Google

Translate my page Google

1 de jul de 2014

Videos - Subversão Ideológica (1984)


"Iludir era meu trabalho" - conta o Ex-agente da KGB, Yuri Alexandrovitch Bezmenov (1939 - 1993), filho de um oficial de alta patente Soviética, ex membro do braço de propaganda elite da KGB, a Agência de Imprensa Novasti. 

Ele participou muito do que é chamado de subversão ideológica nos países alvos da URSS, como acompanhar jornalistas a visitar a União Soviética para se certificar que não descobririam a verdade sobre como era a vida por lá. Quando foi designado para ir para a Índia, e tendo conhecimento de uma outra cultura, ele se desiludiu com o comunismo e desertou, fugindo para o Canadá.

Yuri concedeu esta entrevista para G. Edward Griffin, onde ele conta como os comunistas usaram a propaganda contra seus próprios cidadãos, como ele enganou jornalistas americanos em publicar propaganda soviética, como trabalhadores escravos eram escondidos dos visitantes estrangeiros e como escapou para a oeste, correndo grande perigo de vida. O Vídeo inclui muitas fotografias trazidas com ele em microfilme, no momento da sua fuga.

Minha contruição a esse texto do vídeo está em "20 anos para despertar" -  você vai ligar os os pontinhos rapidinho. Perceba que o cérebro humano pode ser enganado, reprogramado e alienado quantas vezes forem necessários. Os anos passam, mas a estratégia é a mesma. 

Para se manter "acordado" é necessário ampliar a percepção do seu meio, e foi isso que ocorreu na vida desse ex agente russo. Ele teve outras informações que o levou a comparar. O cérebro trabalha com comparação. De uma experiência anterior com uma nova. Mas você não sabe como seu cérebro funciona... por isso cai na armadilha do tempo.

laura botelho

Assista o video antes que tirem do ar. O marco civil da internet já está em vigor e faminto.



Lembrando que manejar o rebanho é algo fácil. O vídeo anterior mostra isso com clareza. Os movimentos das peças no tabuleiro estão sendo feitas, mas a maioria alienada está vidrada na tela de uma TV. Infelizmente quando o circo passar o que restará será apenas uma baita dor de cabeça e um futuro tão instável que você pedirá para nascer de novo, numa outra era, numa outra fase, desse mesmo "jogo"...

Às vésperas da eleição, e em meio a alegria esportiva de ver seu time ganhar, a presidente Dilma Rousseff assinou um decreto - 8243 - que institui a chamada Política Nacional de Participação Social. 

Com isso, órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta devem fazer uma "consulta pública" antes de decidir sobre temas de interesse da sociedade civil. No vídeo, Ives Gandra Martins, jurista e presidente do Conselho Superior de Direito da FecomercioSP, avalia se o texto ataca ou não um dos pilares da democracia brasileira, a igualdade dos cidadãos.








meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos