Google

Translate my page Google

23 de dez de 2015

Video - Anomalia do Atlântico Sul, prepare-se


A "Anomalia do Atlântico Sul" é uma área onde cinturão de radiação de Van Allen se aproxima mais da imersão do interior da Terra – da superfície até uma altitude de 200 km. 

Isto leva a um aumento do fluxo de partículas energéticas nesta região e expõe satélites e redes elétricas e todos os mecanismos eletroeletrônicos que você imaginar. Caso o campo protetor não suporte a violência de uma carga magnética, torra tudo aqui embaixo.



O campo magnético de nosso planeta é vital para a vida.
É um caminho invisível aos olhos humanos, mas sensível para navegação de muitas espécies animais que se orientam e se dirigirem para locais de origem ou para fugirem de mudanças do clima para procriarem seguros, como as abelhas, tartarugas, pássaros, borboletas etc. 

Este casulo nos protege das tempestades magnéticas do espaço, da forte radiação do vento solar, das CMEs violentas do dia a dia.

Mas esse campo magnético da Terra está enfraquecendo ao longo dos últimos 180 anos. E a área que os cientistas chamam de "Anomalia do Atlântico Sul", que fica sobre o Atlântico Sul e o centro da América do Sul, está cada vez mais exposta a eventos de impacto de muita energia vindas do universo...

Já escrevi sobre esse tema em 2010 alertando sobre esses acontecimentos e esse impacto nas nossas vidas.


Passados 5 anos, desde o meu alerta a  nossa sociedade, nada foi feito para minimizar essas possibilidades dramáticas, muito pelo contrário, as pessoas seguiram cantando e se distraindo, enquanto as formigas e os porquinhos trabalhavam...

Não culpo as cigarras, o que tiver que acontecer, irá acontecer. O que diferencia uma situação de transtorno para um problema difícil de resolver, é a capacidade que cada um tem de acumular informação e usá-la no momento apropriado.

Recapitulando:
  • O calor vai aumentar
  • O frio e as chuvas vão aumentar
  • Os ventos e a seca vão aumentar nas áreas da anomalia - veja o mapa
  • Mais abalos sísmicos, mais terremotos, mais vulcões.

Quando as luzes se apagarem, será o caos, o retorno a idade média, sem Whatsapp, meu amigo, por longo tempo...

Quem não entendeu bem essa dinâmica? Um dia você aprende.


laura botelho



meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos