26 de mar. de 2010

É preciso conhecer seu passado para enfrentar seu futuro.



Cientistas têm explicado o programa de evolução humana através dos anos, com pouca ou nenhuma proposta concreta que nos respondam perguntas como: O que estamos fazendo aqui – ou – qual o sentido da existência?


Uma premissa eles têm em comum atualmentea Instabilidade ambiental pode ter sido um fator não só na formação, adaptações, mas também para a contribuição da extinção de algumas linhagens.

Eles chamam a esse fenômeno de Variabilidade ambiental


Narra a lenda, que a cerca de 700.000 a 640.000 anos atrás, o grau de variação climática global aumentou... Há inúmeras evidencias das mudanças climáticas, físicas e geológicas no planeta que demonstram tal afirmação. Já estão imersos continentes. Há areia no alto das montanhas e fosseis de peixes de água salgada. As montanhas do Himalaia são uma formação recente de pouco mais de 70 milhões de anos, dizem os especialistas.

Algumas adaptações de nossos ancestrais humanos não foram moldadas por um determinado tipo de habitat ou tendência ambiental, mas, e principalmente, pela INSTABILIDADE ambiental.


Instabilidade ambiental é a chave para a evolução 
e importantes adaptações humanas.

Nossos ancestrais não se limitavam a um único tipo de ambiente. 
Eles vagavam pelo planeta a procura de melhor clima, alimentos e condições geográficas favoráveis (água). Isso os forçava a desenvolver ações e habilidades para cada tipo de situação, não se “especializando” em determinado assunto. 

Isso aumentava as suas chances para lidar com uma série de ambientes diferentes e não se adaptando em um ambiente somente.

Isso lhe trás algum pensamento à mente? No caso de uma mudança radical no planeta você saberia fazer algo que não seja o seu serviço na empresa em que trabalha?

Sabe plantar cenouras, alface? Você  sabe rachar lenha, sem moto serra?


Você  sabe arar o solo? Construir uma casa simples com pedras e barro?
Você  sabe tirar água potável do mar? Sabe pescar? Subir em árvores? Escalar uma montanha? Nadar horas? Caçar um animal?

Sabe fazer uma sutura? Imobilizar uma fratura óssea? Reconhece alguma planta e sua função? Identifica se é venenosa ou comestível?

Quantos animais você já abraçou? Já foi mordido por cobra, aranha, peixe? Sabe o que fazer se for atacado por um enxame de abelhas? Veja que não estou nem pensando em um leão, apenas abelhas!

Mudança ambiental em uma direção constante leva a especializações para condições específicas.


Tem muita gente que entende muito de pouca coisa, quando deveriam saber um pouco de tudo. 
A especialização nos torna dependentes de certas estruturas e totalmente vulneráveis as mudanças imprevisíveis.

Evolução se traduz em aprender novos comportamentos. A mente trabalha quando precisa encontrar saídas para um problema.

Infelizmente as escolas ainda estão ensinando a nossas crianças uma formula errada sobre a Evolução das espécies de Darwin.

A evolução não está baseada na questão de "sobrevivência dos mais aptos", mas a sobrevivência dos mais adaptáveis às mudanças do ambiente.

As mudanças climáticas no decorrer da história terrestre incluem o resfriamento, secagem, e as flutuações climáticas ao longo do tempo mais amplo. Algumas mudanças ocorrem em um curto espaço de tempo, ou pode ser cíclico - diário ou sazonal – com variações na quantidade de temperatura, luz e precipitação.

Os terremotos, erupções vulcânicas e incêndios florestais também alteraram a disponibilidade de alimentos, água, abrigo e outros recursos.

A capacidade de adaptação a uma variedade de habitats e ambientes diferentes é uma característica dos seres humanos.

Com tanta mudança as atividades diárias dos antigos ficavam mais complexas a cada dia para manter as exigências da vida, decorrendo a ampliação de seus cérebros que exigia mais e mais conhecimento. 

Com o tempo, esses seres humanos começaram a se reunir em abrigos para comer e socializar, gozando de proteção do ambiente de uma casa das intempéries externas.

Esse período de estabilidade pacata da mãe natureza nos levou a vida social complexa que temos hoje. Fomos nos sentindo mais seguros e alheios as condições e ciclos climáticos e físicos comuns que o ambiente exige – mas nada está parado no Universo e teremos que nos mexer em breve!

Com as mudanças terrestres nossos ancestrais obtinham mais abundancia de alimentos vegetais comestíveis disponíveis durante todo o ano, forçando os a explorar opções de outros alimentos como a carne, caso o clima não fosse favorável a coleta de frutos e sementes.


Os Neandertais são nossos parentes humanos mais próximos de extinção. Há provas, fósseis e material genético indicando que os neandertais e os seres humanos modernos (Homo sapiens) evoluíram de um ancestral comum entre 500.000 e 200.000 anos atrás, narra a lenda.

Enquanto os neandertais e humanos modernos pertencem ao mesmo gênero (Homo) e habitavam as mesmas áreas geográficas na Ásia de 30.000 - 50.000 anos, as evidências fósseis e genéticas indicam que provavelmente "não se cruzaram" e são ramos separados da família humana.

Há informação que durante um período de muito frio o homem moderno (homo sapiens) se espalhou pela Europa. Sua presença pode ter impedido os neandertais de se expandir nessas áreas em busca de alimentos e abrigos levando o número de Neanderthal a diminuir drasticamente a ponto de atingir sua extinção cerca de 28.000 anos atrás.

O Homo sapiens era especialmente capaz de lidar com uma ampla gama de condições climáticas, ambientes quentes e frios, áridos e úmidos, e com todos os tipos de vegetação diferentes, usando ferramentas especializadas.


Seres humanos de hoje representam a única espécie que sobreviveu (?) do que tem sido uma árvore evolutiva diversificada, composto por espécies que apresentaram uma série de adaptações e modos de vida.

A questão aqui é: o quão estaremos preparados para as mudanças que estão ocorrendo? Estaremos preparados para as alterações da paisagem, da atmosfera?

Seremos fortes o bastante para ver nossos entes queridos sucumbirem a essas mudanças? Teremos forças para levar um novo pensamento de uma nova raça adiante?

Esse momento é único e você foi escolhido para estar aqui e agora. Há uma responsabilidade embutida nisso tudo. Talvez a gente não a veja, ou não a queira ver, ou por ignorância ou por questões sociais... mas ela está na sua frente e você pode senti-la, eu sei.

Dia 27 de março de 2010  às 20:30h - para uns poderá ser apenas mais um fim de um dia qualquer, mas para os que estão acordados é um marco decisivo na história de nossa existência.

Um portal vai se abrir. Não um portal físico, mas um portal galático de proporções imensas...
Um momento em que muitas mentes estarão sincronizadas numa mesma freqüência, numa mesma “estação”, no mesmo "dial". E vocês sabem o que o poder de um pensamento é capaz, imagine o poder de milhões e milhões de pessoas desejando num mesmo espaço de tempo!

Medite nessa hora. Eu estarei com todos vocês.
Paz e Equilíbrio

laura botelho

Habilidades de sobrevivência para crianças e adultos

Habilidades de sobrevivência para crianças e adultos
click na imagem para saber mais

Vulcões ativos