Google

Translate my page Google

27 de abr de 2014

Metano no ar... será um parto doloroso, aguente firme.


O metano queima através de um
buraco no gelo em uma lagoa
acima da Sibéria Oriental Arctic Shelf.
Neste vídeo abaixo, estão pequenos trechos da entrevista de Nick Breeze, numa conferência de Imprensa com Natalia Shakhova Igor Semiletov na União Europeia de Geofísica, em Viena, 2012.

Ambos pesquisadores da Universidade do Alasca em Fairbanks e membros da Academia Russa de Ciências.

O que a cientista Shakhova nos diz não é novidade, mas sim "a maneira como ela nos diz". 

Sua fisiologia é preocupante. Sua voz fica embargada, um sintoma de não poder dizer o que realmente gostaria. Ela escolhe até as palavras. 

O Oriente Siberian Arctic Shelf é uma área rica em metano, que abrange mais de 2 milhões de quilômetros quadrados de fundo do mar no Oceano Ártico. Ele é 3 vezes maior do que os pântanos próximos da Sibéria que foram considerados a principal fonte no Hemisfério Norte do metano atmosférico.

Entenda: o metano é um gás que promove um efeito estufa, mais potente 30 vezes do que o dióxido de carbono tão alardeado pela mídia como o causador das mudanças climáticas, ditas; “geradas pelo homem” – o que não é verdade. Não faz o menor sentido, pesquise.

Essas mudanças estão vindo do espaço,
do universo – das SuperWaves.

São cargas de energia eletromagnéticas que estão atravessando o sistema solar já algum tempo, mas se intensificam a cada ano, já que estamos indo a seu encontro. Elas promovem as mudanças no ambiente – em todas as esferas da evolução dos seres “vivos”.

O metano é um fator importante para a mudança climática global, porque de forma tão eficaz prende o calor na Terra, nos mantendo aquecidos e temperados, mas energias vindas do universo estão desequilibrando todo o sistema que mantinha esse equilíbrio do metano na atmosfera terrestre.

Esse movimento na natureza é caótico como um parto. Precisa de movimentos, de contração e seu oposto, de dor, pânico, desespero, até sua “sublimação”... E a matéria então ganha “vida”, ou um novo programa/script. Temos que nos preparar para essa nova “vida”, recebe-la com informação para seguir o caminho.

O aquecimento está num ciclo continuo de liberação imensa de metano no ar gerado pelo aquecimento interno do planeta = que promove aquecimento global afetando todo o clima – que promove movimentos das placas tectônicas, que promove as atividades vulcânicas - que promove o descongelamento das geleiras – que promove o aumento do nível do mar – que promove mudanças na geografia – que promove mudanças no comportamento dos seres “vivos”.

No leito do mar, o metano é armazenado. Enquanto o permafrost submarino permanece congelado, ele forma uma tampa efetivamente prendendo o metano nas profundezas. No entanto, como o permafrost está derretendo, desenvolve-se furos, que permitem que o metano escape. Estas libertações podem ser maiores e mais abruptas do que aquelas que resultam da decomposição natural dos vegetais no solo.

Em terra, o metano é liberado quando o material orgânico previamente congelado decompõe

Expedições árticas semestrais revelaram que o permafrost submarino na área descongelou muito mais e amplamente do que se pensava anteriormente, em parte devido ao aquecimento da água do fundo do oceano

As coisas estão aceleradas, o que também não é novidade. O novo aqui seria crer que muitas e muitas pessoas estão se preparando para essas dramáticas mudanças. Ficarem cientes que elas serão drásticas e que há necessidade de rever o velho script. 

"Sobreviver", não é a palavra que estou querendo alertar, longe disso. 

Minha intensão é a de levar o SER a despertar do transe, do pensamento: "nada vai acontecer, portanto, não vou mudar nada". 

Chorar e pedir aos deuses ajuda, é o que eles esperam de você, não tenha duvida.

Precisamos rever nossas vidas, rever nossas metas, rever nossos objetivos. Entender que a morte não existe e que se não mudarmos agora, o nosso "mundo" será o mesmo depois e além...

A experiência de mudança se faz aqui. Sua "realidade" começa aqui. O depois... é mais uma armadilha. Fique esperto.

laura botelho

Assista entes que tirem do ar.











meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos