Google

Translate my page Google

10 de mai de 2010

Arrebatamento - parte 2


Arrebatar
1. Tirar para si com violência.
2. Privar de, roubar.
3. Levar à força e com violência.
4. Arrancar (alguma coisa) com violência (das mãos de outrem).
5. Induzir, levar.
6. Entusiasmar.
7. Extasiar.
8. Encolerizar-se.


O conceito de arrebatamento está presente em algumas interpretações cristãs. Em passagens de livros bíblicos, como por exemplo o Apocalipse, livro da revelação dada ao apóstolo João sobre o futuro da humanidade.

Trata-se de um momento no qual Jesus resgataria os salvos para o reino dos céus, deixando na Terra os demais seres humanos que não o aceitaram como salvador.

Segundo algumas interpretações de certas passagens bíblicas - tais como Primeira Epístola aos Tessalonicenses 4, 13-17, 1 Corintios 15, 51-52 e Mateus 24, 40-41 - apresentam este fato como uma realidade que impulsiona a fé e a esperança de um futuro sem dores, tristeza e morte.

A crença da imortalidade da alma, a vida no além, o Inferno, o diabo, a ressurreição, o dia do juízo são temas recorrentes em muitas religiões que seguem a humanidade.

Desta forma, em poucas palavras, é bem claro o sentido e o objetivo da religião: subtrair ao indivíduo a sua liberdade de pensamento e de ação redirecionando o conhecimento de seus poderes a outros seres.

A polarização entre o bem e o mal, vida e morte, divide o imaginário popular, dando aqueles sem conhecimento, uma visão de apenas poucas escolhas. Uma tática perfeita para manipular uma mente inconsciente de suas potencialidades.

Entidades manipuladoras só existem na freqüência vibratória de nossos sentidos físicos, pois toda informação é recebida através dos nossos 5 sentidos , uma maneira de entender o mundo que nos rodeia.

Assim eles buscaram se infiltrar na forma humana e usar isso para existir e controlar esta dimensão. Eles escolheram a Terra para esta infiltração porque ela se assemelha mais com a vibração dos locais dos quais eles se originam.

Negativos são viciados no "mundo" físico denso e nas sensações que ele oferece – dor, medo. Eles não possuem nenhum desejo de evoluir e precisam de nós para se manterem “vivos”.


A meta dos negativos neste período que vamos atravessar até 2012 é parar a Terra e a humanidade encarnada de fazer a troca da prisão física densa para um paraíso multidimensional.

Temos que entender que TUDO gira, TUDO é cíclico. Nos fizeram acreditar que nossa “existência” se resume a nascer, crescer e morrer FIM.
O tempo é cíclico e os Maias sabiam disso e nos deixaram essa idéia em seu calendário. Há um tempo constante se repetindo e ele é representado por vórtices.

O símbolo antigo para "infinidade" é a cobra tragando seu próprio rabo.
O pentagrama ou estrela de cinco pontas também é simbólico deste ciclo de "tempo" contínuo, de prisão vibracional.

Tudo que estamos passando já ocorreu antes com consciência diferentes, talvez menos evoluídas para perceber esse fato. Vamos entrar novamente no início do ciclo e esse é o momento de entendermos se queremos repetir os mesmos erros ou mudá-los, pois temos esse poder.

Os negativos estão desesperados, pois necessitam de energias não evoluídas para dar continuidade a seus trabalhos. As portas da prisão serão abertas por um período muito pequeno e eles não têm como pegar todos – alguns vão fugir!

Eu fugirei com todas as minhas forças!!

A meta principal das religiões é tornar o homem o mais desgraçado possível, imputando a idéia do pecado e da culpabilidade, para criar uma raça de escravos e de castrados de pensamento.

Sem condições de pensar por si só, o homem torna-se presa fácil e maleável nas mãos de qualquer crença religiosa, de poderosos que através de castigos eternos ceifarão  aqueles que forem contra as LEIS de DEUS.

Para romper essa idéia de “castigo”
precisamos entender idéias como:
MORTE

Para os céticos a morte compreende o cessar da consciência, morte do cérebro (matéria). Para biólogos, a função da morte é primariamente permitir a continuidade evolutiva da espécie
A Morte era diagnostica (antes da tecnologia de hoje) como paragem cardíaca e respiratória, mas, com o desenvolvimento da ressuscitação cardiopulmonar e desfibrilação, chegou se a conclusão que essa idéia estava errada.

A medicina contemporânea nos diz que um ser clinicamente morto apresenta paralisação total e inequívoca das atividades elétricas cerebrais ou paragem cardíaca irreversível.

Mas até esse momento... ainda há controvérsias.

Temos conhecimento de pessoas que foram declaradas mortas por médicos, e durante os procedimentos para embalsamento se encontravam em vida. A quantidade de pessoas enterradas vivas por erro de avaliações médicas, levou um inventor no começo do século XX a desenhar um sistema de alarme que poderia ser ativado dentro do caixão.

Um verdadeiro alívio para os que sofrem de claustrofobia.

É curioso observar que a morte tem um significado muito limitado nos dias de hoje por algumas culturas (como a nossa). Restos fúnebres encontrados de corpos ornamentados em covas cuidadosamente escavadas, decoradas com flores e outros motivos simbólicos por Homens de Neanderthal/Homo neanderthalensis por antropólogos, nos dão uma imagem de que há zilhões de anos atrás “seres primitivos” entendiam que havia uma nova perspectiva de vida após aquela, pois acreditavam que ao despertar do sono a pessoa desencarnada se viria rodeada de símbolos carinhosos de manifestação de amor por parte daqueles se separaram...

Pessoas que já tiveram experiências quase morte – EQM – relatam algumas sensações em comum diante de inúmeras outras que compõe seus arquétipos culturais na filosofia de vida ou na religião pessoal.

Cada um vê aquilo que conhece.

·         Sensações de tranqüilidade - essas sensações podem incluir paz, aceitação da morte, conforto físico e emocional
·         Luz radiante, pura e intensa - é uma luz que muitas vezes preenche o ambiente, dando uma idéia de um lugar como o “céu” na sua visão.
·         Exarcebação de sentidos. Sentidos a flor da pele.
·         Sensação de viajem cósmica por um caminho tubular (como um túnel)
·         Experiências fora do corpo – sensação de separação da matéria – do corpo físico. Podendo até mesmo observá-lo em vários ângulos, bem como a todo conjunto de personagens e objetos a volta desse corpo. Uma visão de 360 graus.

·         Por vezes há um “portal” entre essas duas realidades. Uma fronteira entre a “vida” ou a “morte” com várias imagens como uma sebe (um tapume de mato), ponte, um lago, ou porta. Alguns se vêem em situações que devem decidir entre regressar a companhia de seus entes queridos ou seguir em direção a luz (conhecimento)

·         Nessa condição ainda tumultuada, há sensação da presença de outros seres de energia, entidades espirituais que ganham forma a partir de sua percepção. Podem ser parentes como avós, cônjuges, pais, professores, filhos, velhos amigos... ou até mesmo santos, anjos ou o dono da casa – DEUS.

O fato é que religiões onde a idéia de reencarnação é tema principal, a descrição de uma segunda experiência sensorial como a que estávamos acostumados, se reproduz imediatamente só se distinguindo de acordo com o grau de evolução de conhecimento de cada uma dessas energias.
A física quântica pressupõe que existam faixas de freqüência vibracional nessa dimensão, ou seja, cada matéria vibra conforme o grau de complexidade. Seguindo essa idéia podemos admitir que quanto maior, mais elevada a freqüência da vibração, mais sutil será a faixa e mais evoluído serão os seres que nela se encontram. O contrário também é verdadeiro. Mais baixo o nível vibratório, mais atrasados serão os futuros companheiros.

Do mesmo modo, dependerá da freqüência vibracional a maior ou a menor sutileza das construções existentes no plano espiritual.

Dentro da lei da relatividade, a existência de matéria nessa outra dimensão é proporcional a noção de cada evolução de consciência. Há relatos de pessoas dessa dimensão fazendo contatos com outros seres de dimensões superiores que se transmutam, se vestem, se caracterizam como querem. Podem se manifestar louros, negros, azuis, de vestes douradas, prateadas, como pássaros, felinos ou sem uma forma qualquer. Eles elaboram e combinam determinados efeitos, como fazem os homens daqui com os seus materiais, ainda que por processos diferentes.

Não sabemos muita coisa

Os ignorantes, menos evoluídos de uma outra dimensão são tão incapazes de explicar a si mesmos os fenômenos a que assistem como os ignorantes da 3D aqui na Terra o são para explicar os efeitos da luz ou da eletricidade.

Quem assistiu o filme “Os OUTROS”, pode ter uma imagem do quadro. Os personagens não sabiam que estavam mortos e ao interagir com os vivos, tinham medo deles e viviam assustados com os fenômenos que atuavam entre eles como portas fechando do nada, pianos tocando sozinhos...Os mortos tinham pavor dos vivos.

A ilusão da morte.

O egoísmo é fruto do medo da morte.
Morte não é o oposto da vida, mas o oposto do nascimento.
Vida é um ciclo, um vórtice. Nascer – morrer. A sobrevivência é o tema dessa dimensão e lutamos para ficar vivos porque acreditamos que a morte é o oposto da vida. Temos medo de morrer por ignorarmos as mudanças.

Por isso mantemos a vida / matéria. Acumulamos bens materiais, títulos acadêmicos, apoderamos de objetos e pessoas como busca de felicidade para nos sentir vivos.

Não quero aqui falar sobre a natureza da palavra morte dando conotação simbólica que conhecemos através das religiões. Quero focar a natureza da experiência Morte num âmbito mais cientifico pautado na nova física.

A física que muitos cientistas torcem o nariz quando se trata de levar a teoria para o Macro ao invés de deixá-la nos porões do microcosmo. A física que veio explicar o conceito como espíritos, reencarnação, energias boas e más, fenômenos até ontem tratados como paranormais – (além do normal), inexplicáveis sobre a visão cartesiana/ newtoniana

A física quântica hoje tem um papel relevante no que diz respeito aos pressupostos da biologia molecular, na neurociência e psicologia transpessoal

Sócrates, filosofo grego, era um médium audiente, ouvia energias que lhe passavam ensinamentos e ele os respeitada. Até Carl Jung tinha muitas conversas com entidades desencarnadas que o auxiliavam na compreensão da psique humana. Não precisamos mencionar Edgar Cayce que dispensa comentários.

Há provas cabais de que a morte física não se extingue com a manifestação da matéria!

A morte é similar ao um sonho. Nada mais é que o total desligamento das sensações físicas – do sistema nervoso que compreende os 5 sentidos.
O que fica são só memórias dessas experiências.

Uma questão curiosa a se ressaltar é que após a experiência de quase morte as pessoas reavaliaram os seus valores, ética e prioridades de vida; tornam-se mais serenos e confiantes, mais presentes em seus contatos, valorizando cada dia que passam aqui.

Elefantes nascidos no circo, desde recém nascidos são mantidos presos a um toco de madeira. Com toda força que ele possa fazer durante todo seu crescimento ele não consegue se soltar e romper as amarras que o prendem. Sua mente com o tempo se condiciona a não mais tentar romper os limites da corda, daquilo que ele pode alcançar, pois seria em vão.

Por não mais tentar se livrar das amarras depois de adulto ele NÂO têm a dimensão da força que possui para mover não só a estaca que o mantém prisioneiro, mas da força descomunal de levar o circo todo abaixo...

Acredito que nossa mente está presa, acorrentada a sensações, idéias e conceitos tolos que nos fizeram acreditar desde pequenos, mas agora somos grandes e fortes e sabemos que podemos romper qualquer coisa que nos detenha...

Aguarde a parte 3

Laura Botelho 

17 comentários:

  1. Oi Luara!!!

    Gostei do:
    "...Eu fugirei com todas as minhas forças!!..."

    Eu também vou com certeza...rss....!!!!

    To aguardando a parte 3...Parabéns, muito bom!!!

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso como sempre Laura querida!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. no arrebatamento ninguem pode ir ou ficar por suas proprias forças.pois hoje nos preparamos e logo logo a recompensa sem força alguma pois quem tem o previlegio de ser chamado hoje ja esta pronto pois jesus nos escolheu des da fundaçao do mundo ,e isto não é para todos mesmo pois só os escolhidos subirao em paz.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Laura novamente!

    Gostaria de mostrar minha profunda gratidão pelo seu trabalho! Muito Obrigado!

    No aguardo da terceira parte! =)

    Paz e Luz sempre para ti, querida

    Hk. Kj.

    ResponderExcluir
  5. Laura., minha querida filha.
    A sua responsabilidade está aumentando diariamente.
    Basta ver o crescente nº e qualidade de seus seguidores.
    A serenidade, coragem e firmeza nas colocações.
    Não há mais tempo para suportar melindres .
    Como você diz, todos aqui estão por algum motivo, pois, o acaso não existe.
    Repetindo o seu pedido: VAMOS ACORDAR PESSOAL.
    Espero em Deus que aproveitem sem demora estes momentos.
    Que as Divinas Energias continuem com você e com todos nós.
    Antonio carlos

    ResponderExcluir
  6. Laura,
    Teu blog realmente se tornou um "vício" bom (será que vício combina com algo positivo???rsrs). Enfim, tenho acompanhado todos os dias e os textos estão cada vez melhores. Uma pergunta (se alguém já a fez, me desculpe, afinal foi a pouco tempo atrás que descobri seu blog): alguma vez já houve a tentativa de criar um encontro dos seguidores da Laura (rsrs) ... êpa, ficou parecendo coisa de igreja, né ... mas não é isto não ... estou percebendo que, tirando alguns "Anônimos" que ainda vivem doutrinados pelas igrejas e que insistem em passar por aqui, a grande maioria do leitores está ou despertada, ou despertando. Não seria legal um encontro? Poderíamos conversar sobre o que temos visto e sentido, trocar mais informações e ainda termos o prazer de um encontro entre amigos. Talvez encontros regionais, pois sei que provavelmente será difícil um encontro geral devido a enormidade que é este nosso país ... mas quem sabe, encontramos regionalmente e estes encontros fortaleceriam um encontro nacional ... que tal, Laura ... alguém ja´pensou nisto? Ou eu tô ficando muito emotivo (hahaha). De qualquer maneira, um grande abraço e continue com o belo trabalho. Aliás, só para registrar, estou em Belo Horizonte, OK!! Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Olá Rodrigo Morais, Luciana, Hk. Kj. e meu mais novo comentarista ANONIMO.

    Obrigada a todos pelas palavras. Dá um frio na barriga quando leio seus depoimentos...Uma coisa muito boa. Fico muito gratificada.

    ANONIMO... eu espero que vc suba em paz e com Jesus. OK? Eu particularmente não desejaria isso a nenhum amigo meu, mas se vc insisti, que seja feita a sua vontade assim na Terra como... sei lá onde vc vai parar...

    laura

    ResponderExcluir
  8. Meu lindo Antonio Carlos.
    vc está me deixando preocupada... rsrsrs
    todo momento me diz que minha "responsabilidade" está aumentando... Antonio, não está nos meus planos salvar a humanidade, OK? rsrsrs.

    Estamos conectados, sem dúvida. Isso é muito bom. Somos uma familia espiritual, um grupo coeso que está na mesma onda quantica, na mesma freqüência vibratória. Boas almas...

    Vamos nos ver sempre. Vamos nos apresentar sem sombra de dúvida já conscientes de quem é quem sem nunca nos tocar.

    Trabalho para isso. Encontrar vcs futuramente com boas energias e rindo de tudo que passamos até esse momento. OK?

    Estamos alcançando os céus, mas não esse que nos falam, um outro tipo de céu. Um céu tão azul e claro que ficaremos sem folego só de apreciar.

    espere e verá.
    bjo grande, meu velho amigo.

    laura

    ResponderExcluir
  9. O início do texto a respeito dos essênios nos pergaminhos de Qunram é bem interessante,
    vou procurar mais sobre. Não conhecia.

    Mas Não entendi bem ainda qual a relação deles com os parágrafos seguintes, a relação com arrebatamento.

    O texto fez um bom paralelo do arrebatamento apocalíptico com um arrebatamento mental...
    (se é que é isso mesmo)
    Também me interessou.

    No fechamento da parte 2...
    principalmente a morte do ponto de vista quântico ou esotérico... Para mim ficou bem exposto.

    Mas não consegui correlacionar morte x arrebatamento.
    Mas afinal morte/arrebatamento, se é isso, na visão de vocês trata-se de uma passagem a uma transcendência mental?

    ResponderExcluir
  10. Olá Rodrigo D!

    lindo seu texto.
    Eu diria que não é um vício, mas uma prática saudável.

    Acordamos, tomamos café, escovamos os dentes, tomamos banho, penteamos o cabelo... visitamos o BLOG da laura...nada demais, coisas básicas do dia a dia. rsrsrs

    Rodrigo D, já pensei em ver todos vcs, sim. Seria uma coisa muito legal. Já pensou fazermos um SIMPÓSIO sobre CONSCIÊNCIA de uma nova era?

    Noooosa seria muito bom!
    Fico imaginando todos se encontrando num mesmo lugar. Gostaria que fosse numa cidade do interior, uma cidade beeeemmm interior. Daquelas que tem uma praça no meio e todos se conhecem pelo nome.

    Um lugar de mata, paradisíaco onde saíssemos à noite para olhar as estrelas e discos voadores, ficar ao redor da fogueira... Que tal?

    Almoço e jantar de fogão à lenha. Banho de rio e longas caminhadas para fazer digestão.

    gente, desculpe, mas eu sou jeca, jeca...
    sou da montanha e isso me faz bem.

    necessito dessas coisas como um pato precisa da água. Se ele não encontrar um lago, tudo bem, mas se achar... viiche... que farra ele vai fazer.

    Se alguém quiser tentar uma coisa nesses moldes - Tô dentro! Nada de Hoteis em centros urbanos, pelo amor dos DEUSES!!

    Pode ser em Minas Gerais - terra que amo de mais. Ô trem bomm. Passei minha infância em São João Nepomuceno/MG - numa fazenda no destrito de Carlos Alves. nessa época - há 40 anos atrás, a fazenda da minha tia era autosustentável. Só via cidade para comprar gasolina para seu carro, recarregar bateria sobressalente do carro, comprar sal e pagar suas contas. Só!

    Tempo bom.

    abração e vamos pensando no assunto.
    laura

    ResponderExcluir
  11. NON escolhido,
    grata por sua participação.

    que bom que vc conseguiu fazer uma parâmetro entre uma coisa e outra.

    Eu gostaria que vc aguardasse as outras partes, pois na internet não dá pra a gente colocar textos looooongos de rolar até os pés.
    o povo não aguenta.

    Por isso tive que dividir.
    Talvez o que vc esteja querendo saber esteja justamente no parte 3. OK?

    Estou "tentando" mostrar as pessoas o sentido de ARREBATAMENTO proposto na Bíblia na minha visão.

    Não se trata de ser essa a verdade ou cientificamente plausivel, mas apenas uma visão muito particular de minha parte depois de muitos estudos e leituras. OK?

    Logo vou publicar a outras parte e as coisas, talvez, façam sentido para vc.

    grata pelo comentário
    lauar

    ResponderExcluir
  12. Oi Laura,

    Concordo com o Rodrigo, seu blog é um vício positivo!

    O texto dispensa comentários né!? E as imagens falam por si só.

    O mais importante é conseguir nos desvencilhar das crenças errôneas que nos foram introduzidas goela abaixo ao longo de milênios.

    As religiões cumpriram bem o seu papel, nos induzindo a acreditar que seremos salvos por Entidades que nem existiram.

    Eu mesma há 2 anos atrás, se numa manhã, olhasse para o céu e visse Jesus me chamando, iria sem questionar. Pobre de mim! Seria enjaulada novamente, porque não tinha conhecimento de tudo que me cerca e do que a religião representa.

    Nunca acreditei numa salvação desse tipo, mas pra mim, seria tentador, se não soubesse o que sei hoje.

    Parabéns pelo trabalho Laura!

    Não vejo a hora da parte 3.

    Beijão amiga

    ResponderExcluir
  13. Bom dia Laura, acabei de te conhecer através de amiga que frequenta habitualmente seu blog. Minha querida, por favor, me esclareça quem são os que vc cita em artigos como "Eles", "Negativos" que nos manipulam com tanta facilidade e nos fazem acreditar ou nos engendram em coisas absurdas?! São ET's, o ego que co-criamos? Aliás, vc tem artigos sobre o Ego? Obrigada, Luz e Paz.
    Kátia Sampaio

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Já nem lembro mais o que estava procurando, mas acabei parando aqui.
    Parabéns pelo site!
    Dica:leiam bastante a Bíblia,mas não com olhos de "misticismo religioso" e assim,poderão perceber que é um livro totalmente cerebral que descreve processos físicos e mentais.Ex: a palavras:céu,reino,arrebatamento às vezes aparecem relacionadas a um estado mental.
    Vejam João 1:1-13;4:24;Romanos 1:16-17; 12;14:17;16:14; Atos 15:8;17:24; Colossenses 3:5-11; 2Coríntios 3:17-18;4:3-5; etc
    "Deus é amor,e quem permanece no amor permanece em união com Deus e Deus em união com ele" (João 5:20)
    Enfim, é só prestar atenção e perceber que,praticamente de parágrafo em parágrafo,Jesus Cristo,profetas,apóstolos...falam em ter amor,paz,alegria,boa consciência;falam tb sobre os ilusionismos que nos cegam.
    Gênesis,Levítico,Jó,Provérbios tb descrevem processos físicos e como nossas emoções atuam sobre o corpo.
    Sobre o Apocalipse:praticamente todos os livros da Bíblia falam sobre isso.
    Não se preocupem com livros que supostamente foram escondidos ou distorcidos, é só prestar atenção e verão que o que está escrito nas Escrituras Sagradas já é o suficiente (pelo menos p/ mim,foi)

    bjs
    Fiquem na paz de Cristo

    ResponderExcluir
  15. p/ Anonimo: infelizmente os evangélicos brasileiros acham que só a sua igreja (de fundo de quintal) é quem será salva (arrebatada). Esquecem que esta bíblia foi em grande parte forjada por monges e escribas (a serviço de quem?)! Pai, Mãe e Filho estão em várias culturas há mais de 5000 anos... basta estudar um pouco e verá. Pergunto: se o Brasil fosse descoberto em parte por Indianos, outra parte Chineses, outra árabes...como seria??? infelizmente só temos a versão católica e isso foi passado de pai para filho... seria muita pretensão achar que Deus seria somente dos brasileiros!!!

    ResponderExcluir
  16. "Os ignorantes, menos evoluídos de uma outra dimensão são tão incapazes de explicar a si mesmos os fenômenos a que assistem como os ignorantes da 3D aqui na Terra o são para explicar os efeitos da luz ou da eletricidade."
    perguntas:
    -Quem são os ignorantes de outra dimensão?
    -Porque vc não deseja que um amigo seu seja arrebatado com Jesus?
    -Qual a vantagem de fazer como vc segundo disse na expressão "...Eu fugirei com todas as minhas forças!!..." ?

    ResponderExcluir
  17. Ola laura , bom , acho que devo me apresentar primeiramente , meu nome é eliabe pires, tenho 16 anos , eu ouvi falar de sua pessoa e decidi pesquisar , ja li alguns posts do seu blog , muito bom ! Li sobre o arrebatamento que a alguns anos era uma questao diferente pra mim , pois desde pequeno fui educado com as doutrinas evangelicas , mais a algum tempo vinha sentindo algo diferente sobre tudo isso , sabe , ha algum tempo venho querendo entender e buscar um conhecimento novo. Vou continuar lendo seus posts , ver algumas palestras.

    ResponderExcluir

Não serão publicados comentários racistas, chauvinistas, sexistas, feministas, flamenguistas, partidaristas ou que enalteça um ditador de bandeira vermelha de qualquer país. Tampouco não serão publicados ataques pessoais entre leitores ou a autora desse blog. Nem pensar publicarei observações ortográficas relativas aos meus erros crassos do Português, pois faz parte do meu show. Anônimos continuarão anônimos, não publicarei. Para ser sincera, não gosto de comentários. Não escreva.
laura botelho

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos