Google

Translate my page Google

25 de jul de 2011

Jonas e a "baleia"



“É a mente que vemos refletida na matéria. O que torna a ciência útil para nós e que nos faz apreciá-la - previsibilidade, objetividade, consistência, generalidade - não existe de fato em alguma realidade externa, independente da consciência. É parte de nossa experiência e interpretação do mundo."
Roger Jones

Pink Floyd - Pulse Cover - Click para aumentar!
Jonas viveu no 7 º século aC e foi um profeta reverenciado pelo igreja cristã, hebraica e islâmica. Sua história serve de metáfora para bom entendimento dos que sabem o que estão lendo, mas para os que não sabem... a coisa fica literal.

De acordo com antigos escritos sobre o tal Jonas, ele foi ordenado por deus para ir até a cidade de Nínive (Babilonia?) para avisar seus habitantes sobre seu mau comportamento. Deus iria castigá-los caso continuassem desobedecendo suas leis.

Deus é um cara justo, ele sempre avisa antes de executar os pobres diabos...

No entanto, Jonas não fez o que deus mandou e foi para outra direção o mais rápido que pôde se escondendo do patrão, desobedecendo totalmente as ordens do “Manda Chuva”. (se é que você me entende...)

Pegou um barco e quando estava em mar aberto uma tempestade maluca o atirou ao mar e o profeta foi engolido por um "peixe grande" onde passou os próximos 3 dias e 3 noites no ventre do bicho.

Dizem às más línguas que o bicho grande foi traduzido como uma “baleia”, mas não é bem assim que a BANDA toca.

Depois que Jonas foi "vomitado" fora do "peixe grande" ele mudou de idéia rapidamente e fez o que o manda "raios e trovoadas” disse antes para fazer.

Outra versão para a “estória”
de “Jonas e a Baleia”


Pink Floyd - A Momentary Lapse of Reason

Um grupo de investigadores independentes no Canadá conhecido como Projeto Chronicle pesquisou, pesquisou e descobriu que a historinha do Jonas, assim como outras tantas, estava mal contada, ou melhor, estava grosseiramente mal traduzida.

Após anos de pesquisa, descobriram um bom sistema para a tradução em hebraico antigo e perceberam que cada letra é na verdade uma palavra completa, e o que se acreditava ser uma palavra, é uma frase como descrição que fornece a definição da palavra.   

Com esta descoberta, cada palavra pode agora ser devidamente definida e como podemos prever, os resultados foram surpreendentes.

Voltando ao contexto da história de Jonas e a Baleia quando ela é traduzida por esse novo mecanismo do Projeto Chronicle, Jonas não é "engolido" por um "peixe grande", mas em vez disso "transportado” para o  "lar no céu"  - acima da Terra, onde foi mostrado ao Profeta Jonas "todas as coisas que foram e todas as coisas que virão."

Muitos dos conceitos que estão nos evangelhos de Mateus não existem na versão hebraica de Mateus, como a frase – “em nome do pai do filho e Espírito Santo”.

No hebraico de Matthews - lhes é dito para batizar em nome do pai apenas. Que pai? deixo essa pra você pesquisar.

Na frase célebre de Jesus a coisa também foi modificada.
“Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos”

A versão em hebraico é interpretada assim:

Mateus 24 - Os líderes da Igreja vão entrar, chamar a atenção para si, para declarar que eles possam manifestar os poderes do ungido, e assim continuará a distorcê-lo.

Traduziram (propositadamente) a palavra hebraica que significa "mulher jovem" para palavra grega que significa "virgem", originando a profecia:

"Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho..."

Por que a mulher jovem tinha que ser virgem para dar “luz” a um filho...? deixo essa pra você pesquisar também.

O que podemos perceber a cada dia é que: de um único original, na época anterior à imprensa, quando livros tais como os Evangelhos foram copiados à mão, todos os escribas, fizeram uma segunda, ou mais interpretações, pequenas "melhorias" intencionais, à mando de alguém, para que a interpretação fosse confusa, metafórica visando unicamente a informação inconsciente – um arquivo do qual um ser que desconhece sua própria identidade não saberia acessá-la.

Em Monte Carmelo, a oeste do Mar da Galiléia, toda extensão através da Palestina é uma área plana às vezes chamada de Planície de Jezreel ou planície de Esdrelon.

Esta área ainda hoje serve como celeiro de Israel. Com vista para a planície está o monte de tamanho razoável em cima do qual sentava uma antiga cidade chamada Megido.

Militarmente, quem controlava essa cidade tinha uma boa visão da área e controlava a planície, e concomitantemente, a maior parte da Palestina.
Historicamente, a maioria das grandes batalhas foi travada em torno deste monte.

A palavra hebraica para "colina" é "har", e este monte em que Megiddo estava assentado era chamado de “Har-Megiddo"- o monte de Megido - que transliterado para o grego é Armaggedon.

A imagem do Armagedon como uma batalha decisiva e, em última análise, como a batalha final de toda a história humana antes da volta do “Senhor”, está para ser reescrita como estamos percebendo.

Há toda uma estratégia visual, mental para que as coisas sejam “materializadas” como foi descrito nos textos antigos.

Acreditamos que somos máquinas gênicas, o que na prática, somos máquinas mêmicas, o que pelo menos - caso tenhamos CONSCIENCIA desse fato - temos o poder de nos revoltar contra nossos criadores.

Em outras palavras, as “verdades” improváveis, mundos inobserváveis ​​que existem simultaneamente com / dentro de nossas próprias vidas, tendem a nos levar para caminhos opostos, caso não tenhamos informação sobre eles.

Ter consciência dessa manipulação já é uma grande evolução!

Muitos tentaram nos alertar sobre as “baleias”, mas sucumbiram na loucura generalizada ou foram tirados do jogo previamente. Um desses seres foi Syd Barrett, fundador do grupo Pink Floyd.

Vocês já se deram conta das mensagens
nas capas de seus álbuns?

Bury the hatchet - 98
"O Som do Pink Floyd" foi contemporâneo dos Rolling Stones.
Estrearam numa sala subterrânea para eventos de nome "The Club UFO" em Londres – o que rapidamente se tornou um refúgio para música “maldita”

Um espaço de curta duração teve a sala UFO nos anos 60, fundada por John Hopkins e Joe Boyd, que também são autores do livro White Bicycles - Making Music In The 1960s – pela EDITORA Serpent's Tail - Tradução = calda da SERPENTE.

UFO, serpents, drogas e rock and roll…

No fim de 1967 e início de 1968 o comportamento de Syd Barrett tornou-se cada vez mais doido e imprevisível, em parte como conseqüência de uso pesado de drogas. Mas será que a “droga” era o tema do seu desconcertante comportamento?

Parte do mito de Syd Barrett vem da premissa de que ele aderiu a uma seita mística oriental de nome Saint Saji que praticava viagem astral para outros planetas.

CLICK na imagem para ver maior
Saint Saji era também praticada na Índia. E o LSD era a porta de entrada para esses “planetas”.

A Saucerful of Secrets - foi o segundo álbum da banda ainda com Syd e pela sua capa já nos dá uma idéia do que o cara sabia... o que para muitos não faz o menor sentido – pura “viagem”, diriam os “especialistas”.

Não vemos aquilo  que não conhecemose o Syd, sabia demais...

Mas se drogas pesadas levavam a um “outro planeta” – ou “mundos”, alguém está patrocinando uma nova estrada para esses lugares...

Bebidas a base de melatoninas que
reagem ao contrário dos Red Bulls

Após quase uma década da explosão de vendas de bebidas energéticas, um novo lote de tônicos de relaxamento é sumariamente lançado no mercado – uma bebida não-alcoólica com nomes como iChill (acalme-se), RelaxZen e DreamWater comercializadas para adolescentes com o pretexto de fazê-los relaxar das diversas atribuições estressantes da vida.

"Eu fui nocauteada", disse Mona Asinovski, de 20 anos, depois de beber DreamWater. "É uma coisa muito poderosa. É fascinante."


"Eu queria ir para a cama e senti os efeitos muito rapidamente - talvez 15 minutos depois de beber", disse MacKinnon. "Senti-me relaxado, e meus olhos começaram a ficar um pouco pesado. Meus músculos se sentiram relaxados e dormir foi muito fácil."

Essas bebidas lançadas em 2008 contem 2 mg de hormônio de melatonina - 20 vezes o que o corpo produz naturalmente.

"A melatonina é um hormônio", alertou o Dr. Charles Czeisler, um especialista em sono da escola médica de Harvard. "Hormônios não devem ser colocados em bebidas, pois a quantidade de pessoas que irão beber periodicamente dependerá de sua sede e vontade, ao invés de ser tomado somente quando necessário, como qualquer outra droga

Melatonina é um hormônio secretado pelo cérebro que é acionado assim que começa a escurecer nos dando a embriagues natural – que nos diz que é hora de dormir”.

Deu pra entender, ou quer que eu desenhe?

PAC - Proletários Armados pelo Comunismo - Proletari Armati per il comunismo -  foi um  grupo armado fundado em 1977 na Inglaterra e dissolveu se três anos mais tarde. O tal terrorista, assassino e combatente do PAC - Cesare Battisti - fazia parte desse grupo.

Você faz idéia do que esse sujeito sabe sobre guerrilhas” urbanas?
Sobre seus participantes na história do comunismos e ditadura no mundo?
Pois é... pense nisso. Ele não está aqui à toa. Veio a serviço.

Temos que ir atrás das “baleias”, pois elas são muitas e são grandes!!!
Se você não as vê, não é porque não existam, apenas você não tem informação sobre elas.

É hora de acordar para ver as BALEIAS!!!!


Liberdade emocional significa aprender
a permanecer centrado em um mundo estressante,
altamente carregado emocionalmente


laura botelho

Time Pink Floyd - Tá na hora de você acordar...

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos