Google

Translate my page Google

5 de ago de 2010

Mudanças de pólo, mudanças de eras, mudanças de consciência...



Mudanças, mudanças. Mas quando 
é que EU me mudo de vez?”


 É só o que ouço falar. Isso para um leigo soa como véspera de uma cirurgia, tudo muito tenso e a ansiedade toma conta, mas para aqueles que sabem que temos que saborear cada momento de nossa passagem por aqui, vê esses movimentos como puro aprendizado. 

Lembre-se :Tudo implica na forma como você vibra.

Você não vai a lugar algum para estabelecer seu espaço uma vez que já está em seu próprio ambiente dimensional. Mas esse é um assunto para outro post. Meu assunto de hoje diz respeito às mudanças físicas, geológicas e climáticas, do nosso Planetinha.

Embora tenhamos sido enganados por um bom tempo sobre os conceitos reais que explicam os padrões climáticos que assolam nossa querida Terra, temos que fortalecer mais e mais as pesquisas nas respostas mais coerentes sobre tudo

O problema anteriormente em nos enganar, é que tínhamos muito pouco recurso para averiguar uma informação que nos era dada. Aceitávamos como sendo líquida e certa. Tínhamos “alguém” para fazer isso por nós. Um mestre, um físico, ou um ambientalista fanático. 

"Pesquisar dá um trabalho... prefiro receber pronto" - e assim segue a humanidade.

Mas hoje isso está facílimo de se confrontar uma notícia. Conseguimos ter acesso em nossa língua a textos árabes, romenos, alemãs, chineses etc. O mundo se tornou pequeno e cabe dentro de uma só gaveta, ou pasta no computador.

A história do “aquecimento global” foi uma delas. Mas ainda sim, muitos de nós marcham pela campanha de “combate ao aquecimento” de maneira tão ferrenha tal qual os que combateram as bruxas no século 16. Falta de conhecimento acompanham esses movimentos.

O mundo está dividido em 3 categorias, segundo Filósofo e educador, Nicholas M. Butler.

Um número muito pequeno produz os acontecimentos;
Um grupo um pouco maior assegura a aplicação desses acontecimentos para ver como elas desenvolvem; E sobra então aquele povinho em número muito maior que nunca sabe (e não procura saber) da onde vieram tais ordens e acontecimentos. 

Essa é a famosa instalação de paradigma, da Matrix em nossas vidas.

325 mil anos passados, no auge de um aquecimento global, a temperatura do planeta e os níveis de CO2 eram superiores ao que são hoje.

Deixando bem claro, o aumento de CO2 produzido na atmosfera pelos humanos não está provocando a elevação da temperatura global

O agente nesse caso é o cíclico natural do Universo que faz com que o aumento da temperatura global faça subir os níveis de CO2 na atmosfera.

As temperaturas globais precedem ou causam alterações globais de CO2, e não o inverso

Não é poluente, como é divulgado pelos “ambientalistas”. Ele é o gás que as plantas necessitam e está provado que quando se dobra a produção de CO2, se dobra também a produção das plantas. Fotossíntese, minha gente!

Os fluxos naturais de CO2 na atmosfera são oriundos dos oceanos, pelas erupções vulcânicas e a vegetação da superfície terrestre, somando-se 200 bilhões de emissões de CO2 por ano na atmosfera.

A poluição humana produzida causa 6 bilhões de CO2 no ar, portanto as emissões humanas representam 3% do problema”. 

Não estou defendendo a bagunça que nós estamos fazemos no ambiente, mas apenas deixando claro que estão nos vendendo carne de rato ao invés de picanha.

Estamos nos sentindo culpados por um futuro catastrófico, um futuro que está matando nossos irmãos em todas as partes do planeta. Esses fenômenos de enchentes, terremotos, furacões, granizos, tsunamis e desgelo não são conseqüências de um fator humano, mas de CICLOS ORBITAIS.

O que esses controladores safados fizeram foi nos vender uma causa, pois sabiam de toda verdade. Sabiam dos ciclos naturais do planeta, dos ciclos do Universo e o que iria acontecer agora!!! 

A partir do poder desse conhecimento ganharam rios de dinheiro, fizeram os “ESCRAVOS” trabalharem dias e noites para dar seu sangue para reverter um evento impossível.



Vocês podem imaginar o tempo que teríamos ganho para trabalhar em prol da segurança de todos, desde o momento que ficamos sabendo sobre os ciclos naturais do Universo (que tanto os Maias nos avisaram) e não fizemos nada para isso?

Esses bastardos do universo estão dando foco ao aquecimento global para desviar a nossa atenção para a real ameaça Global 

o inevitável período Glacial

A Terra está esquentando por ação natural do ciclo da Idade do Gelo, e como os oceanos estavam mais quentes, eles liberam quantidades crescentes de CO2 para a atmosfera. Água fria retém mais CO2

Os oceanos estão aquecendo por fonte da irradiação solar que provoca atividade vulcânica submarina; atividade esta, interposta pela força em declínio do campo geomagnético da Terra.

A "idade do gelo" se refere ao período frio mais recente que culminou no Último Máximo Glacial aproximadamente 20.000 anos atrás, em que extensos mantos de gelo cobriram grande parte da América do Norte e continentes Eurasianos

Glaciais, por outro lado, se referem a fases mais frias dentro de uma idade de gelo com intervalos interglaciais, um prazo que indica que o aquecimento durante 12 mil anos ao longo período Holoceno está chegando ao fim, voltando a Terra às condições Glaciais pelos próximos 100 mil anos.

O período Pleistoceno começou cerca de 1,6 milhões de anos atrás. E isso ainda perdura. Vivemos em uma fase da Idade do Gelo que os geólogos chamam de interglacial: um período de temperaturas mais amenas entre as congelantes!

Durante um interglacial, o gelo recua para os cumes das montanhas e as calotas polares. Mas elas estão apenas dando um descanso para a humanidade. Um período interglacial dura “apenas” 10 a 15 mil anos. Mas um ciclo Glacial... leva 100 mil anos.

O intervalo de descanso da máxima Glacial começou há 12 – 13 mil anos atrás, portanto, estamos na vésperas desse fenômeno a qualquer momento. 

E uma coisa ruim que você deve saber sobre Glaciais é: eles podem começar subitamente, em poucos dias.

Fique ligado em notícias como:
“A temperatura despenca 20, 30 graus de repente”
“Neva em países onde não se esperava como Israel, Marrocos, Egito e sul da China”.
“O frio está insuportável. Idosos e crianças não resistem a ele”
“Rios estão congelando e até oceanos”
“Os animais estão morrendo de frio, as plantas estão morrendo”
“Os níveis de CO2 estão baixando! Se alegram os ambientalistas!”

Sul do BRASIL
Órbita da Terra é uma elipse
A Terra recebe toda a sua energia a partir do sol que é a energia que mantém o planeta quente. Mas a quantidade de energia que a Terra recebe não é sempre a mesma

Mudanças na exposição do sol e mudanças na órbita terrestre afetam a quantidade de energia solar que nos atinge. Uma vez que a energia do Sol atinge o planeta, várias coisas podem acontecer: 

A energia pode:  

Ser absorvida pelo planeta,
Refletida de volta para o espaço, ou
Ficar presa na atmosfera

O eixo da Terra percorre um ciclo completo de precessão aproximadamente a cada 26 mil anos. Ao mesmo tempo, a órbita elíptica gira mais lentamente, levando a um ciclo de 21 mil anos, entre as estações do ano e da órbita.

Reversões magnéticas parecem ocorrer em sincronia com idades de gelo e se correlacionam com a atividade magnética do sol. Quando o Sol está mais ativo magnético, a Terra vive um clima mais quente, e quando o Sol está magneticamente menos ativo, há um período glacial

O Sol apresenta um ciclo de 100.000 anos de atividade magnética que corresponde a idade da história de gelo da Terra, segundo a técnica de magnetostratigraphy, que retira camadas antigas dos sedimentos endurecidos em rochas.

... E tudo isso faz crer que a reversão magnética está para acontecer a qualquer instante.


Essa teoria é de Milutin Milankovitch, que sugere que as eras glaciais correspondem à variações cíclicas de órbita da Terra ao redor do sol. 

Nós sabemos que nos últimos 2.000 anos, a força do campo magnético diminuiu cerca de 50 a 65%. Desses 5% do declínio ocorreu nos últimos 100 anos. E esse declínio, diz os geofísicos, pode ser um prenuncio para uma mudança dos pólos. Uma reversão pode ocorrer em apenas 30 dias.

O pólo irregular pode pular consideravelmente a cada dia, mas migra, em média, cerca de 10 quilômetros para 40 quilômetros a cada ano. O pólo norte magnético é diferente do terrestre ao Pólo Norte, o ponto fixo que marca o eixo de giro do planeta. O pólo magnético está a 966 km (600 milhas) a partir do pólo geográfico.
  
Agora podemos fechar um ciclo de pensamento e ver que os todos os textos antigos como - Hopis, Maya, Nostradamus, Hindus  etc -  tinham apenas uma finalidade – a de nos avisar que o Universo muda, muda ele e muda tudo ao seu redor.

As mudanças climáticas soam como apocalípticas, pois agora sabemos que a coisa não será fácil daqui pra frente e muito menos para os menos esclarecidos que não fazem a menor ideia do que está acontecendo.

A neve desse inverno agirá como um espelho, devolvendo a luz solar de volta para o espaçoComo conseqüência, a Terra não aquecerá novamente como deveria. As temperaturas vão desmoronar no hemisfério norte do globo terrestre. 

Isso poderá durar meses, anos até que a comida se acabe, o combustível se finde. Há previsão de grandes chuvas torrenciais, seguidas de inundações do litoral do nosso Continente.

Tudo soará tal qual a Bíblia nos conta.

Esse movimento de ambientalista que desconhecem toda a informação, tem como crença de que os seres humanos são um "câncer" na Terra e deve ser reduzida ao mínimoRedução de população é uma outra arma dos negativos. Menos gente, mais fácil o controle...

laura botelho



4 comentários:

  1. Laura, fico pensando: se todos nós estivessemos despertos e alertas, ligados nos fatos que estão acontecendo e a acontecer, o que poderia ser feito pela especie humana a nivel de se proteger dos eventos climaticos e outros, já que com a força da natureza não tem correr... já pensou 6 bilhoes de pessoas correndo pra aqui e acola em busca de abrigo, proteção.. não existe morte, apenas mudança vibracional, então... parece que é melhor cada qual no seu canto, esperar, já que parece que não ha abrigo seguro para tanta gente.. meio confuso entender tudo isto... será a separação do joio e do trigo? nova dimensão? ou ha providencias também entendendo o que está escrito na biblia... que o ultimo inimigo a ser vencido é a morte...a morte sera banida, uma epoca de paz harmonia tão implorada por todos, o paraiso recuperado na terra... uff, e muita coisa para arrumar em minha cabeça e o meu ser buscador.... obrigada pelos post que me faz pensar, refletir e buscar respostas.... ate.

    ResponderExcluir
  2. Zero incisivo, mas seu amigo6 de ago de 2010 11:27:00

    Convenhamos que restam poucos episódios para muita trama...

    Entreglacições dentro da uma mega glaciação... vamos atentar.

    E quanto a Nexus? Será que ela chegaria antes dessa possível glaciação súbita?
    E Nibiru? Será que chega antes da Nexus?
    Vamos prestar contas aos Annunakis antes ou depois de um apocalipse?
    E o arrebatamento? serão outros Ets que oferecerão isso?
    Já vamos estar abrigados/desabrigados num contexto de "continentes partidos/submersos" até aí?
    E a 3a guerra quando estoura dá tempo? E quando será a ocasião do anti-cristo?

    "Joãozinho desperto" está prevenido x "Zé povinho desavisado" não sabe o que se passa...
    Afinal qual vai ser a diferença efetiva/prática nesse "em breve" futuro banzé?


    Nos vemos em 2013 com todas essas respostas... Certo?
    até lá...

    ResponderExcluir
  3. Laura querida estamos reaprendendo a saber com voce, suas matérias ótimas, aliás sem muito comentários, é muito gratificante ler e saboreá-las para não perder nenhum capítulo, já tinha visto em algumas mensagens alguns tópicos desta postagem, pois leio muitas e esta de hoje já vai para o meu blog, meus leitores gostam de suas matérias....e eu as divulgo, pois a finalidade do meu blog é divulgar o trabalho de blogs irmãos... como o seu...parabens... continue que estamos de olho...grata....JO

    ResponderExcluir
  4. Laura, e quanto a expressões artísticas que retratam a morte, a dor, a angústia e a perplexidade como os quadros de Edvard Munch? E quanto as bandas de rock que criticam o sistema e as questões existenciais da vida de forma agressiva? Você poderia falar um pouco sobre artistas que têm necessidade de descarregar nas suas obras esses tipos de freqüência/vibração? Digo isto porque sou capaz de escutar Bach e em seguida ouvir Sepultura e Ratos de Porão. Posso me identificar com obras renascentistas mas também gostar de Van Gogh e Francis Bacon.
    Isto causa alguma disfunção energética?
    Sabemos de artistas que sofreram muito para conseguirem se expressar e muitas vezes parece que eles nem queriam fazer o que fizeram, mas sentiram-se impulsionados a fazê-lo.

    Que tipo de arte você recomenda? É possível entrar na quinta dimensão escutando Black Sabbath?

    ResponderExcluir

Não serão publicados comentários racistas, chauvinistas, sexistas, feministas, flamenguistas, partidaristas ou que enalteça um ditador de bandeira vermelha de qualquer país. Tão pouco não serão publicados ataques pessoais entre leitores ou a autora desse blog. Nem pensar publicarei observações ortográficas relativas aos meus erros crassos do Português, pois faz parte do meu show. Anônimos continuarão anônimos, não publicarei. Para ser sincera, não gosto de comentários. Não escreva.
laura botelho

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos