7 de dez. de 2020

Cientista Israelense diz que aliens pediram para não serem revelados nesse momento


Em 2017 na campanha para eleição do 45º. Presidente dos USA - D. Trump alegava revelar a existência dos “aliens” em nossas vidas. Prometeu desvendar os mistérios do espaço que nos abraça...mas como estamos carecas de saber, isso não será tão fácil assim.

Essa "revelação" mundial seria uma mudança tão radical na percepção dos humanos quanto uma quarta guerra mundial, uma pandemia 3 vezes mais abrangente que a peste negra, um tsunami arrasador que cobriria todos os litorais de vários continentes ou um terremoto na escala 9 em Los Angeles/Califórnia...

Como vê... isso não será revelado a TODOS, mas a poucos que já sabem tudo o que precisam saber sobre “eles” e sua gestão no planeta desde sempre.

Curiosamente li semana passada que um EX-chefe do programa de segurança espacial de Israel, o Prof. Haim Eshed que recebeu o Prêmio de Segurança de Israel três vezes, duas vezes por invenções tecnológicas confidenciais revelou a um jornal de grande importância em Israel que os “aliens” não querem que contassem sobre eles agora... o povo não está preparado ainda...

Eshed tem 87 anos, atuou na unidade tecnológica da Divisão de Inteligência do IDF em cargos de pesquisa e desenvolvimento – foi enviado pela Inteligência Militar do IDF para fazer um doutorado em engenharia aeronáutica nos Estados Unidos. Quando voltou, foi nomeado chefe do departamento de pesquisa e desenvolvimento do Corpo de Inteligência de Israel.

Será que esse “especialista” em 

Na edição do Shabat do Yedioth Aharonoth, o jornal de maior circulação de Israel, ele disse:

Se eu tivesse explicado o que estou dizendo hoje, cinco anos atrás, teria sido hospitalizado. Onde quer que eu tenha ido com isso na academia, eles diriam: o homem perdeu a cabeça. Hoje eles já estão falando diferente. Eu não tenho nada a perder. Recebi meus diplomas e prêmios, sou respeitado em universidades no exterior, onde a tendência também está mudando

Os alienígenas não querem anunciar que eles estão aqui, a humanidade ainda não está pronta.

O Prof. Eshed disse a Yedioth, entre outras coisas, que Trump estaria prestes a revelar sobre a presença alien, mas os alienígenas pediram um tempo para que as pessoas se acalmassem primeiro. Eles não querem iniciar uma histeria em massa. Eles querem primeiro nos tornar sãos e “compreensivos” (?).

Prof. Eshed segue afirmando que existe um acordo entre o governo dos EUA e os alienígenas – (o que nunca foi novidade para os que conhecem bem o assunto – sabemos que eles usam humanos para experiências bizarras em troca de novidades tecnológicas para a macacada se divertir - somo seu Smartphone e outros)

Confirma também que existe uma base subterrânea nas profundezas de Marte, onde estão seus representantes e também astronautas americanos.

Nada que a gente também já não saiba há muito tempo. Não é à toa que Elon Musk está com pressa de pousar em Marte antes que tudo fique pior por aqui...

Perceba que as informações estão chegando aos poucos, mas mais aceleradas do que no passado. O que para um lado é bom... mas para outro... é sinal que vem bomba aí, prepare-se.

laura botelho

Ataque as torres gêmeas - 9/11 - "teoria de conspiração" ou evidencias que você nunca quis conhecer?

Passados quase 20 anos do evento que abalou o planeta - ataque ao Word Trade Center em Nova York em 2001 - teve muita comoção mundial, mas pouca ou nenhuma sensatez para entender realmente o que aconteceu.

Foi fácil, uma época em que todas as mídias de TV, rádio e papel eram controladas por grandes companhias e pequenos grupos que controlam a percepção da humanidade - hoje já não conseguem mais esse efeito.

Eles ainda tentam, fato, mas as redes sociais vieram para derrubar esse "cartel de informação enganosa" e oportunista. Hoje temos condições de pesquisa e ter acesso a programas de altíssima qualidade que desnudam qualquer trapaça montada por um técnico em computação da NASA.

Graças aos "teóricos da conspiração" - como eu e muitos outros - que alertamos anos e anos sobre essa manipulação de massa - podemos hoje colher os frutos desse trabalho. Infelizmente muitas vidas foram ceifadas por 'tentar" chegar perto da verdade dos fatos, mas acredito que dificultamos muito a vida 'deles".

Hoje trago um vídeo simples, de produção caseira, daquilo que você nunca quis saber ou investigar sobre "como" eles fizeram isso por séculos, mas que daqui para frente não podem mais - não sem o SEU CONSENTIMENTO !!!

laura botelho

alguns links desse BLOG antigos

Sobre torre gemeas - texto 2014

Farsa do ataque - 9/11 - texto de 2017

5 de dez. de 2020

VACHINA com nanotecnologia

Tipo de vídeo que não posso colocar nas redes sociais... eles vão caça-lo como fazem com todos sobre esse tema = VACHINA.

Entrevista com a Dra. Christiane foi tirada do youtube e outras redes e ao ouvir essa entrevista vc vai entender porque...

Christiane Northrup, MD, é uma pioneira visionária e uma autoridade líder no campo da saúde e bem-estar da mulher, que inclui a unidade de mente, corpo, emoções e espírito. 

Médica OB / GYN certificada pelo conselho, a Dra. Northrup graduou-se na Dartmouth Medical School e concluiu sua residência no Tufts New England Medical Center em Boston. Ela também foi professora clínica assistente de OB / GYN no Maine Medical Center por 20 anos.

O Dr. Northrup sabe que a chave para uma saúde vibrante em todos os níveis está dentro de nós - nossa sabedoria interior. 

Ela diz: “Quando encontramos a conexão entre nossos pensamentos, crenças, saúde física e circunstâncias de vida, descobrimos que estamos no controle de nossas vidas e podemos fazer mudanças profundas. Nada é mais estimulante ou fortalecedor. ”

assista antes que tirem do ar...

laura botelho


 

19 de nov. de 2020

NÃO POSSO COLOCAR O NOME DO VIDEO - ELES VÃO ME BLOQUEAR

Depois do último documentário sobre o vírus no ar – THE PLANDEMIC -  com a médica Judy Mikovits que alertava para a trama entre os especialistas em saúde pública e as empresas de vacinas são cúmplices na criação da pandemia para fins financeiros e outros.

Dra, Mikovits alega que os Estados Unidos e as empresas de vacinas são cúmplices na criação da pandemia do coronavírus e em usá-la para obter lucro e que as ordens para ficar em casa são prejudiciais à saúde humana.

O documentário de um pouco mais de 20 minutos, foi sumariamente retirado de todas as mídias digitais rapidamente, mas a mensagem já havia sido passada para mais de 8 milhões de pessoas que assistiram "Plandemic".

Postei aqui no meu BLOG, mas também eles deletaram o vídeo que baixei.

Esse mês de novembro de 2020 um novo filme originário na França parece que veio para contribuir com a fala da Dra Mikovits e desnudar ou “desmascarar” mais uma “conspiração’ sobre a pandemia COVID-19.

Hold Up que afirma revelar "os erros cometidos pelas mais altas autoridades públicas" na condução do vírus pandêmico foi condenado por Políticos franceses e organizações não governamentais – normal, em se tratando de revelações bombásticas.

Apesar de tudo e de todos, alguns políticos e celebridades francesas promoveram o filme, criticando o governo por suas políticas de saúde durante a pandemia.
Essa foi a chamada na internet para arrecadação de fundos para a produção do filme.

"A pandemia deu origem a intercâmbios contraditórios entre médicos, especialistas, professores, políticos e especialistas, todos orquestrados e alimentados pelo fogo da mídia pesada. Os cientistas se viram desacreditados, principalmente com o caso Lancet. O Conselho Científico, suposto o piloto desta pandemia, é acusado abertamente de incompetência e arrogância, com provas que o justificam. E quanto a nós? O que pensar? O que fazer com todas essas informações? Em quem acreditar? Acreditamos na necessidade urgente de lançar luz objetiva e construtiva que irá destacar todas essas revelações

Hold Up foi lançado em agosto de 2020 por meio de uma campanha, produzido graças a uma doação de recursos on-line no Ulule em tempo recorde, com o objetivo de arrecadar mais de € 180.000 para a produção de quase 3 horas de filmagem - dirigido pelo ex-jornalista Pierre Barnérias e produzido por Christophe Cossé.

O filme nos apresenta um novo ponto de vista sobre todos os aspectos que envolvem essa pandemia global que nos faz refletir que pode sim, haver uma conspiração arquitetada pelas elites mundiais contra a humanidade durante a pandemia.

O produtor Christophe Cossé, descreve o coronavírus como "não mais grave do que outra doença sazonal" e critica uma "ideologia sanitária autoritária" que quer "criar uma sociedade vigiada e submissa".

Cossé ataca o que chama uma "inacreditável e fenomenal manipulação global" e afirma que os membros do Conselho Científico da França são "majoritariamente próximos dos laboratórios farmacêuticos.

As filmagens foram finalizadas em novembro de 2020 onde reuniu além de céticos e teóricos trazendo uma luz aos movimentos não científicos pela França em resposta à crise de saúde em relação ao vírus no ar.

Hold Up já foi removido por outras plataformas de compartilhamento de vídeo, como Vimeo e Dailymotion, enquanto links para o filme também foram bloqueados no Facebook.

Uma versão completa do documentário que permanece online foi assistida mais de 150.000 vezes, enquanto um trailer de Hold Up também permanece visível no Facebook, Twitter e YouTube.

"O sucesso deste filme de conspiração também pode ser explicado pelo fato de ser particularmente bem polido."

Ou... por ter chegado a um momento da história da humanidade que “eles” não conseguem mais manipular tão facilmente como faziam há milênios atrás.

laura botelho

infelizmente O FILME NÃO TEM LEGENDA, ESTÁ EM FRANCES... mas se você entende alguma coisa da língua francesa será frutífero assistir. 
já sabe... vão tirar do ar.

4 de nov. de 2020

Pandemia de ignorância, uma distração para eventos piores...

 

Lockdown: É uma medida imposta pelo Estado que intervém para limitar a circulação da população, o que inclui o fechamento de vias públicas e privados (proibindo deslocamentos).

No final da última era do gelo, nossos ancestrais sofreram uma das catástrofes globais mais letais que ocorreram no curso da história humana por conta disso os que sobreviveram resolveram construir uma mensagem que perdurasse no tempo e fosse entendida pelos descendentes.

Empregando sofisticadas técnicas simbólicas e outras, eles criaram uma mensagem de cápsula do tempo que descreveu a causa celestial deste trágico desastre, alertando-nos de que poderia ocorrer em longos intervalos e chegar à porta da Terra novamente.

Uma dessas formas antigas de nos alertar está sob nossa cabeças na forma de 12 constelações do zodíaco (versão grega / egípcia / babilônica), seu conteúdo informativo foi transmitido oralmente na tradição da astrologia

Certas chaves esotéricas foram entregues a pessoas específicas (evoluídas) para nos ajudar a desbloquear sua mensagem - a Esfinge sendo uma e o Tarô sendo a outra.

Desconhecido para a maioria dos astrólogos, os 12 signos do zodíaco descrevem a ocorrência de uma explosão celestial altamente energética e, por meio de estrelas indicadoras de constelação, indicam que essa explosão se originou no centro de nossa galáxia.

Essa proposta de uma superonda a caminho da Terra é descrita na dissertação atualizada do Dr. LaViolette e em dois de seus livros, Earth Under Fire, publicado pela primeira vez em 1997, e Decoding the Message of the Pulsars, publicado pela primeira vez em 2000

Dr. LaViolette foi o primeiro a alertar o mundo sobre o fenômeno da superonda baseado nessas chaves criptografadas deixadas pelos antigos para as civilizações posteriores.

Em seu livro Earth Under Fire - LaViolette apresenta evidências que mostram que a superonda que passou pelo sistema solar há cerca de 14.200 anos desencadeou explosões de supernova ao se espalhar pela Galáxia.

A maioria das pesquisas sobre quasares e explosões de núcleos emissores de raios cósmicos começou na década de 1960 e mesmo no final da década de 1970 nem todos os astrônomos estavam convencidos de que o núcleo da Via Láctea já havia sofrido explosões de núcleo.

Esta simbologia da Esfinge de Aker permeia o significado da Grande Esfinge de Gizé. A Esfinge, voltada para o leste em direção ao sol nascente, simboliza o portão leste de Aker.

Ao contrário do conceito judaico-cristão de inferno, o submundo não carregava as conotações negativas de um reino onde as almas eram condenadas ao castigo eterno.

Em vez disso, era um domínio onde as almas continuavam sua jornada após a morte com o objetivo de alcançar um estado paradisíaco se conseguissem evitar as armadilhas ao longo do caminho.

Assim como as letras de um alfabeto formam uma palavra quando sequenciadas na ordem adequada, também esses princípios universais, quando sequenciados apropriadamente, relatam uma ciência de como a forma ordenada (em particular matéria e energia) nascem espontaneamente para a existência.

O zodíaco foi desenhado como um criptograma que nos desafia a descobrir como reorganizar a ordem dos signos. O criptograma do zodíaco – como mensagens da cápsula do tempo - informação transmitida ao longo de muitos milênios de uma civilização terrestre para outra tem como objetivo que uma civilização passada se comunique com outras futuras.

Uma mensagem enquadrada em termos de símbolos universais pode ser transmitida de uma cultura para outra, mesmo quando a linguagem da civilização transmissora original há muito tenha sido esquecida e haja uma barreira inerente à comunicação linguística posterior.

O sistema solar tem por um longo período de tempo passando pela borda remanescente da supernova do Estorpo do Pólo Norte, uma nuvem de poeira e gás deixada pela explosão de uma estrela muitos milhões de anos atrás.

Além disso, a maioria dos cometas de longo período que entram no sistema solar fazem parte desse campo de detritos interestelares e estão entrando devido à passagem do Sol por esta zona de detritos.

A presença dessa poeira cósmica é responsável pelo que a Terra tem passado por uma sequência de eras do gelo nos últimos 3 milhões de anos. Por milhões de anos antes dessa época, não tivemos eras glaciais porque não havíamos entrado nessa zona empoeirada.

Os antigos que dominavam os pensamentos de suas épocas como os egípcios, maias, hopis e nativos americanos e de outras culturas, sabiam da ocorrência regular de cataclismos associado a um fenômeno relacionado à precessão, um ciclo de 25.920 anos da Idade final do Ferro e fim do ciclo de 25.920 anos também.

Explosão de raios gama em rota de colisão com a Terra.

No sábado, 17 de outubro de 2020, houve um ENXAME de Explosões de Raios Gama muito grandes e de longa duração detectados e relatados. Uma explosão típica libera tanta energia em poucos segundos quanto o Sol em toda sua vida de 10 bilhões de anos e extremamente raro.

Foi levantada a hipótese de que uma explosão de raios gama na Via Láctea, apontando diretamente para a Terra, poderia causar uma extinção em massa.

Chegada da explosão de raios gama em 2020?

Em 26 de dezembro de 2004, um terremoto de magnitude 9,3 ocorreu no Oceano Índico, na costa de Sumatra, na Malásia foi dez vezes mais forte do que qualquer outro terremoto durante os últimos 25 anos. Ele causou um poderoso tsunami que devastou as regiões costeiras de muitos países, deixando mais de 240.000 mortos ou desaparecidos.

'Squatter Man" - luz de plasma visto e retratado em todo planeta por civilizações anteriores

Essa onda de raios gama vindo em direção a Terra só foi percebida dentro de 44,6 horas depois que os telescópios de raios gama orbitando a Terra se deram conta da chegada da tempestade solar mais brilhante já registrada. 

A explosão mudou temporariamente a forma da ionosfera da Terra, distorcendo a transmissão de sinais de rádio de longo comprimento de onda.

Nesse ano 2020 TODOS OS OBSERVATÓRIOS EM TODO O MUNDO FORAM DESLIGADOS – narra a lenda, que isso ocorreu por conta do vírus... você acredita nisso?

Evento de Nível de Extinção

Nos EUA, houve um recall de UM MILHÃO de reservistas militares a partir de março de 2020 com objetivo de que as tropas seriam necessárias para o golpe COVID-19...

Pela primeira vez, o Departamento de Defesa dos EUA (DoD) testou seu SISTEMA DE ALERTA DE MASSA para pessoas e contratados importantes. 

Na Bíblia, o livro do Apocalipse, fala sobre uma "estrela vindo dos céus" e eliminando 1/3 de todos os humanos - Absinto

O povo Hopi nos alertou que um GRANDE CALOR EM BREVE CAIRÁ SOBRE A HUMANIDADE quando a NUVEM DE PÓ interagir com o sol. Aconselham a todos que tenham um lugar de proteção à medida que entramos nas primeiras fases deste "pulso" do núcleo galáctico que se aproxima.

Temos que desenvolver consciência sobre este fenômeno

Um Sol ativo e o aumento do bombardeio de cometas desencadeado por uma rajada de raios cósmicos galácticos podem ter levado à extinção do mamute cerca de 13 mil anos atrás. Por isso, é necessário desenvolver planos de emergência para implementar medidas que minimizem o impacto de uma supernova nas redes de energia e comunicações. 

Devem ser feitos esforços para desenvolver e implementar geradores de energia elétrica alternativos baseados no usuário, de modo que fábricas, hospitais, escritórios e residentes possam se desconectar da rede elétrica.

Paul LaViolette descreve como ondas imensas de derretimento glacial poderiam ter sido produzidas na superfície da América do Norte e da Europa durante os períodos de calor climático excessivo quando a superfície da camada de gelo estava derretendo em uma taxa acelerada o nível da água subiu.

As ondas das geleiras seriam capazes de explicar o caráter dos depósitos de permafrost encontrados no Alasca e na Sibéria, alguns dos quais são encontrados em altitudes de até 650 metros acima do fundo do vale.

Nas próximas duas décadas, teremos que substituir simultaneamente a geração de energia atual de carvão, gás natural e petróleo por fontes de carbono zero, enquanto dobramos a produção de eletricidade existente usando, novamente, fontes de energia de carbono zero”, de acordo com o estudo.

ELES já pensaram em tudo, só não contaram para vocês...

Essa lacuna de eletricidade que precisa ser preenchida é o objetivo do First Light, bem como das startups de fusão concorrentes financiadas por Jeff Bezos, Bill Gates e Peter Thiel.

ITER (International Thermonuclear Experimental Reactor) é um megaprojeto internacional de engenharia e pesquisa de fusão nuclear , que será o maior experimento de física de plasma de confinamento magnético do mundo .

O objetivo do ITER é demonstrar a viabilidade científica e tecnológica da energia de fusão para uso pacífico, e, posteriormente, para fortalecer a indústria global de fusão nuclear.

O reator de fusão termonuclear ITER foi projetado para criar um plasma de 500 megawatts (térmico) por cerca de 20 minutos, enquanto 50 megawatts de energia térmica são injetados no tokamak, resultando em um ganho de dez vezes na potência de aquecimento do plasma.

Com isso, a máquina visa demonstrar, pela primeira vez em um reator de fusão, o princípio de produzir mais energia térmica do que a utilizada para aquecer o plasma. O projeto em 21 de novembro de 2006, é financiado e executado por 7 entidades membros.

União Europeia, China, Índia, Japão, Rússia, Coréia do Sul e Estados Unidos; no geral, 35 países estão participando do projeto direta ou indiretamente. 

A construção do complexo tokamak ITER começou em 2013 e os custos de construção foram superiores a US $ 14 bilhões em junho de 2015. Supercondutores de nióbio-titânio campo poloidal ímãs, tornando-se o primeiro tokamak com supercondutor toroidal e poloidal ímãs. O preço total de construção e operações deverá ser superior a € 22 bilhões. 

O Departamento de Energia dos EUA estimou os custos totais de construção até 2025, incluindo contribuições em espécie, em US$65 bilhões. Consequentemente, o ITER é considerado o empreendimento científico mais caro da história.

UE, Japão, Federação Russa (substituindo a União Soviética) e Estados Unidos (que optaram por sair do projeto em 1999 e retornaram em 2003), foram unidos nas negociações pela China, Coreia do Sul e Canadá. A Índia tornou-se oficialmente parte do ITER em dezembro de 2005.

28 de junho de 2005, foi oficialmente anunciado que o ITER seria construído na União Europeia, no sul da França. Um reator de fusão nuclear tokamak experimental está sendo construído próximo à instalação Cadarache em Saint-Paul-lès-Durance, na Provença, sul da França. O programa está previsto para durar 30 anos - 10 para construção e 20 de operação. 

A conclusão foi originalmente programada para 2019, mas a construção continuou em 2020. 

Tokamak é uma transliteração da expressão russa que significa “câmara toroidal com bobinas magnéticas” – uma câmara em forma de rosca dentro da qual ocorre a reação de fusão. A nuvem de plasma formada é mais quente que o Sol, e por isso ela precisa ser confinada por forças magnéticas, geradas por gigantescas bobinas eletromagnéticas resfriadas por hélio líquido.

O tokamak, que pretende produzir energia em escala industrial, só deve começar a gerar reações de fusão em 2035.

O sol artificial da China - novo dispositivo HL-2M

O projeto está em execução desde 2006. Duan Xuru, chefe do Southwestern Institute of Physics e parte do projeto, disse que o novo dispositivo atingirá temperaturas acima de 200 milhões de graus Celsius (360 milhões de graus Fahrenheit) Isso é cerca de 13 vezes mais quente que o núcleo do sol.

Cientistas chineses planejam iniciar as operações no dispositivo em breve. Se bem-sucedidos, os cientistas podem atingir o objetivo final de energia de fusão nuclear barata, limpa e quase ilimitada, o que daria a eles o poder total sobre o planeta.

Fim do mundo em 2012 foi um HOAX?

Para quem achou que 2012 apenas mais uma dessas brincadeiras de “fim de mundo” na internet é porque não sabe nada de absolutamente nada. Saiba você que em 23 de julho 2012 ocorreu uma tempestade solar – um evento de ejeção de massa coronal (CME) - extraordinariamente grande e forte que poderia ter nos deixado próximo a realidade de outro filme – “O livro de Eli”....

Não ficamos sabendo da gravidade do evento porque a onda magnética errou a Terra com uma margem de aproximadamente 9 dias. A região que produziu a explosão não foi apontada diretamente para a Terra naquele momento, mas a força da erupção foi comparável ao evento Carrington de 1859... ou seja, tinha tudo para ser o fim de um mundo moderno em alguns minutos, mas ainda não foi dessa vez.

27 de outubro de 2020, a região do Oceano Índico, foi atingida por um pulso de radiação solar que ionizou brevemente o topo da atmosfera da Terra, perturbando a propagação de ondas curtas de rádio. Essa explosão solar veio de uma nova mancha solar (AR2778), que aumentou drasticamente de tamanho durante a noite do dia 26 para o dia 27. A nova mancha solar tem produzido explosões, com intervalo de poucas horas entre uma e outra.

A mancha solar já é quase 8 vezes maior que a Terra e continua crescendo.” Segundo o astrônomo Mohammad Talafha.

Conclusão:

  1. Os governantes mundiais não estão em "atrito" como querem que a gente pense. Isso é para nos desviar atenção. Estão unidos investindo em maneiras de minimizar o impacto iminente para qualquer momento. Enquanto tememos uma guerra de consequência mundial deixamos de observar nossos conflitos interiores.
  2. Para que um SOL artificial? Vamos ficar sem a luz do sol em breve como já aconteceu antes.
  3. Os Senhores do Tempo estão ocupados tentando criar uma fonte de energia para manter muitas almas presas aos seus "black mirror".
  4. Esse veneno no ar (covid19) foi a estratégia encontrada para deixar a manada ocupada e focar em coisas mais supérfluas para sua existência. Mantendo a macacada em casa abastecida por um tempo.
  5. Quando uma onda magnética abraçar a Terra nos deixará na idade das trevas. Sem energia, sem água, sem comida, sem comunicação para encontrar filhos e pessoas queridas num caos sem precedentes.
  6. Teremos terremotos que levarão a Tsunamis devastadores. Meteoros cairão como estrelas do céu.
  7. Furacões varrerão o solo. Um lockdown manterá a ordem por pouco tempo.

Vamos ficar mais atentos aos sinais que os antigos nos deixaram... isso poderá nos ajudar a entender os ciclos e sua matemática.

laura botelho

Aqui deixo links de texto antigos onde eu alertei para tudo isso.  

28 de out. de 2020

A segunda onda de pânico nos levará ao caos social, prepare-se

 Seu tempo acabou.

Tudo que eu havia alertado agora ficará no esquecimento frente ao caos que iremos enfrentar. Fome, guerra urbana, frio e angustia, são temas que eu explorei aqui por anos, mas poucos quiseram me ouvir... acharam que "notícia ruim" não nos leva a nada.

Meu objetivo foi somente o de fazer você se mexer e se preparar para o que virá pela frente. 

O MEDO é seu companheiro - justamente por ignorar os alertas.

Minha próxima postagem vai lhe dar mais uma visão além desta e espero que você faça alguma coisa já!! 

laura botelho

21 de out. de 2020

“Made in China 2025” - em andamento


"Made in China 2025" 
É o título da campanha governamental chinesa, uma política industrial estatal que visa tornar a China dominante na manufatura global de alta tecnologia. É o plano de 10 anos do governo comunista Chinês para atualizar a base de manufatura de seu país, desenvolvendo rapidamente 10 indústrias de alta tecnologia.


O programa visa usar subsídios do governo, mobilizar empresas estatais e buscar a aquisição de propriedade intelectual para alcançar - e então superar - as proezas tecnológicas do Ocidente em indústrias avançadas.

As empresas chinesas, tanto privadas quanto apoiadas pelo Estado, foram incentivadas a investir em empresas estrangeiras, notadamente empresas de semicondutores, para obter acesso a tecnologia avançada.

Os principais são carros elétricos e outros veículos de energia nova, tecnologia da informação (TI) e telecomunicações de última geração, robótica avançada e inteligência artificial - tecnologia agrícola; Engenharia aeroespacial; novos materiais sintéticos; equipamento elétrico avançado; biomedicina emergente; infraestrutura ferroviária de ponta; e engenharia marítima de alta tecnologia. 

O plano se concentra em campos de alta tecnologia, incluindo farmacêutico..

Algumas empresas que foram nomeadas como líderes das principais indústrias mundiais 

1. Baidu (IA, veículos autônomos) 

2. Sinopharm (medicamento) 

3. Alibaba (comércio eletrônico) 

4. Tencent (e-commerce) 

5. Megvii (AI) 

6. DJI (AI, drones) 

7. BAIC (veículos de energia nova) 

8. Geely (veículos de energia nova) 

9. BYD (veículos de energia nova) 

10. SMIC (semicondutores) 

11. Huawei (semicondutores, telecomunicações e eletrônicos de consumo) 

12. BBK Electronics (eletrônicos de consumo) 

13. Xiaomi (eletrônicos de consumo) 

14. Aviation Industry Corporation of China (aeroespacial) 

15. CRRC (ferrovia) 

Esses setores são centrais para a chamada quarta revolução industrial, que se refere à integração de big data, computação em nuvem e outras tecnologias emergentes nas cadeias de fornecimento de manufatura globais. 

O objetivo final de Pequim é reduzir a dependência da China de tecnologia estrangeira e promover os fabricantes chineses de alta tecnologia no mercado global.

Como parte do 13º plano de 5 anos, a China pretende deixar de ser apenas a "fábrica do mundo", que produz bens baratos e de baixa tecnologia, facilitados por custos trabalhistas semi escrava. 

Os objetivos do “Made in China 2025” incluem aumentar o conteúdo doméstico chinês de materiais essenciais para 40% até 2020 e 70% até 2025 - e até 2049 - o centésimo aniversário da República Popular da China - buscará uma posição dominante nos mercados globais. A China comprometeu-se a estimular o potencial de sua competitividade econômica e tecnológica para se tornar uma "potência industrial líder mundial"

Governante Partido Comunista Chinês (PCCh) tem buscado uma economia mista que combina planejamento socialista com elementos de iniciativa privada. 

O valor das aquisições chinesas nos Estados Unidos atingiu o pico em 2016 em mais de US $ 45 bilhões. 

Acordos de transferência cordialmente forçada.
As empresas estrangeiras reclamam que para investir ou fazer negócios na China, elas devem entrar em joint ventures com empresas chinesas sob termos que exigem que elas compartilhem propriedade intelectual sensível e know-how tecnológico avançado

O Pentágono avisou em 2017 que o investimento estatal chinês em empresas norte-americanas que trabalham com software de reconhecimento facial, impressão 3-D, sistemas de realidade virtual e veículos autônomos são uma ameaça, porque esses produtos “confundiram os limites” entre as tecnologias civis e militares. 

De forma mais ampla, os legisladores temem que o modelo estatal da China e sua ambição de controlar cadeias de abastecimento inteiras - por exemplo, a indústria do cobalto, que alimenta a maioria dos eletrônicos modernos - signifique que indústrias inteiras possam ficar sob o controle de um poder geopolítico rival. 

Faz o que eu falo, mas não faz o que eu faço...
Enquanto isso, empresas sediadas nos Estados Unidos, Europa e outros lugares reclamam de uma assimetria na qual a China é livre para investir em países estrangeiros, mas as empresas estrangeiras que vendem e operam na China são altamente restringidas por requisitos de investimento e outras regulamentações. 

Um relatório de 2012 do Comitê de Inteligência da Câmara americana declarou ameaças da Huawei e da ZTE à segurança nacional devido ao potencial de Pequim de usar suas redes para espionagem ou sabotagem, e o departamento de Comércio restringiu sua capacidade de vender seus produtos, contratar agências governamentais e outros operar nos Estados Unidos.

A Austrália é o segundo maior receptor de investimentos da China desde 2007, depois dos Estados Unidos.  A supervisão da Austrália sobre o investimento chinês se intensificou desde 2016, quando Canberra rejeitou as ofertas chinesas para comprar o agronegócio australiano e as operadoras de rede elétrica

A Alemanha é outro caso importante, se tornou o principal destino de investimento da China na Europa. O envolvimento chinês em gigantes industriais alemães, incluindo a Daimler, que está desenvolvendo novas tecnologias de bateria, e Kuka, o maior produtor de robótica do país levou Berlim a pedir um órgão de revisão de investimentos em toda a União Europeia. 

A França também aumentou as restrições ao investimento estrangeiro para impedir o que chama de “pilhagem” de tecnologias sensíveis. No entanto, muitos países europeus menores, como Grécia e Portugal, temem que a restrição de capital externo possa prejudicar seu crescimento econômico.

Uma instalação da Sinopharm (China National Pharmaceutical Group) em Pequim será capaz de produzir 120 milhões de doses por ano, enquanto outra instalação da Sinopharm em Wuhan será capaz de produzir 100 milhões de doses por ano, liderando o desenvolvimento de pelo menos 8 vacinas em diferentes estágios de testes clínicos. 

Em uma atualização de outubro 2020, a Sinopharm disse que pode ter a capacidade de produzir mais de 1 bilhão de doses em 2021. 

O Governador Doria de São Paulo/Brasil, lembrou que a parcerias específicas entre o Estado e grandes empresas chinesas, como a Sinovac, teve início em agosto de 2019. Mesma época em que o Governo de São Paulo inaugurou um escritório comercial em Xangai. 

Humanos X robôs 
Em Weihai, uma cidade de quase 3 milhões de habitantes no extremo leste da China está instalada a SNBC - uma companhia que fabricava caixas eletrônicos num país que trocou o papel-moeda por cartões em smartphones. 

A SNBC, especializou-se na produção de armários automatizados para delivery em condomínios residenciais e edifícios corporativos - em 2019, foram entregues 60 bilhões de encomendas na China, país com o maior e-commerce do mundo,

A fábrica da SNBC em sua linha de produção de apenas 126 metros de extensão tem apenas 6 pessoas por turno na operação de 100 robôs e máquinas automatizadas que dobram, perfuram e cortam a laser chapas de metal para produzir os armários. 

Para a maioria dos 80 humanos que trabalham nesse setor, restam tarefas como o manuseio de matéria-prima e a logística do chão de fábrica. Os compartimentos são acionados por código QR tanto por quem entrega o pacote quanto por quem o recebe

Um Brasil em crise virou xepa e grande oportunidade para os chineses ampliarem seus negócios. Os Chineses planejam desembolsar neste ano mais US$ 20 bilhões na compra de ativos brasileiros - Brasil se transformou no segundo destino de investimentos chinês na área de infraestrutura no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. 

Companhias chinesas estão de olho especialmente nos setores de energia, transportes e agronegócios brasileiros, como China Southern Power Grid, Huaneng, Huadian, Shanghai Eletric, SPIC e Guodian. 

A State Grid, por exemplo, liderou os investimentos no ano passado, com a compra da CPFL; a China Three Gorges arrematou hidrelétricas que pertenciam à estatal Cesp e comprou ativos da Duke Energy; a China Communications Construction Company (CCCC) adquiriu a construtora Concremat; e a Pengxin comprou participação na empresa agrícola Fiagril e na Belagrícola.

Ou seja, um levantamento das consultorias AT Kearney e Dealogic, de 2015 até 2020, os chineses compraram 21 empresas brasileiras, que somaram US$ 21 bilhões.

Vários negócios em andamento poderão ser ainda concluídos, como o da Companhia Shanghai Electric, que estuda assumir projetos de transmissão da Eletrosul, cujos investimentos somam R$ 3,3 bilhões.

Como vemos, o mundo será “feito pela China”. Um planeta nas mãos de comunistas, tudo criteriosamente previsto muito, muito antes de eu nascer (1960). Nada que os livros e filmes antigos não tenham nos avisado.
Blade Runner 1982
Ridley Scott expos grandes caracteres de neon de ideogramas chineses no filme Blade Runner, (passado no ano 2019), retratando uma influência chinesa em toda cidade de Los Angeles. Será que todos sabiam que isso iria acontecer inevitavelmente? Já estava na Agenda? 

laura botelho

Boa película curta e farta de informação. Assista ates que tirem do ar

16 de out. de 2020

Não é asteroide o que está vindo em direção a Terra, é um objeto artificial...


Um objeto artificial descoberto pela pesquisa Pan-STARRS1 no Observatório Haleakala em 17 de setembro de 2020 com uma rota em direção à Terra, foi denominado 2020 SO.

Essa coisa está em uma órbita semelhante à Terra a mais de um ano e está pronto para ser capturado pela gravidade do nosso planeta e permanecerá até maio de 2021.

O objeto misterioso se move muito mais lento do que um asteroide, então eles sugeriram que ele pode ser de origem artificial.

Paul Chodas - diretor do Centro de Estudos de Objetos Próximos à Terra no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA no sul da Califórnia -  descobriu que a órbita do objeto 2020 SO é quase circular em torno do Sol, bastante semelhante à da Terra - incomum para um asteroide.

Durante sua órbita geocêntrica em torno da Terra, 2020 SO fará uma abordagem próxima à Terra em 1 de dezembro de 2020.

Ele também fará outra abordagem próxima – se não se chocar antes - por volta de 2 de fevereiro de 2021.

NASA diz que em vez de uma rocha cósmica, o objeto recém-descoberto parece ser o estágio superior do foguete que impulsionou o Surveyor 2 da NASA para a lua em 1966, uma missão de pouso na lua fracassada que vaga pelo espaço como tantos outros lixos.

A missão em questão foi a Surveyor-2, que devido a uma falha nos propulsores de seu foguete, perdeu o controle e colidiu contra o solo lunar.

O Surveyor 2 foi projetado como uma continuação da missão de grande sucesso Surveyor 1 e foi o segundo de 7 pousadores com a tarefa de coletar dados lunares em preparação para as missões Apollo da NASA.

No entanto, durante sua meta até a lua, um dos três propulsores da espaçonave falhou em acender, jogando a espaçonave em um giro. A espaçonave perdeu o controle e caiu na lua logo a sudeste da cratera Copernicus em 23 de setembro de 1966.

peça que supostamente estaria vindo em nossa direção

O objeto é estimado em um pouco menos de 10 metros de comprimento, incluindo o bico do motor e 3 metros de diâmetro, mas não achei em lugar algum o peso dessa coisa caso caia em solo fértil...

Ele prevê que o objeto passará cerca de quatro meses circulando a Terra assim que for capturado em meados de novembro 2020, antes de voltar a sua própria órbita ao redor do sol em março.

Chodas "duvida" que o objeto vá se chocar contra a Terra - "pelo menos não desta vez."

laura botelho

Veja se faz sentido para você o trajeto dessa "coisa" em direção a Terra...

acelere o vídeo para 4:00 para ver o trajeto simulado

3 de out. de 2020

Voltaremos a uma vida "normal" depois de uma vacinação mundial?


Fox News não é uma referencia de credibilidade, mas o que eles estão alertando está dentro do que a gente sabe e observa, portanto algo está estranho nesse caminho...

O fato é que; "eles" não deixarão as coisas voltarem "ao normal". Com vacina ou sem vacina as coisas tendem a piorar muito. O clima estará cada vez mais agressivo - isso gera o DESASTRE PERFEITO que eles tanto desejam.

As tempestades de energia magnética vindas do sol estarão mais e mais fortes e nos golpearão de jeito a qualquer momento. 

Ontem tivemos uma pequena prova disso. APAGÃO em várias regiões do Estado do Rio de Janeiro e em vários Estados do Brasil. Será que escaparemos dos próximos?

laura botelho

O vídeo está dublado. assista antes que tirem do ar... pois vão tirar.

28 de set. de 2020

Colapsologia - o estudo do colapso das sociedades

 

As borboletas estão voltando e impedindo
as lagartas de comerem as folhas?

 

Nossos cérebros não estão preparados para lidar facilmente com ameaças de longo prazo. Eles são projetados para respostas imediatas de luta ou fuga.

Quando estamos estressados, sem uma ameaça aparente, nosso cérebro mesmo assim injeta hormônios necessários para a resposta (suposta ameaça) do ambiente. Se essa energia derramada em nossa corrente sanguínea não for usada proporcionalmente a necessidade de uma fuga ou luta... um sintoma se fará presente para nos alertar que estamos em perigo INTERNO



"COLAPSOLOGIA"

Adverte sobre o possível colapso de nossas sociedades como as conhecemos. No ensaio dos franceses Pablo Servigne e Raphaël Stevens (2015): Comment tout peut s'effondrer: petit manuel de collapsologie à l'usage des générations pré sentes - Como tudo pode desabar: Um manual para nossos tempos” - criaram um neologismo, essa expressão - "colapsologia" – unindo duas palavras ‘colapso” + ‘logia” = estudo do colapso da civilização moderna (industrial)


Será muito cedo para dizer se é tarde demais?
A negação é um mecanismo de defesa, não conseguimos acreditar na possibilidade de um colapso antes que isso aconteça. Não poderemos evitá-lo, mas podemos nos preparar para ele.

Em 2006, economistas simularam a epidemia de gripe espanhola de 1918 para determinar qual poderia ser seu impacto contemporâneo na economia global naquela época. Eles concluíram uma queda geral de 12,6% no PIB global. A gripe espanhola de 1918 durou pouco mais de dois anos com uma população mundial estimada em apenas 1,8 bilhão de pessoas.

A estimativa recente do Banco Mundial para o impacto da Covid em 2020 com mais de 7 bilhões de pessoas foi de apenas 5,2%... alguém não está nos dando as informações que precisamos.

O estudo do colapso das sociedades é muito mais antigo, baseado na preocupação cotidiana de todas as civilizações - fácil de encontrar esses artigos.

Os colapsologistas acreditam que o colapso da civilização industrial pode ser o resultado de uma combinação de diferentes crises: crise ambiental, energética, econômica, geopolítica, democrática, de saúde e outras.

Numa época em que todos no planeta estão ligados a um aparelho que nos orienta “como” devemos comer, “onde” devemos ir, “quando” devemos nos mexer, redes globais permitem que o efeito borboleta se propague e se ampliem muito mais rapidamente.... é possível observar claramente que se esse “mundo” ficar ‘mudo’ o mundo de muita gente ‘colapsa’, certo? Não precisa ser um profeta do apocalipse...

Mas alguns “mundos” estão se preparando para esse momento.

Países escandinavos (leia-se arianos) há anos estão botando em prática uma nova visão de consumo e se preparando para o impactoNa Suécia, por exemplo, existe a expressão Köpskam – que significa ter vergonha de comprar roupas ou fazer compras. 

Perceba que eles estão anos luz na frente e já se PROGRAMARAM para um evento totalmente previsível. Crianças nas escolas são ensinadas a concertar seus brinquedos, rever seus sapatos, costurar, usar ferramentas para caça e pesca e sobrevivência...

Na Alemanha, crianças frequentam uma escola que funciona ao ar livre e os brinquedos são ferramentas, como facas e fogo. 

São mais de mil em toda a Alemanha conhecidas como WildKinderGarten, uma espécie de “jardim da infância na floresta”. Seja na neve, no calor, na chuva, as crianças e os professores estão sempre ao ar livre. 

Aqui no Brasil há a pedagogia Waldorf, que atua com esse princípio. Pesquise.

Um professor de jardim de infância em uma escola italiana, que tem a mesma proposta, diz que a natureza é uma grande professora, porque estimula a criatividade e encoraja a fazer perguntas. Afinal, o papel da escola deveria ser estimular perguntas, e não dar respostas.

Mas sabemos que muitas perguntas não devem ser respondidas, pois isso gera mudanças de comportamento - tudo que os SENHORES DO TEMPO não querem.

Essas escolas não preparam o aluno para o mercado de trabalho, mas para a vida e a compreensão das suas emoções. Segundo o professor, se uma criança não sabe como controlar a raiva e a ansiedade, dificilmente ela conseguirá êxitos e alegrias em sua vida.

Eu diria mais; essa nova geração precisa aprender a respeitar o grupo, pois quando as coisas ficarem ‘fora de controle”, o êxito da boa sobrevivência será a cooperação, união de grupos afins.


A colapsologia desempenha um papel na conscientização da necessidade de adoção de um novo modelo. A tão alardeada e esperada expressão de “recuperação”, implicaria um retorno a como as coisas eram... isso nunca acontecerá.

Seria sábio a qualquer humano evoluído, projetar uma nova direção que a civilização tomará. Nos próximos anos iremos nos lembrar que COVID-19 foi apenas o relâmpago antes do trovão...

Países que aceitaram tecnologias de rastreamento de contato serão capazes de isolar bolsões de exposição por meio de quarentenas estritas e controle de movimentos evitando grupos 'rebeldes'. Lembre-se disso.

Várias grandes empresas já estão entrando em colapso. Indústrias de imóveis comerciais sofrerão enormes reduções em prédios de escritórios e shopping centers, companhias aéreas e aeroportos. Fora o fato que o petróleo não faz mais caldo como antigamente.

À medida que grandes empregadores (e os estados ou províncias que dependem de suas receitas fiscais) entram em colapso, os governos podem cair.

Com o comércio EUA-China em queda acentuada, uma fragmentação da ordem monetária global é uma possibilidade para a qual todos os países devem se preparar.

A pandemia, a taxa de desemprego e os movimentos pelos direitos civis estão afetando essas sociedades já frágeis. Lembra da mensagem dos 'Cavaleiros do Apocalipse' ? - pestilência, guerra e fome tendem a se seguir mutuamente. 

Nenhum país pode contornar questões globais, incluindo crise de refugiados, mudança climática e pandemia como esta. O desemprego e a instabilidade social podem levar a guerras locais e conflitos geopolíticos

A pior desordem social desde o fim da Segunda Guerra Mundial pode estar ocorrendo, mas sua TV não está lhe mostrando...


De forma mais ampla - se e quando - as restrições pandêmicas à mobilidade trans-fronteiriça desaparecerem - milhões de outras pessoas buscarão escapar das geografias da “zona vermelha” sem cuidados de saúde para se alojar nas “zonas verdes” com melhores cuidados médicos, comida e segurança.

Dentro dos países, a fuga de megalópoles para áreas provinciais mais acessíveis provavelmente se acelerará.

Devemos nos preparar para biorregiões resilientes em pequena escala de apenas alguns milhares de habitantes”, disse Yves Cochet - político francês, membro da Europe Écologie – The Greens

Comunidades hippies surgiram nas décadas de 1970 e 1980 para escapar de um inverno nuclear iminente. Nada aconteceu de tão sério que essa ideia fosse adiante – ao contrário – foi ridicularizada. Mas teremos que rever esse comportamento cedo ou tarde.

O colapso da União Soviética na década de 1990, durante o qual o alcoolismo, homicídio e suicídio de adultos levaram a um declínio maciço na expectativa de vida russa, nos faz alertar para a necessidade de criar uma cultura “positiva” para um próximo colapso.

“Em 2035, a República Francesa, a União Europeia, não existirá”.

“L'Effondrement” – é uma série TV francesa estreada em novembro 2019. Todos os oito episódios duram entre 15 e 20 minutos, com poucos personagens e histórias narradas em um único take estendido.

As histórias se desenrolaram alguns dias depois de uma misteriosa crise da qual não é mencionada, apenas sentida pela população.

Em questão de dias o mundo ficou sem gasolina, sem comida, sem eletricidade que fez com que a França - onde passa a narrativa - (e provavelmente o mundo inteiro) desabasse, mostrando a escalada de horror substituído primeiro pelo “salvem-se” e, finalmente, pela barbárie...

Você me perguntaria: Laura você é uma colapsóloga?

Eu diria com certeza - Sim - sou estudiosa de comportamento humano, lembra?

 

A maioria vê MEDO nas informações e entra no modo negacionista - desejando sua vidinha de antes. Mas há um grupo menor e mais atento que verá apenas mudanças, novas formas de pensar e agir que saberão colher os frutos dessa e de tantas outras informações que deixo aqui.

 

Lembre-se: medo gera hormônios para a preparação fuga ou luta.

Se ficar parado, meu amigo... vai ficar doente. Mexa-se!

laura botelho


Habilidades de sobrevivência para crianças e adultos

Habilidades de sobrevivência para crianças e adultos
click na imagem para saber mais

Vulcões ativos