Google

Translate my page Google

16 de out de 2015

Mensagem Alien: "em breve estaremos todos juntos"

"Nossos bebês nascem como larvas, basicamente", 
David Carrier, 
biólogo evolucionista 
da Universidade de Utah

David M. Jacobs, Ph.D. 
é professor associado de História na Universidade de Temple especializado na história e cultura americana do século XX. Completou sua tese de doutorado em 1973 o no campo da história intelectual da Universidade de Wisconsin-Madison sobre a controvérsia sobre objetos voadores não identificados na América

John Anster Fitzgerald
The Stuff that Dreams are made of
1858

Dr. Jacobs começou essa pesquisa nos Estados Unidos em meados da década de 1960, e acumulou mais de 38 anos de dados de pesquisa primária e hipóteses de análise sobre o assunto por mais de 25 anos. Hoje oferece o único curso regular com currículo universitário em UFOs: "UFOs e Sociedade Americana"

Entre seus livros, o de título “A ameaça” (1998), aborda questões importantes sobre abduções, e clarifica duvidas que têm sido objeto de muita especulação nos últimos 50 anos. 

Dr. Jacobs publicou o livro, “UFOs e abduções: Desafiando o Fronteiras do Conhecimento” no ano 2000, com 10 especialistas autores que escrevem sobre o UFO e fenômeno de abdução para a comunidade acadêmica como o público-alvo. Este é um dos poucos livros sobre abduções e OVNIs já publicados por uma editora acadêmica.

Com os colegas Budd Hopkins e John Carpenter, ele deu uma série de workshops para membros da comunidade de saúde mental nos métodos de rapto de hipnose, pesquisa e terapia. Dr. Jacobs é um forte defensor de rigorosa metodologia de pesquisa científica e ética. 

Dr. Jacobs tem feito relatórios desconcertantes sobre os planos de estrangeiros para o futuro da Terra. Ele relata que uma "mudança" está chegando; um futuro onde híbridos Aliens/humanos se misturariam com os demais humanos na vida cotidiana. 

"Em breve estaremos todos juntos, 
todo mundo será feliz e todos saberão o seu lugar 
disseram os alienígenas

Jacobs começou a notar em 2003 que o plano de ação - integração estrangeiro – estava em alta velocidade. A invasão silenciosa e insidiosa já começou. A introdução alien está ocorrendo na vida humana diária com Híbridos vivendo calmamente no seu bairro e em seu local de trabalho. Eles foram treinados para se misturar com a sociedade, e parecer “tão normal” quanto seu vizinho esquisito.

Freqüentemente mulheres são levadas a uma sala cheia de bebês em suportes especiais e são obrigadas a ter contato pele-a-pele com o bebê hibrido e muitas vezes são instruídas a amamentá-los.

A descrição dos bebês é unânime - um cruzamento entre humanos e grays (reptiloides). Os bebês são fleumáticos (como autistas) e não têm as reações dos bebês humanos normais. Muitas vezes os abduzidos pensam que os bebês estão doentes, no entanto, parece que este é o seu estado normal. 

Seres humanos são levados a uma sala especial onde encontram crianças híbridas com idade entre 2 a 10 anos. Como as crianças híbridas crescem, seu contato com os seres humanos se torna mais complexo. 

Os abduzidos são orientados a ensinar a “brincar” com essas crianças, socializá-las e introduzi-las emocionalmente no grupo, como fazemos com nossas crianças ao deixá-las na creche/escola.

Parece que eles têm carência de creches também...

Algumas imagens são projetadas nas mentes dos abduzidos como se o evento estivesse acontecendo na realidade. Estas visões são muitas vezes de eventos cataclísmicos com guerras, explosões atômicas, destruição meteorito, terremotos e assim por diante. 

Embora a razão do conteúdo não seja totalmente compreendido, provas recentes sugeriram que a visualização dessas cenas tem uma importante função neurológica em que o sequestrado realizará alguma atividade quando chegar a hora. Muitos abduzidos relataram que foram treinados para controle de multidões e pacificação, trabalhando ao lado de híbridos que fazem procedimentos de abdução.

Exopolitics
Desde Janeiro de 2009 foi definida como uma disciplina científica nova, um novo paradigma que tem como enfoque os aspectos políticos das interações sociais entre a raça humana e os seres de igual inteligência, mas não-humanos (extraterrestre). Exopolitica estuda os indivíduos-chave, instituições e processos políticos que estão associados com a vida extraterrestre em geral, e sua presença aqui na Terra. 

Exopolítica como definição mais “polida”
É um campo interdisciplinar científico, com suas raízes nas ciências políticas, que centra na investigação, educação e políticas públicas em relação aos atores, instituições e processos, associado com a vida extraterrestre, bem como a vasta gama de implicações que isso acarreta através da defesa pública e paradigmas emergentes.



O Instituto Exopolitics tem como fundador Michael Salla e os ativistas mais proeminentes são Steve BassetEdKomarek, e Scott Jones

O Instituto Exopolitics tem como objetivos:
  • ·         Promover a investigação sobre os principais intervenientes, instituições e processos associados a evidência de uma presença extraterrestre.
  • ·         Promover a consciência e a compreensão de todas as provas relativas a diferentes raças extraterrestres; e seu impacto sobre os processos sociais, econômicos, culturais e políticos.
  • ·         Promover a cooperação pacífica com os extraterrestres que a evidência sugere - alinhadas com o avanço da paz global, capacitação humana, e soberania humana. (?)
  • ·         Preparar a humanidade para a interação aberta com extraterrestres cuja existência é apoiada por evidência credível.
  • ·         Auxiliar na divulgação de tecnologias que a evidência sugere ser de origem extraterrestre.
  • ·         Promover a divulgação pública completa através de uma liberação acelerada de todos os elementos sobre uma presença extraterrestre em termos de história, acordos, tecnologias e atividades.

Fato curioso do mês de setembro 2015
George Bush pai deixou a grande multidão de Jeb Bush e partidários inquietos depois de responder a uma pergunta sobre UFOs por um ativista / jornalista no meio da multidão. O homem que fez a pergunta foi identificado como Adam Guelch, um membro ativo da Mutual UFO Network (MUFON)

O homem perguntou ao velho dragão George Bush (pai); "quando o governo dos EUA iria contar aos americanos a verdade sobre UFOs" E a resposta do ex-presidente e diretor da CIA foi ainda mais surpreendente: 
"Os americanos não podem lidar com a verdade" - e foi brevemente interrompido pelos organizadores do evento... lógico.

A busca intensiva para encontrar os aliens dará início em Janeiro de 2016.
O projeto é ultra mega blast – sem igual – e cobrirá 10 vezes mais do céu do que programas anteriores, sendo 50 vezes mais sensível do que qualquer outro programa existente dedicado a encontrar formas de vida extraterrestre. A pesquisa contará com os melhores astrônomos do mercado e com o físico Steven Hawking


O programa vai incluir uma revisão de cerca de um milhão de estrelas perto da Terra com os telescópios mais complexos do mundo - Observatório Green Bank, em West Virginia/ EUA e Observatório de Parkes em New South Wales,/Austrália para digitalizar a Via Láctea e além.

The Search for Extraterrestrial Intelligence projeto (SETI) teve um impulso $ 100.000.000 no mês passado do bilionário russo Yuri Milner apenas para manter o funcionamento do telescópio Greenbank - maior radiotelescópio dirigível do mundo – que estava sob ameaça de fechamento previsto para 2017, a menos que alguém financiasse sua manutenção, e foi o que ele fez.

Steven Hawking que fará parte desse mega programa adverte sobre o envio de sinais para o cosmos (??), porque algumas “civilizações alienígenas avançadas" (???) podem ter as mesmas características violentas e destrutivas encontradas nos seres humanos. (???)

Isso pra mim não ficou bem claro, pois alguns anos atrás, Hawking disse que seria melhor não fazer contato com civilizações extraterrestres, mas de repente mudou o discurso. Por que diabos vamos entrar em contato, caramba!? Não está meio estranho isso tudo?

Pérolas da mente brilhante – Steven Hawking

"Uma civilização avançada bilhões de anos à frente da nossa, ao ler uma das nossas mensagens pode ser perigoso. Se assim for, essas civilizações super evoluídas e mais poderosas podem nos ver como nós vemos as bactérias."

"Se os Aliens nos visitassem, eu acho que o resultado chegaria perto de quando Cristóvão Colombo desembarcou na América, o que não foi muito bom para os nativos americanos."

Eu acho que a sobrevivência da raça humana depende de sua capacidade para encontrar novas casas em outros lugares do universo, já que o risco de um desastre na Terra está crescendo.”

O que ou quem o fez mudar de ideia? Mente brilhante, mas maquiavélica...
  
Os cucos Midwich” 
é um romance de “ficção”  escrito pelo autor Inglês John Wyndham, publicado em 1957. Um filme baseado nesse texto teve remake por duas vezes - mas com um tílulo que desvia a mensagem do autor - então, foi batizado como Village of the Damned, em 1960 e 1995.

cenas do filme - Village of the Damned, 1985

O resumo da trama é mais ou menos assim:
Há uma fictícia aldeia britânica de nome Midwich, em Winshire. Todos do local caem em sono profundo. Um grupo de socorristas tenta se aproximar da aldeia, mas um paramédico cai inconsciente. Suspeitando de envenenamento por gás, o exército é chamado. Usando de um canário dentro de uma gaiola ao entrar na região afetada fica inconsciente, mas recupera a consciência quando afastado num diâmetro 3,2 km ao redor da aldeia. 

Fotografias aéreas revelam que há um objeto prata no solo, no centro da zona de exclusão criada. Depois de um dia em que o efeito desaparece, juntamente com o tal objeto não identificado, os aldeões acordam, sem efeitos nocivos aparentes. 

Alguns meses depois, os moradores percebem que toda mulher em idade fértil está grávida, com todos os indícios de que as gestações foram causadas durante o período de inconsciência da aldeia.

Quando os 31 meninos e 30 meninas nascem eles parecem normais, exceto por seus incomuns olhos e pele pálida e cabelos prateados. Essas crianças não têm nenhuma das características genéticas de seus pais. 

À medida que crescem, tornam-se cada vez mais evidente que eles são, pelo menos em alguns aspectos, não humanos. Eles possuem habilidades telepáticas e telecinesia, podendo mover objetos com a mente e controlar o pensamento de outras pessoas. 

As crianças passam a ser referidos como capital C. Elas têm duas distintas mentes de grupo: uma para os meninos e outra para as meninas. Seu desenvolvimento físico é acelerado em comparação com a dos seres humanos, ao atingir a idade de 9 anos, eles parecem ter 17 anos.

São vingativos e pouco empáticos.
As crianças se protegem, tanto quanto possível, utilizando uma forma de controle mental. Moradores se unem para tentam queimar a aldeia de Midwich, onde elas vivem, mas as crianças controlam os cérebros dos aldeões fazendo com que ataquem uns aos outros.

As crianças de Midwich ficam cientes da ameaça contra elas e usam o seu poder para impedir qualquer avião de voar sobre a aldeia e explicam que não será possível matá-los a menos que toda a vila seja bombardeada, o que resulta em mortes de civis. Mas um idoso, professor das crianças, que tem apenas algumas semanas de vida devido a um problema cardíaco, se propõe a exterminá-las o mais rápido possível...

Claro, que tia Laura não contará o restante do filme, você terá que buscar essa informação sozinho.

O remake dessa maravlha foi feito em 1995 por John Carpenter na California, estrelado por Christopher Reeve (Super Homem) -  e o curioso é que foi seu ultimo filme antes do acidente que o deixou tetraplégico.

Depois do acidente com seu cavalo ele foi imediatamente levado para o centro médico da Universidade de Virginia, onde ele estava fisicamente vivo, mas segundo os médicos sofreu de “psicose” na UTI. Ele subitamente acordou e disse para sua esposa: "pegue a arma!" "eles estão atrás de nós!" 

O título - “Os cucos Midwich” - faz referência ao pássaro cuco, que espontaneamente deposita seus próprios ovos no ninho de outras aves, na esperança de que eles criem e aumentem sua prole como seus...

Bom fim de semana, e pesquisem bastante, pois temos pouco tempo.

laura botelho

Por que eles querem nos tirar daqui? Pense nisso.

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos