Google

Translate my page Google

8 de set de 2009

Tornados no Brasil?

Central de Meterologia alertava para o risco do registro de temporais nas próximas horas em todas as regiões de Santa Catarina, mas não esperava o tamanho do estrago. Entre a madrugada e o início da manhã de hoje (8/09), as instabilidades no Estado ganharam força de uma frente fria que estava sobre o Rio Grande do Sul, provocando chuva e vento forte em cidades catarinenses. As rajadas se aproximaram dos 100 quilômetros por hora na maioria dos municípios e atingiram 130 km/h em Novo Horizonte, no Oeste, e 120 km/h em Major Vieira, no Planalto Norte. Em Florianópolis, foi registrado vento de até 70 km/h. Nos próximos dias, o mar fica agitado na costa catarinense, com ondas de até dois metros e meio de altura nas praias. A navegação e a prática de esportes náuticos são desaconselhadas. Guaraciaba, no Extremo-Oeste de Santa Catarina, confirmou a morte de quatro pessoas em decorrência dos temporais registrados durante a madrugada desta terça-feira 8 de setembro de 2009 no município. Muita destruição de Casas, galpões, prédios, árvores tombadas. Pelo menos 50 pessoas ficaram feridas na cidade. Segundo o bombeiros as àreas mais atingidas ficam no interior do município. Bombeiros de São Miguel do Oeste e de São José do Cedro, além de socorristas voluntários da região, auxiliam no atendimento das vítimas. Os feridos são encaminhados para hospitais em São Miguel do Oeste e em Garaciaba. Vale do Itajaí, pelo menos 11 municípios tiveram o fornecimento de energia elétrica prejudicado. Também há falta de energia em seis bairros de Joinville. O problema é verificado em Blumenau, Gaspar, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio, Massaranduba, Benedito Novo, Doutor Pedrinho, Apiúna, Ascurra e Indaial. A Defesa Civil Estadual ainda não divulgou a relação completa das cidades que foram atingidas. Esta tempestade teria vindo de Misiones, Argentina perto da fronteira com o Brasil. E a coisa por lá foi mais intensa que por aqui, pelo menos dez pessoas morreram e 51 ficaram feridos na passagem de um tornado pela região na Argentina. De acordo com o diretor de Defesa Civil de Misiones, Ricardo Veselka Corrales, é “a primeira vez que ocorre algo assim” na região. Segundo a imprensa local, nenhum serviço de meteorologia ou especialista tinha previsto a passagem do tornado, cuja velocidade exata dos ventos ainda não foi divulgada. * * *

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não serão publicados comentários racistas, chauvinistas, sexistas, feministas, flamenguistas, partidaristas ou que enalteça um ditador de bandeira vermelha de qualquer país. Tão pouco não serão publicados ataques pessoais entre leitores ou a autora desse blog. Nem pensar publicarei observações ortográficas relativas aos meus erros crassos do Português, pois faz parte do meu show. Anônimos continuarão anônimos, não publicarei. Para ser sincera, não gosto de comentários. Não escreva.
laura botelho

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos