Google

Translate my page Google

7 de nov de 2014

Vivendo em Zanzibar

"Os homens pensam em rebanhos,
enlouquecem em rebanhos,
mas recuperam os sentidos,
um a um." 
Charles Mackay

O “Shigir Idol” é a mais antiga escultura de madeira do planeta Terra.
Shigir Idol - 9.500 anos
datação por radio carbono realizada por GI Zajtseva do Instituto de História da Cultura Material em Saint-Petersburg e confirmada pelo Instituto de Geologia da Academia de Ciências da Rússia em Moscou sugere uma idade de 9.500 anos.

O ídolo foi descoberto em uma profundidade de 4m na turfeira de Shigir, na encosta oriental dos Urais, cerca de 100 km de Yekaterinburg – Russia, tornando-se muitas vezes mais antiga do que as pirâmides do Egito, as pedras de Stonehenge e o próprio dilúvio de Noé

Tudo começou em 24 de janeiro de 1890, quando trabalhadores começaram a cavar numa mina de ouro e encontraram itens incomuns de chifre, osso, madeira, pedra, barro, pontas de flechas e arpões, facas com lâminas de chapas finas de silício, arco, remos, facas com belos ornamentos. Todos eles perfeitamente preservados graças a imersão na turfa - um notável conservante natural. 

E hoje esse ídolo está em exibição no Museu "Exposição Histórica", em Yekaterinburg, Rússia. Professor Mikhail Zhilin, pesquisador da Academia de Ciências da Rússia, explicou:

"Nós estudamos o Ídolo com um sentimento de temor. Esta é uma obra-prima, levando valor emocional gigantesco e força. É uma escultura única, não há nada mais no mundo como este. É muito vivo, e muito complicado ao mesmo tempo. O ornamento é coberto com nada mais que informações criptografadas. As pessoas estavam nos passando conhecimento com a ajuda do Ídolo

A estátua de madeira foi reconstruída por arqueólogos russos, mas, infelizmente, algumas das peças “se perderam” durante as guerras e revoluções na Rússia. Se com todas as peças, teria mais de 5 metros de altura, contendo uma série de símbolos misteriosos

De acordo com a leitura de antropólogos, uma linha reta poderia denotar terra, horizonte, a fronteira entre o céu e a terra, água e céu, a fronteira entre os mundos. Linhas em ziguezague ou ondulado simboliza o elemento aquoso, cobra, lagarto. Além disso, o ziguezague sinaliza também perigo. Cruz, diamante, quadrado, círculo representa o sol ou fogo.

Segundo arqueólogos, aqueles que criaram o ídolo tinham desenvolvimento intelectual avançado, mas um mundo espiritual complicado...

Por falar em símbolos e ídolos estava eu fuxicando terminologia da palavra NAZI por achar algumas “coincidências” com um movimento e outro, e na edição do Etymologisches Wörterbuch der deutschen Sprache (2002) diz que a palavra nazista foi introduzida no sul da Alemanha (supostamente a partir de 1924) entre os adversários do nacional-socialismo, porque o apelido nazistaNaczi (veio do nome próprio Ignatz, forma alemã de Inácio) foi usado coloquialmente para significar "uma pessoa tola, desajeitada ou estranha." 

Ignatz era um nome popular na Áustria católica, e de acordo com uma fonte na Primeira Guerra Mundial nazista era um nome genérico no Império Alemão para os soldados de Áustria-Hungria, um tipo “Zé” - e seu uso como “regime nazista” foi popularizado por exilados alemães no exterior

A partir deles, espalhou-se para outras línguas, eventualmente foi trazido de volta para a Alemanha, depois da guerra. Na URSS, os termos socialistas nacional e nazistas foram proibidos após 1932, provavelmente para evitar qualquer associação gaiata à boa palavra socialista...

O símbolo gráfico NAZI que conhecemos, não veio da abreviação da pronúncia alemã Nationalsozialist. Uma expressão usada pelo “Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei "

Tradução: “Partido Socialista Nacional dos Trabalhadores Alemães” liderado pelo mega vilão Hitler da Silva a partir de 1920. 

Palavras tomam formas e acabam dando movimento a um pensamento. Brincar com palavras é uma arte, e eu adoro.

Fique em Zanzibar
"Stand On Zanzibar" é o titulo do romance muito estranho como tudo nesse planeta, escrito por John Brunner em 1969. O que é estranho neste velho romance? Digamos que ele revela alguns eventos que “coincidem” com eventos políticos, econômicos e tecnológicos dos nossos dias. 

O nome desta ilha é um bom exemplo da “arabização” da costa da África oriental: o seu nome em kiSwahili é "Unguja", mas os árabes a chamavam de “Zanj-Bar”, que significa “costa dos Zanj” ou Costa dos negros (escravos)

O enredo do livro é futurista passado no ano de 2010, o que para leigos sobre muita coisa, poderiam jurar que o cara “profetizou” 45 anos a frente. Outros autores fizeram “previsões do futuro” que acabaram acontecendo, como Julio Verne, por exemplo, e como romances modernos do novo milênio como Cloud Atlas, A Visit from the Goon Squad, ou Gods Without Men, a narrativa segue linhas da estória que convergem num brilhante e inesperado mosaico de vidas passadas e sua relação com um futuro tecnológico.

John Brunner antecipa nesse livro que o mundo terá uma superpopulação e faz uma projeção dessas conseqüências.  No mundo de Zanzibar em 2010 há 7 bilhões de seres humanos se aglomerando na superfície da Terra com toda a histeria de um mundo perigosamente superlotado.

Uma época em que computadores são inteligentes, um mercado massivo de drogas psicodélicas, mas com políticas sociais que marginalizaram o uso do simples tabaco, mas com a maconha descriminalizada; com cientistas que queimam incenso para apaziguar vulcões e documentos gerados em computadores impressos a laser.

Na "ficção" de Brunner, um proeminente professor chamado Sugaiguntung está trabalhando em um projeto para criar super humanos manipulando o DNA de orangotangos.

O terrorismo é uma grande fonte de violência e instabilidade; e atos aleatórios de violência por parte de indivíduos loucos, muitas vezes em escolas, são constantes, sugere o escritor.

Narra que o rival mais poderoso dos EUA não é mais a URSS, mas a China. Entretanto, a competição entre EUA e China agora acontece apenas no campo econômico, comercial e tecnológico e não no campo militar.

Brunner ainda nos anos 60, sugere que os europeus formarão uma união de nações para melhorar suas perspectivas econômicas e influenciar assuntos mundiais. 

E apesar do casamento ainda existir em 2010, a nova geração preferia relações de curto prazo; um estilo de vida homossexual e bissexual aliados a produtos farmacêuticos para melhorar o desempenho sexual (Viagra?) que são amplamente utilizados pela sociedade do futuro.

Muitas décadas de ações afirmativas conduziram negros a posições de poder, mas as tensões raciais ainda existiam na sociedade. Na verdade, a sua visão do ano 2010 inclui um líder popular, um presidente negro de nome Obomi...


Um futuro com uso de veículos movidos a motores elétricos a “todo vapor”. A Honda (que na época de Brunner era apenas uma fabricante de motocicletas) em 2010 já passa a maior fornecedora de carros elétricos, fazendo forte concorrência com a GM.



Aviões disponibilizam sistemas de entretenimento à bordo, com vídeos e canais de notícias disponíveis diretamente em telas na frente de cada assento; Os canais de TV em 2010 eram globalmente transmitidos via satélite; Sistemas On-demand e de streaming que permitiam às pessoas assistirem o que desejavam de acordo com sua necessidade e disponibilidade de horário.

Pessoas utilizam avatares para representarem-se em telas de vídeo — Brunner chama esses avatares - que podiam ter a aparência que desejassem - de "Mr. e Sra Everywhere" - “Senhor e Senhora de qualquer lugar”.

E Israel permanece como o epicentro das tensões no Oriente Médio...

Infelizmente nós brasileiros não temos essa publicação em português, e a leitura em inglês é difícil até mesmo para quem domina a língua, mas se você se arriscar encontrará muito mais “coincidências” que eu não expus aqui.

O sujeito era profeta em 1960 ou tinha mais informação
que os tolos de 45 anos a frente?

O primeiro computador programável elétrico (Colossus) foi “inventado” em 1943. Os primeiros gravadores de vídeo foram inventados em 1951. O primeiro satélite (Sputnik) foi lançado em 1957. A primeira impressora a laser foi inventado pela Xerox em 1969. E Zanzibar também foi a terra natal do cantor e compositor Freddie Mercury, você sabia?

Essa meleca chamada “profecia” é um símbolo que necessita ser cutucado nas profundezas do canal olfativo, pois tem muita coisa que não cheira bem.

Uma suposta carta atribuída a Albert Pike, o "Soberano Pontífice da Maçonaria Universal", para o irmão ilustre Giuseppe Mazzini datada de 15 de agosto de 1871 já previa, ou exigia, a convocação de 3 guerras mundiais.

"Vai ser uma guerra sem precedentes que irá usar armas químicas, nucleares e destruir o Hemisfério Norte. A ordem mundial será completamente mudada. China irá emergir como a primeira potência mundial"

"A Segunda Guerra Mundial deve ser fomentada, aproveitando as diferenças entre os fascistas e os sionistas políticos. Esta guerra deve ser provocada a fim de que o nazismo seja destruído e que o sionismo político seja forte o suficiente para instituir um Estado soberano de Israel na Palestina. Durante a Segunda Guerra Mundial, o comunismo internacional deve tornar-se forte o suficiente para equilibrar a cristandade, o que seria então contido e mantido sob controle até o momento em que iria precisar dele para o cataclismo social, final.
  
[Le Diable au XIXème Siècle] O Diabo no século 19, pelo Dr. Bataille, Volume 2, Capítulo XXXV, páginas 594-606.

"Vamos desencadear os niilistas e ateístas, e vamos provocar um cataclismo formidável social, que, em todo o seu horror mostrará claramente para as nações o efeito do ateísmo absoluto, origem da selvageria e da turbulência mais sangrenta. Em seguida, em todos os lugares, os cidadãos, obrigados a defender-se contra a minoria mundial dos revolucionários, exterminará esses destruidores da civilização, e a multidão, desiludida com o cristianismo, cujos espíritos deístas estarão a partir daquele momento sem bússola, ansiosas por um ideal, mas sem saber para onde proferirá a sua adoração, receberão a verdadeira luz por meio da manifestação universal da pura doutrina de Lúcifer, finalmente, na vista do público, uma manifestação que resultará do movimento reacionário geral que seguirá a destruição do cristianismo e do ateísmo, ambos conquistados e exterminados ao mesmo tempo".
(1896 - Le Diable au XIXème Siècle [O Diabo no século 19]).

Entre alguns “profetas” como Ed Dames, Baba VANGA, Albert Pike, Nicolaas van Rensburg, todos concordam - O ultimo Presidente é Negro.

Percebeu como tudo está sendo orientado a realização das “profecias”?
Mas temos escolhas. Ou enfrentamos nossos medos e mudamos o final desse livro ou... Continuaremos vivendo Zanzibar.

laura botelho

Essa é pra vc que vive, e com certeza morrerá em Zanziber por mil anos...



meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos