Google

Translate my page Google

4 de out de 2017

Duas maneiras de ouvir tiros em Las Vegas



Eu não me precipitei em escrever sobre esse grandioso "evento" em Las Vegas ocorrido no domingo passado, por experiência de outros eventos como esse, temos que deixar a "fumaça" baixar para poder ver o que está por trás de tudo isso. 

Não deu outra. Já temos zilhões de videos e depoimentos de pessoas que afirmam que esse ataque ao povo americano no dia do Show foi mais um "False flag".

2016 - Síria apela à ONU medidas depois dos ataques aéreos de
franceses e americanos que mataram mais de 140 civis
Operação de bandeira falsa (False flag) são conduzidas por governos, corporações e indivíduos que aparentam ser realizadas pelo inimigo de modo a tirar partido das consequências resultantes.



A expressão é usada no meio militar tanto em tempos de guerra como em tempo de paz. O importante é que a estratégia gera um resultado caótico na mente humana de maneira a provocar reações de indignação, perplexidade e ódio - emoções fortes que movem comportamentos direcionados a resolução do problema provocado, que nem sempre existe de maneira clara.

Para que essa bandeira falsa tenha resultados práticos são escolhidos a dedo um agente provocador - que pode ser uma pessoa empregada secretamente ou sem noção alguma de que está sendo usado por um determinado grupo para incentivar membros do grupo-alvo a cometer ou ser associado a atos ilícitos, atos radicais em nome do grupo.

Esse agente é levado a provocar agitação, violência, debate, controvérsia ou descrédito a fim de justificar o uso de força armada, invasão, prisão, movimento de muitas formas e maneiras que não podemos avaliar a curto prazo.

Alguns casos clássicos de falsa bandeira:

Em 1931, o Incidente de Mukden (também chamado Incidente da Manchúria) foi um incidente provocado deliberadamente por militares japoneses e utilizado como pretexto para a invasão e anexação japonesa da Manchúria.

Em 1933, o prédio do Reichstag foi incendiado, supostamente por um ativista comunista chamado Marinus van der Lubbe. Adolf Hitler usou o incêndio como desculpa para aprovar a Lei de Concessão de Plenos Poderes, acumulando toda a autoridade do governo em suas mãos. 

Em 1953, a operação Ajax, foi orquestrada pela Grã-Bretanha para derrubar o regime democraticamente eleito do líder Iraniano Mohammed Mosaddeq. 

Em 1954, Israel patrocinou uma operação contra os interesses dos Estados Unidos e Grã-Bretanha no Cairo, com o objectivo de provocar problemas entre o Egito e o Ocidente. 

Atentado do Riocentro (Brasil) - um frustrado ataque a bomba que seria feito no Pavilhão Rio centro, no Rio de Janeiro, na noite de 30 de abril de 1981, por volta das 21 horas, quando ali se realizava um show comemorativo do Dia do Trabalhador, durante o período da ditadura militar no Brasil.

9/11 - Ataque as Torres Gemeas - Todos os aviões foram carbonizados nos ataques, mas os documentos dos terroristas foram salvos para reconhecimento da CIA. Motivo do False Flag: invadir o Oriente médio para chegar a esse ponto em que estamos = caos humanitário.

Pensilvânia - Ziad Jarrah e  Saeed al-Ghamdi passaport 
dos 
sequestradores
 do United Airlines Flight 93 - 9/11
O acidente do quarto avião perto de Shanksville também produziu um passaporte que, apesar de queimado, ainda possibilitou ler o primeiro nome e sobrenome da pessoa e ver sua foto de identificação. 

O diabo é que a tal explosão do impacto do avião ao solo deixou apenas uma cratera, não havia nada, nenhuma parte do avião ou das pessoas que viajam nele, apenas esse passaporte parcialmente queimado.



Existe um padrão? Pode ter ceteza
Na maioria dos casos, o suposto suspeito era velho conhecido das autoridades.
Os papéis de identificação do suspeito são muitas vezes "abandonados" para trás (mania de bandido levar documentos pro trabalho) descobertos pela polícia na sequência de um ataque terrorista.
Os suspeitos estão sem exceção ligados a uma entidade afiliada à rede Al Qaeda
Nenhum desses suspeitos de terror sobrevive - homens mortos não falam - e quando sobrevivem, por "falha técnica", nunca vão a público, nunca dão entrevistas, são isolados em uma prisão perpétua.

O Estado Islâmico (ISIS / ISIL) declarou que foi responsável pelos últimos ataques em Paris, assim como a Al-Qaeda, que também assumiu a responsabilidade pelo 9/11.

Janeiro de 2015 
A polícia encontrou a identificação de Said Kouachi na cena do tiroteio de Charlie Hebdo

Paris, Bataclan, novembro de 2015
Passaportes sírios e egípcios de dois dos terroristas suicidas que se explodiram foram encontrados no local do ataque do estádio na parte norte da cidade. 



No caso dos trágicos acontecimentos em um show na arena Manchester ainda esse ano, o cartão bancário do suposto homem-bomba, Salman Abedi, foi encontrado no bolso na sequência da explosão. 



Durante a festa do feriado nacional francês, na cidade de NICE, um caminhão atropelou uma multidão que estava assistindo aos fogos de artifício ao longo do boulevard mediterrâneo Anglais. O jovem motorista de 31 anos foi identificado como em casos anteriores, a "coincidência" é que seus documentos de identidade foram encontrados no caminhão...



Um idoso, aposentado de 64 anos, cheio da grana, que adorava um joguinho de passatempo, sem nenhuma formação em armas de grosso calibre, foi capaz de manejar um sistema de armas complexas sustentando um ataque por 10 minutos e correndo de um lado pro outro do prédio... Pra matar gente por esporte? 

Claro, o escritório do Estado Islâmico já se manifestou dizendo que esse ataque era mais uma de suas produções. Ponham os créditos no final.

Você acredita nisso? Sabemos como eles escolhem "suas vítimas". Pesquisam o passado da pessoa, suas falhas de carater, problemas emocionais e usam isso como álibi para introduzir o personagem ao local do crime. 

Não vou me alongar nesse texto porque os fatos falam por si. Se alguém tiver curiosidade e capacidade de investigação, verá que a manipulação de massa é algo fácil de fazer, pois ninguém questiona nada.

O importante que quero deixar aqui é que teremos muitos eventos como esse ano após ano. Matança atrás de matança apoiada por falsas bandeiras. Muito noticiário focando numa mão, para que NÃO vejamos o movimento da outra.

Fique atento e não se deixe enganar. Ouça, observe e avalie com cautela os acontecimentos daqui em diante. O objetivo deles é de mover as pessoas para onde querem... A próxima jogada virá.

laura botelho

Veja esse vídeo antes que tirem do ar. Atirador foi visto vivo depois dos tiros 

meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos