Google

Translate my page Google

9 de ago de 2014

Sincromisticismo do sangue, Real


Sincromisticismo / synchromysticism (Inglês)
Um símbolo inventado que une a palavra “sincronicidade” + “misticismo”

Jogos olímpicos Londres - 2012
o que eles queriam nos avisar? 
A palavra nos remete as conexões feitas com a cultura moderna através dos filmes (dos quais eu exploro muito), das letras das músicas, das imagens nas artes plásticas, dos acontecimentos históricos e contemporâneos, que se aliam ao conhecimento esotérico, mitológico, encontrando sincronia, links, elos provenientes na memória celular do povo vivente – dentro dessa imensa e atuante “mente coletiva ainda inconsciente”.

Sincronicidade seria uma “coincidência” entre um evento incrível e improvável que não poderia acorrer “naturalmente” a não ser por uma casada e estranha ocorrência. Como estar totalmente perdido e assustado em país estrangeiro e ser socorrido justamente por seu vizinho de rua... ou ser salvo num acidente de automóvel por uma pessoa que vinha logo atrás do seu carro, mas que você nunca o viu por estar inconsciente, e que num belo dia ao fazer uma consulta médica descobre que esse médico foi o cara que salvou sua vida no acidente... (essa história é real e me foi contada, acredite)

Essas histórias são muitas e de arrepiar. Quem não tem uma pra contar? Quem não gostaria de aguçar essa intuição?

O entendimento simples sobre o SINCROMISTICISMO é que tudo no universo está conectado. Todos os símbolos, temas, ideias e pensamentos que têm várias camadas de informações e histórias e interpretações se complementam formando a imagem do TODO de modo que cada peça do quebra-cabeça se torna um holograma da natureza; o que significa que, concentrando-se em uma ideia, todas as outras são potencialmente expressas. 

Quanto maior seu conhecimento (consciência), sua percepção sobre a sua “realidade” maior será a capacidade de experimentar um aumento expressivo de SINCRONICIDADES.

O que ocorre na China nos afeta, bem como no centro da Galáxia, nesse exato momento. Os significados desses símbolos podem não estar “explícitos” a todos - mas de forma abrangente - “implícitos” na mesma onda de informação a poucos seres atentos. Se descobrirmos padrões sincrônicos visíveis, esses fatos não devem ser ignorados ou simplesmente evitados de serem passados para frente. Explore-os.

O que eu quero mostrar com isso é que muitos podem não perceber absolutamente nada ao escovar os dentes diariamente ou até mesmo quando bebem uma deliciosa e cristalina água gelada. Ao passo que poucas pessoas verão o flúor como o componente que inibe a compreensão do mesmo...

É fato que somos aquilo que acreditamos e escolhemos ver, sentir e experimentar e é justamente isso que separa o joio do trigo, sempre. Se você quer ser o Joio... a escolha é sua.

O SINCROMISTICISMO é pura alquimia. Ele lida com conexões, com a arte de misturar uma informação à outra e chegar a um resultado satisfatório para sua evolução. Uma arte que cria um significado para o CAOS adicionando novas camadas de informação para a segurança das gerações futuras, se libertando também dessa temerosa escravidão.

Não podemos criar um “novo mundo” se não podemos organizar e dirigir nosso próprio mundo. A busca contínua da consciência evolutiva é análoga a um jogo de dardos.

Um novato nesse jogo começa a jogar em um nível baixo de habilidade, mal acertando a placa pintada. Mas com o tempo e muita prática irá aprimorar essas habilidades concentrando os dardos no centro, no alvo, com mais freqüência e com excelência no que faz.

A palavra Sangue é mencionada com mais freqüência do que qualquer outra palavra na Bíblia, depois da palavra “Deus”. Isso por si só já demonstra que SANGUE é um tema muito importante para esses grupos dominantes.

O que é sangue do tipo Rh negativo
Fator Rh-negativo é considerado uma "mutação" de "origem desconhecida", que surgiu na Europa, cerca de 25.000 - 35.000 anos atrás. Em seguida, esse grupo sanguíneo espalhou fortemente na área do que é hoje a Espanha, Inglaterra, Irlanda, etc

Rh positivo nos indica que sua história genética pode ser rastreada até nossas origens mamíferas – a dos grandes símios – os macacos. 
Rh negativo indica que o “RHESUS” (espécie de macaco pertencente ao velho mundo) está ausente na sua linha genética.
 
Não entendeu bem essa parte? Eu explico...
As pessoas com sangue rh negativo não têm o "fator Rhesus" ou "antígeno D". Um antígeno D é um alerta que faz parte do sistema imunológico que envia sinais para a produção de anticorpos. Um dos 5 principais antígenos mais importantes em nosso sangue é o "D", e se você não tem esse antígeno presente em seu sangue, você é Rh negativo.

Ou seja, você não descende dos macacos, das bizarras experiências genéticas do Senhor Enki. Sua linhagem é pura – um parente dos DRACOs das montanhas dos Cárpatos. 

Esse grupo sanguíneo está contido em um pouco mais de 10% da população mundial, tornando-se uma ocorrência rara. Essa linhagem de sangue Rh negativo apresentava em sua maioria, cabelos vermelhos com olhos verdes e cabelos pretos com olhos marrons

O povo basco tem a maior proporção de sangue rhesus negativo na Europa. São 55% do sangue Rh negativo em sua população, um dos maiores percentuais de tipo – O.

Seu mapa genético entre bascos e não-bascos é muito forte no lado espanhol, já do lado francês, a fronteira é mais difusa. Os bascos da França e da Espanha são os que mostram padrões incomuns de vários genesSua língua é de origem desconhecida e não tem uma classificação padrão

Os bascos seriam os descendentes diretos dos habitantes humanos mais antigos conhecidos da Europa como o povo de Cro-Magnon, que ocuparam a Europa Ocidental cerca de 35.000 anos atrás. São de uma raça completamente separada e distinta, cujas origens estão envoltas em mistério. 

Hoje 85% da humanidade tem sangue Rhesus - positivo, ainda que varie de acordo com a raça. Para os afro-americanos, cerca de 90-95% são Rh-positivo, e para os asiáticos, o número é de 98 a 99% - são raros os asiáticos com fator Rhesus Negativo.

Esse “sangue” Rh negativo parece ter uma “reação alérgica” (intolerância) a “corpos estranhos”, não compatíveis com suas metas – como um programa – tem a finalidade de atacar todo o sistema incompatível com dele.

O Processo de Aloimunização 
Durante o processo de nascimento dos seres humanos as células de sangue do feto podem escapar para a corrente sanguínea da mãe. 

Estas células são reconhecidas como um corpo estranho, invasor, se for do tipo diferente de sangue da sua mãe. Por conta disso há um processo de rejeição natural que irá ocorrer com a formação de anticorpos conhecido como aloimunização de células vermelhas. 

Essa rejeição ao bebe no útero ocorre quando a “matriz” (mãe) é Rh negativo e a criança que foi gerada tem “Rhesus positivo”. A função das células do sangue Rh negativo é atacar a “criança”, destruí-la, rejeitar essa criação.

Se todos somos “humanos” e da “mesma espécie” por que esse sangue específico reage de maneira estranha a sua própria cria?

Por que o organismo da mãe rejeitaria sua própria prole? 
Na natureza isso não é um evento “normal”.  A não ser que o DNA seja programado para isso. Apenas seres HIBRIDOS têm esse comportamento de rejeição que pode ser evidenciado nos acasalamentos entre égua + burro = mulas – um cruzamento entre espécies semelhantes, mas geneticamente diferentes.

A linhagem dos filhos de Isis+Ra+El (Rainha dragão + Thoth + Enki – Maria, Jesus, Jose), ou seja – os portadores de Rhesus negativo - estão nos sangues dos: celtas, irlandês, escocês, galeses, bascos etc - os verdadeiros Israelitas.

A realeza não tinha permissão para casar e ter filhos como qualquer humano “normal”, pois seu sangue Rh negativo não poderia ser misturado a outros sangues “vulgares” (vulgar, vulgo = do povo). Os Reis precisavam defender o Santo Graal =  Sangreal – a linhagem governante desse planeta.

Se você tiver muita informação verá o SINCROMISTICISMO aqui.
O povo de Israel foi mantido durante 40 anos no Sinai – tempo suficiente para 'limpar' sua linhagem, cruzando com sua própria espécie para manter a linhagem pura.

Se você estiver mais atento ainda entenderá por que “judeus” (religiosos que não entendem porra nenhuma da sua própria re-ligação com os repteis) não admitem que seu “clã” se una matrimonialmente com quem não for outro “judeu”. (mistura de sangue)

Clã é a forma em língua portuguesa da palavra gaélica clann, que significa "crianças" ou mais especificamente as crianças de uma família.

Mas hoje isso é apenas um ritual tolo, pois a macacada já se misturou com muitos deles para desesperos dos deuses, mas ainda assim a taxa de judeus ortodoxos Orientais com Rh negativo é mais alta que outros seres no planeta. E não é de se espantar que o sangue Rh negativo é raro entre o negros. Se ocorre... temos um Sincromisticismo aqui...

Raças – é o resultado de miscigenação entre todas as espécies de pessoas o que produz, conforme o ambiente, variados tons de tons de pele, características faciais, cor do cabelo e consistência óssea, e tipos de sangue. 

Exemplos disso vêm do povo da Índia, os aborígines da Austrália, o Negros da América do Norte, e os polinésios.

Enki e sua mãe dragão /esposa fizeram muitas experiências com manipulação de DNA e clonagem em seus laboratórios aqui na Terra, o que gerou inúmeras aberrações e misturas sanguíneas causando essa variação incalculável de seres humanos diferentes na altura, no tom e textura da pele, tipo de pelos (cabelos), cores dos olhos, compleição física etc

Uma análise de DNA conhecida como DNA mitocondrial, que é herdado através da linha materna mostra que as raças africanas têm maior diversidade genética do que quaisquer outros grupos humanos.


O sangueO” Rh negativo é aclamado pelos cientistas como sendo um sangue REAL – o mais puro no universo. Um tipo de sangue que não pode ser misturado com outro além de seu próprio tipo de sangue, mas... qualquer sangue (programa escravo)  poderá recebê-lo.

Todos os seres humanos na Idade da Pedra teriam sido grupo “O” Rhesus positivo. O segundo grupo mais antigo é o Grupo A (ao qual eu pertenço). Este grupo apareceu entre 25.000 e 15.000 aC em torno do tempo a agricultura desenvolvida. Grupo B surgiu entre 15.000 e 10.000 aC, quando tribos começaram a migrar da África para a Europa, Ásia e Américas. 

O grupo mais novo e mais raro é o grupo AB. Isso só apareceu entre 500 e 1.000 anos atrás. Pensa-se que seja devido ao entrelaçamento dos outros grupos durante muitos séculos. Aproximadamente 10% da população do Japão, China e Paquistão têm este grupo sanguíneo.


Aqui deixo a minha pista de hoje. Agora explore sua intuição e vasculhe a “sincronicidade” desses relatos descritos com aquilo que “misticamente” você reconhece na sua vasta consciência. Tem muita coisa a ser pesquisada, organizada e catalogada desse arquivo inconsciente. Tenho certeza que você verá muito mais que eu vi, muito mais do que podemos ver sozinhos nesse divertido jogo de dardos.  

Famosos Rhesus negativo:
Akhenaten (thoth) - Amenhotep IV (thoth) - Tutankhamun (thoth) – Jesus (thoth)
Isaac Newton - Miguel Angelo - Rainha Elizabeth l e II - Príncipe Phillip - Príncipe Charles - Princesa Diana - Príncipe Harry - Principe William - Barry Soetoro (Barack Obama) - Al Capone - David Rockefeller - Ronald Wilson Reagan - John McCain - Gerald Ford - John F Kennedy  - Adolf Hitler - Eisenhower - Nelson Mandela - George Bush Senior  - Bill Clinton - Richard Nixon - Paul Newman - Elvis Presley - Janis Joplin - Jimmy Hendrix - Clint Eastwood - Deepak Chopra - Charles Manson - Morgan Freeman - Brad Pritt - Angelina Jolie - Tom Cruise - Charles Chaplin - Sean Connery - John Lennon - Paul McCartney - Ringo Starr - Freddie Mercury -  Sting - Kristen Stewart - Robert Pattinson -  Jet li - JOSimpson - Britney Spears - Akira Kurosawa - Mia Farrow - Leonardo Di Caprio  - Jack Nicholson - Jackie Chan  - Marilyn Monroe - Mick Jagger - Zacharia Sitchin - Erik Von Daniken - Milton William Cooper  - Alain Prost

Já estou até vendo a corrida amanhã a um posto de saúde para saber seu tipo sanguíneo... vai que você é um herdeiro do trono, um verdadeiro alien disfarçado de humano... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


laura botelho


meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos