade das células cerebrais que estarão sem oxigenação, para depois então, ser unido ao novo corpo com "uma puta cola biológica especial."

Colinha safada essa...
Uma vez que a operação esteja concluída, a cabeça e o novo corpo do russo Spiridonov serão colocados em processo de coma por 3 a 4 semanas para prevenir qualquer movimento in-voluntário.

Vai que o corpo quer fazer xixi, mas a cabeça se esqueceu de como se anda até o banheiro... para isso Vlad receberá uma carga violenta de medicamentos em seu novo corpo com imunossupressores – para que o corpo não rejeite o novo chefe. 

Dr. Canavero já havia admitido: existem só dois grandes desafios com o projeto HEAVEN-GEMINI: reconectar a medula espinhal cortada, e parar o sistema imunológico de rejeitar a cabeça. 


Eliminando isso... o resto é mole. Mas ele afirma que estudos recentes em animais têm demonstrado que o procedimento é "viável" e vai dar certo!

O mais interessante de tudo é que se a operação for bem sucedida, o pobre do Vlad será incapaz de se mover ou respirar ou se comunicar – o primeiro paciente de cabeça-transplantada poderá experimentar um destino "pior que a morte”.

Embora não tenha sido confirmada uma data para esse procedimento Vlad diz que isso poderia acontecer já no próximo ano – 2016. Mas o Dr. Canavero espera concluir a operação de transplante de cabeça em Spiridonov em 2017.

Por curiosidade, na década de 1950 um pesquisador soviético de nome Vladimir Demikhov transplantou fácil 20 cabeças de filhotes. A experiência mais bem sucedida durou 29 dias. Mas tudo faz crer que o russo viva mais que um mês.

Já em 1963, o Dr Robert J. White, em Cleveland, Ohio fez com sucesso um transplante de cabeça entre os macacos. O animal foi capaz de cheirar, provar, ouvir e ver. Os nervos ficaram totalmente intactos, e conectados ao cérebro a um suprimento de sangue que o mantinha quimicamente vivo. Ele repetiu essas experiências com ainda mais sucesso na década de 1970 e depois novamente em 2001.

A Ponte de Adão
A ponte tem 30 km de comprimento e separa o Golfo de Mannar (sudoeste) a partir do Estreito de Palk (nordeste). Alguns dos bancos de areia são secos e o mar na área é muito superficial, sendo apenas de 1 a 10 metros de profundidade em alguns lugares, o que dificulta a navegação.  


Rama Sethu é uma estrutura feita pelo homem. 
Foi o veredicto dado pela Suprema Corte de Madras que é composta por 52 juízes e um chefe de justiça na Índia. As evidências, dizem os especialistas no assunto, estão na coleção de imagens digitais. Uma curvatura única da ponte e sua composição revelam que é feita pelo homem. 

Um ex-diretor do Serviço Geológico da Índia, S. Badrinarayanan, afirma que seria impossível uma “formação natural” com essas características. Ele justifica sua posição baseado na presença de uma camada de areia solta sob corais por toda a extensão. 

Rama Sethu, segundo a tradição islâmica refere-se a uma montanha no Sri Lanka nomeada como a “Ponte de Adão”, na qual supostamente, descreve a travessia de Adão do Sri Lanka para a Índia. Esse “Adão” seria aquele “Adão” - primeiro homem - feito por deus, segundo narram textos antigos.

Ramayana é um épico da mitologia indiana. Há uma menção sobre uma ponte, que foi construída entre Rameshwaram (Índia) e litoral cingalês, sob a supervisão de uma figura chamada Rama, que é suposto ser, a encarnação do supremo - que pode ter ocorrido há apenas 1.700 mil anos atrás.

Como o Mahabharata, o Ramayana não é apenas uma história, mas um script (agenda) que desempenha um papel importante na literatura hindu - tal qual a Bíblia para o Ocidente - em que descreve os deveres das relações ideais; como o pai ideal; o servo ideal; o irmão ideal; a esposa ideal; e o rei ideal

E daí, Laura, onde quer chegar?
Calma, vamos tricotando... Acompanhe minha viagem.

Vanara – o homem macaco
Vanara significa "macaco". Ao contrário de outras criaturas exóticas, como os rakshasas, os Vanaras não têm um precursor na literatura védica. 

Ramayana descreve os Vanaras como seres humanos com referência ao seu discurso, vestuário, habitação, funerais, consagrações etc. São divertidos, infantis, ligeiramente irritantes, hiperativos, aventureiros, sem rodeios, honestos, leais, corajosos e gentis. Ele também descreve suas características físicas como macacos, com pelo e uma cauda, mas os vanaras femininos não têm cauda (rabo).

Homo floresiensis
Apelidado de “hobbit”, esse SER foi considerado como sendo uma espécie extinta do gênero Homo. Foram descobertos em 2003 na ilha de Flores na Indonésia, esqueletos parciais de 9 indivíduos, mas só foram revelados em 28 de outubro de 2004. 

Este hominídeo é notável pelo seu pequeno corpo e cérebro e possivelmente viveram 12 mil anos atrás. Um estudo dos ossos e articulações do braço, ombro e membros inferiores, concluíram que H. floresiensis era mais parecido com os primeiros humanos e os macacos do que os seres humanos modernos.

Para um cérebro pequeno o H. floresiensis tinha comportamentos avançados. Sua caverna mostrava evidências do uso do fogo para cozinhar, bem como utensílios domésticos.

Homens e Dinossauros
A ciência nos diz que os dinossauros foram extintos há 65 milhões de anos atrás, mas dados recentes nos dizem o contrário. Sir Richard Owen cunhou o termo "dinossauro" para descrever os gigantes "lagartos terríveis" cujos ossos foram descobertos em meados da década de 1800.

Hadrossauro como potinho de jóias feito pela tribo Dogon
O único esqueleto de hadrossauro foi descoberto em 1858, que incluía partes do quadril, um fêmur, parte de um pé, e uma seção de 10 metros de cauda, faltando a ponta.  Não se explica como uma tribo retratou algo que até pouco tempo não existia. Vai ter imaginação assim no inferno...

Heródoto, um pesquisador grego muito respeitado escreveu:
"Há um lugar na Arábia, situado muito perto da cidade de Buto, para a qual eu fui, na audição de algumas serpentes aladas; e quando eu cheguei lá, vi os ossos e espinhas de serpentes, em quantidades tais que seria impossível de descrever. A forma da serpente é como a da cobra d'água; mas ele tem asas sem penas, como as asas de um morcego"
(Heródoto,  Historiae , tr. Henry Clay, 1850, pp. 75-76.)

Essa é uma descrição notável de um pterossauro. Em seu terceiro volume, Heródoto fala sobre a forma como estes animais poderiam, por vezes, ser encontrados nos bosques árabes. Ele descreve seu tamanho, coloração e reprodução. Parece que as serpentes venenosas que voam foram famosas por viver em árvores.

Heródoto tem sido chamado de "o Pai da História", porque ele foi o primeiro historiador que recolheu seu material de forma sistemática e, em seguida, testou-os. 

John Goertzen observou a representação egípcia de  aletas de cauda  com répteis voadores e concluiu que esse povo via pterossauros, ou não teriam como esboçar esta cauda em forma de folha. (Goertzen, JC, "Shadows of Rhamphorhynchoid pterossauros no antigo Egito e Núbia",  criptozoologia , Vol 13, 1998.)

Dra. Mary Schweitzer, professora adjunta da marinha, da Terra e Ciências Atmosféricas da Universidade Estadual da Carolina do Norte, surpreendeu os cientistas, em 2005, quando relatou ter encontrado tecido mole em ossos de dinossauros. Foi então que em 2012 pesquisadores analisaram várias amostras de ossos de dinossauros no Texas, Alasca, Colorado, e Montana e verificaram que a datação do C-14 revelou que as amostras têm menos de 39.000 anos de idade

Estas descobertas notáveis ​​foram apresentadas por um físico alemão em uma conferência patrocinada pela União Geofísica Americana (AGU) e da Ásia Oceania Geociências Society (AOGS), em Cingapura. Mas, aparentemente, essa evidência era inaceitável para os evolucionistas influentes. 

O resumo da apresentação foi retirada do site da conferência por dois presidentes, porque não podiam aceitar estas conclusões. Recusando-se a desafiar os dados abertamente e apagaram o relatório da vista do público, sem dar uma palavra para os autores ou até mesmo para os oficiais AOGS!

Eles foram impedidos de apresentar em anais de conferências pela Convenção Paleontológico 2009 norte-americana, a American Geophysical Union, em 2011 e 2012, a Sociedade Geológica da América em 2011 e 2012, e pelos editores de vários revistas científicas. 

Mas felizmente, existe a Internet e estamos aqui para não deixar a boa informação passar. Temos que mudar essa informação caduca, refazer o programa. As crianças estão sendo orientadas a crer em algo errado!



O que tem a ver a troca de cabeça com uma ponte, com homens macacos, textos védicos e dinossauros?

Tudo, meu amigo!!!
Os deuses estão percebendo que estamos mais próximos da história real sobre a nossa existência. Já perceberam que falta muito pouco para que todo esse conhecimento tome uma dinâmica rápida, os deixando sem controle da situação. Quando isso acontece, eles destroem esse jogo e criam outro, com base nos dados anteriores.

O que ocorre a cada criação de uma civilização, ou destruição dela, é justamente a dinâmica da informação. Quanto mais acelerada é a associação dos fatos, mais rápida é a construção da ponte que nos liga a outras dimensões de percepção, nos mostrando a porta de saída!

Mais e mais seres atentos a esse engano e essa manipulação têm condições de observar o TODO e fazer escolhas assertivas! O que não era possível na idade média, por exemplo, onde todo conhecimento sobre tudo, ficava nas mãos de grupos dominantes.

A escravidão humana é passada de geração a geração, de civilização a civilização, até que seja interrompida por uma “luz” vinda do espaçoEssa energia não é “cósmica”, mas uma aceleração de partículas. Como uma mente tendo uma ideia original ! Uma explosão de conhecimentos! Um Big Bang!!

Essa luz chama-se NEXUS. Uma força eletromagnética que rompe a “cerca eletrificada” que nos mantém dóceis, cordeiros, obedientes, totalmente anestesiados e alienados da nossa grandeza espiritual.

A cada dia, mais e mais pessoas estão despertando, e o que me comove, é ver que entre eles estão os jovens!  Eles são muitos!! Estou perplexa com essa constatação!!

E é justamente para essa nova geração que escrevo e me empenho a cada dia.  Tenho certeza que eles são espíritos livres, pois já chegaram percebendo que as coisas estão muito erradas e querem mudar! O que estão lhes ensinando nas escolas, não bate! Mentiras seguidas de mentiras!

E o que “eles” querem ocultar?
Que seu conhecimento não está no seu cérebro/cabeça!!! Mas em cada átomo do seu corpo! Não adianta trocar a cabeça para um novo corpo se o programa que os mantém escravos ainda estiver ativo!!!

Seu cérebro é um computador! Trocar a cabeça é trocar apenas o aparelho!
O operador desse computador é a alma! Sua energia consciente! A informação que você tem e que gere suas escolhas. Ela não está no seu cérebro, mas em cada átomo!

“Eles” querem que você acredite que toda sua vida está na cabeça! Quando não está! O cérebro é apenas um ordenador de conhecimento. Ele organiza, agiliza e apresenta opções para aquilo que você deseja criar! Saiba usá-lo e não precisará mais dele!

Eles estão introduzindo um novo script; e esse novo programa é uma adaptação para a “nova civilização” que está por vir. Mais moderna, mas acelerada, cada vez mais longa. Ficará mais difícil perceber a cerca eletrificada.

O novo programa é para mentes distraídas, adormecidas, que ainda não estão prontas, maduras para despertar...


laura botelho


meus livros

meus livros
Click na imagem para saber mais

meus livros

meus livros

Vulcões ativos