Google

Translate my page Google

30 de out de 2014

Seja o que os deuses quiserem...


Eu realmente não sei mais o que dizer, manifestar, demonstrar ou desenhar a todos que acompanham meus textos e pensamentos. 


Quem acompanha minhas postagens percebe que esse espaço (esse BLOG) tem como tema principal abordar assuntos de caráter manipuladores. Faço uso do meu conhecimento sobre PNL (apenas como uma entre tantas ferramentas que uso) para mostrar a todos vocês "como" somos enganos pelo ambiente. 

Nesse espaço eu falo sobre a manipulação dos deuses em criar conflito em todos os âmbitos, seja no menor núcleo social - na célula família - seja no maior núcleo social - a comunidade humana.

Os deuses agem com inteligencia para não nos perder de vista, pois sabem que somos livres para fazer escolhas - livre arbítrio - que está "cientificamente" demonstrado através da Física Quântica, onde aponta de forma clara e convincente que, o que vemos e sentimos, são PROGRAMAS, bits de informação que são traduzidos pelo cérebro (pela máquina orgânica) em ação.

Essa tradução da informação recebida, seja através das células (DNA) passadas de geração a geração, seja de maneira simples através da cópia do ambiente, está atrelada a capacidade individual de observação do Ser em questão. Cada um entenderá de maneira muito pessoal aquilo que está sentindo, capitando, observando.

Qual silhueta é a maior? 
Resposta na próxima postagem

Portanto, a "realidade" que vivemos não existe! São imagens (informações) holográficas recebidas pelo cérebro para transforma-las em "um mundo" particular.

Os deuses conhecem mais nosso cérebro do que nós mesmo, claro, foram eles que nos aprisionaram nesse "casulo" de carbono. Sabem também que não podem controlar nossa alma/mente quando estamos cientes do engano produzido pelo ambiente. Sabem que oportunamente podemos criar o nosso próprio "mundo" onde "eles" não podem agir sem nossa autorização

Os deuses estão com pressa, pois o portal para que essas "almas" [energias] fujam, escapem, se abriu há mais de 20 anos atrás quando a WEB foi inventada unificando a informação a TODOS os seres e não a um grupo dominador como antes, e isso estraga sobremaneira o potencial de dominação, pois assim como eles, através da internet nos tornamos "onipresentes" [estamos em todas a partes] "onisciente" [sabemos de tudo] e com isso ganhamos a consciência e "onipotência" [poder sem limite], mas ainda não sabemos disso...


Acredito que "seres" de elevada energia nos deram essa "arma" para nos defender da manipulação. Mas esses mesmos "seres" sabem que NÃO TÊM o direito de manipular a cada ser humano com palavras (símbolos) a entender o "como" eles fazem isso conosco.  Essa descoberta terá que partir de nós mesmo. 

No máximo, esses seres acreditaram que estávamos em desvantagem, e nos deram ferramentas para que CADA um de NÓS - em grau maior ou menor de evolução - possa ser "despertado" pelo estado da INTUIÇÃO, um estágio consciente de percepção dimensional.

Essa "intuição" é despertada através de muita informação sobre TUDO e não apenas sobre um ou outro tema de nossa escolha. Os links/ elos - precisam ser feitos para que o que estamos "experimentando" possa ser modificado. E quando isso acontece o MUNDO muda. 

Você pode achar que não é isso que acontece lá fora, pois mais e mais pessoas estão sendo levadas a violentas mortes mesmo com "informação privilegiada". Mas o que você também não percebe é que a partir do instante que você tem a "consciência" sobre essa manipulação e percebe REALMENTE como ela age... você pode ser morto - já que é um trajeto natural dessa dimensão - mas não será JAMAIS preso novamente!!!! Você está livre!!! Está fora do jogo!!!

Onipresença e Onisciência
Tudo que você sabe aqui e agora irá com você na sua mente/energia. A memória não está no cérebro!!! A memória está em cada átomo/célula do seu ser!!! Você precisa pesquisar isso!!!

Bom... meu "mundo" está em paz, estou bem, não tenho nenhum problema com esse governo ou com qualquer outro que entre, pois sou livre para fazer minhas escolhas e isso está bem claro na minha célula. 

Mas quando abri esse BLOG e outros há mais de 5 anos atrás eu sabia que o nosso "mundo" sofreria uma reviravolta em todos os sentidos e sabedora dessas mudanças quis alertar aos que estavam sintonizados comigo para ampliar a informação da onda de energia que nos banha nesse momento. Eu tinha um desejo em mente, usar esses canais (paginas na internet) para ajudar a tantos outros a despertar desse transe vibracional e encontrar a paz  (ausência de medo) que eu descobri. 

Muita pretensão da minha parte? Pode ser... sou uma boba romântica, adoro finais felizes.

Faz sentido eu falar de "conspiração mundial" e não alertar a TODOS sobre o que está ocorrendo bem debaixo do nosso nariz? Ignorar, banalizar esse momento tão importante que afeta a vida de zilhões de pessoas me parece estranho, sem cabimento, incoerente com tudo que já postei aqui.

Me "apedrejaram" por eu apoiar o candidato adversário do PT como se eu achasse realmente que ele fosse um sujeito idôneo para receber essa responsabilidade de gerir o país, quando ele não é!!! 
Nesse link - tem postagem minha falando sobre a falha de caráter do senador. 

Os que me "condenaram" por isso estão alienados sobre a importância de fazer uma escolha rápida para sessar, quebrar esse padrão dessa hipnose, desse movimento doentio que já se instalou no país... o que infelizmente muitos já caíram na armadilha. 

Não vejo necessidade de me alongar sobre esse assunto, acredito que as coisas tinham que ser dessa maneira para que os "indecisos" pudessem VER, SENTIR, EXPERIMENTAR aquilo que não estão percebendo. A evolução é individual, mas ela afeta o ambiente/Campo e o desdobramento dessa experiência será sentida na pele. 

Da minha parte ofereço aqui mais informação sobre o que está ocorrendo, e irá ocorrer, se não mudarmos a "imagem" que estamos vendo de dentro para fora e não da imagem de fora pra dentro. Não precisa de luta armada, não precisa despertar ódio, rancor sobre os que não estão acompanhando o movimento, apenas abarrota-los de informação - abrindo assim um leque para que eles possam fazer a escolha mais lúcida. 

Como SEMPRE ressalto: não julgue a informação apenas pelo mensageiro. Ouça, leia e faça uma pesquisa profunda sobre aquilo que você ficou em dúvida. Quando deixamos de pesquisar, buscar novas informações sobre aquilo que nos "adoece", é sinal que o sintoma está apenas nos alertando = muda, muda.

Se você não quer mudar e acredita que está certo no que escolheu para sua vida, eu respeito, e seja o que deus quiser - mas saiba que quando ele quer, ele consegue, mas ainda sim somente com seu consentimento...

laura botelho

Apenas ouça e julgue depois do final do video.



O que o velho bode está querendo nos dizer votando em Aécio?  




29 de out de 2014

As muitas mascaras de todos os santos


Spin doctors - é um "expert”, um especialista contratado para fazer melhorias ou dar conselhos de comunicação. Trabalha para campanhas políticas para criar estratégias de imagem (o cérebro é programado por imagens), uma aparente política mais adequada para apresentação nos meios de comunicação com objetivo de orientar a opinião pública, seja para assegurar apoio eleitoral ou para alcançar um consenso sobre o seu mandato político, criando assim a ENGENHARIA DO CONSENTIMENTO.

Com a introdução da teia global - WEB – na internet, blogs e redes sociais ajudaram a coibir, dificultar o total domínio dos “spin doctors” – dando mais trabalho a eles. O pensamento de maneira digital viajou, atravessou fronteiras, abraçou o planeta compartilhando ideias e ampliando a informação do CAMPO, criando caos onde só havia regras, mascaras e muito pouca veracidade de fatos.


Símbolos transportam mensagens passadas de geração a geração em forma de memes e como um vírus contamina de informações grupos afinados com o tema. Os significados desses símbolos mudam o tempo todo, de era em era, de cultura para cultura de ambiente para ambiente, pois os programas/scripts são instalados e desinstalados a todo instante, pois cada cérebro dará sua interpretação a esses símbolos conforme sua necessidade de existência e familiaridade.

Darei aqui uma pitada dessa ideia para que você compreenda a relação do “símbolo” com a sua compreensão particular do que ele está lhe dizendo. Essa percepção individual está associada ao grau de informação/evolução.

Uma simples questão de “evolução de consciência” – que se traduz por - “desenrolar do conhecimento”. Um “fio de Ariadne” a qual você se agarra para sair desse labirinto perigoso.

Ordem do Dragão foi um ramo da "fraternidade de lobos" constituído por governantes e senhores da guerra eslavos - o rei da Hungria e imperador do Império Romano-Germânico.

O famoso Vlad "O Empalador" nasceu na cidade de Sighisoara. Ele era o segundo filho do príncipe da Valáquia, Vlad "Dracul" (o Dragão), que era um membro da Ordem do Dragão.

VALKANS ou VULCANOS
Na Romênia ocidental, e antigo nome Vlach para o lobo era "vâlc" e que estava relacionado com Tcheca "vlkov", tendo o mesmo significado.  Os Vlachs foram também chamados de Valkans. De "Valkan" foi escrito "Balkan" no alfabeto cirílico, dando o nome de toda a área hoje conhecida como a Península Balcânica. 

Possivelmente, esses Valkans também foram chamados Valk-kyrs ("kir" significa Senhor, em grego). A palavra alemã para igreja = "kirchen" - deriva do grego "kir", portanto; "a casa do Senhor". 

Alguns dos Valk-kyrs e suas mulheres, as Valk-kyries  - "kira", que significa Senhora, em grego - mudou-se para o norte da Europa, juntamente com as tribos góticas.

Os Vulcanos eram chamados de dácios – um nome genérico para o “ferreiro”. A cidade de Dacia teve as mais ricas minas de ouro e de prata da Europa, portanto tinha um grande número de ferreiros. Os antigos dácios, Getae e trácios eram povos antigos relacionados entre si que viveram no Sudeste da Europa mais de 2000 anos atrás na Romênia e na Bulgária de hoje. 

As tribos Dacian
"Esti" significa "é" ou "você é" em língua romena. Este nome é paralelo com a palavra romena para santo: "Sant", que significa "Eu sou".

De acordo com Estrabão, o nome original dos Dácios era Daoi,  membros da irmandade dos lobos. Os Dácios habitavam o atual território da Romênia e as terras ao sul do Danúbio. Um historiador escreveu no século XI sobre Dacia que é chamado hoje de “Dinamarca". Os Dácios trabalharam em suas ricas minas de prata, ferro e ouro

Os Dácios eram divididos em 3 classes : a aristocracia (tarabostes), o povo comum (Comati) e os sacerdotes. A aristocracia e os sacerdotes cobriam suas cabeças e usavam um chapéu de feltro (pileati). A terceira classe compunha as fileiras do exército, os camponeses e artesãos.

Os líderes Dacians e sacerdotes, chamados Pileati (píleo – gorro de pele) ou Tarabostes (tiara), eram facilmente distinguidos do povo comum. A razão desta forma particular da touca é que Dácios torciam o cabelo, ligando-o em um nó no topo da cabeça, por isso seus bonés e capacetes foram moldadas para acomodar este nó do cabelo.


A palavra romena para o nó de cabelo é "Mot". Ela vem do proto-dravidiana: MUT nó (de cabelo); relacionadas também à Tamil Muti, que significa amarrar, prender, fazer em um nó, colocar, adornar. De acordo com algumas tradições o recurso do nó no cabelo é um atributo de sabedoria, interpretado como um símbolo ou sinal de iluminação, chamado de  ushnisha

O nó superior na cabeça é um símbolo de status no Japão. Na Índia o  topete só é usado pela realeza Hindu. Narra a lenda que o príncipe Siddhartha Gautama (Buda pros íntimos) cortou seu topete ao deixar a cidade de Lumbini ao atravessar o rio o que significou que ele renunciou à sua herança real. 

A origem da prática do nó superior da cabeça vem das culturas Indo-iraniana e / ou o proto-indo-europeu - especificamente do Dacian proto-germânico - e esse símbolo cultural influenciou a Índia e Bengala, e de lá para sudoeste da China.
Decebal origem assíriaBaal = senhor, Dece = Dacia.
Decebal = "Senhor da Dacia" - foi o nome do último rei Dacian

Samhain significa "fim do verão", uma antiga celebração pré-cristã - o "Ano Novo Celta" que anuncia a última colheita do outono e o início do inverno no Hemisfério Norte. Samhain é um momento usado para fazer um balanço de suprimentos e se preparar para o inverno rigoroso

O ritual comemorativo do Samhain  acontece na lua cheia após o equinócio da primavera a partir do nascer do sol em 31 de outubro ao por do sol em 01 de novembro, quase a meio caminho entre o equinócio de outono e solstício de inverno, o que corresponderia aproximadamente ao calendário de feriados dos "Dia das Bruxas" e "Dia dos Mortos" no Ocidente.

Durante este período de 2 dias, segundo narra a “lenda” celta, a barreira entre os mundos dos mortos/vivos se tornaria muito fina. Um intervalo mágico, um fino véu entre os mundos, quando as leis mundanas de tempo e espaço estão suspensas temporariamente.
E o que isso significa? Que os povos deveriam saciar a sede dos “mortos/vivos” (Dracos) com sangue para que os humanos não passassem fome ou privações durante a era gelada.

A "Festa dos Mortos" nos países celtas ofereciam alimentos em altares para os "mortos errantes". Velas são acesas na janela para ajudar a guiar os espíritos dos antepassados ​​e entes queridos para voltar a sua casa. Cadeiras extras são postas a mesa e ao redor da lareira para o hóspede invisível. Maçãs são enterradas ao longo das estradas e caminhos para os espíritos que estiverem perdidos.

Sacrifício humanos
Esse ritual Ariano (Celtas/Dacios) foi “adaptado” pela igreja cristã como noite de Todos os Santos, pois seu propósito estava sendo descoberto e a participação de crianças nas festividades era fundamental. Você deve imaginar por que...

Apontaram e queimaram como “Bruxas” as mulheres atentas, mães que percebiam todo o ambiente e conheciam as práticas dos antigos de usar crianças para seus rituais de sangue da fraternidade dos lobos. Essas mulheres foram levadas a marginalização da sociedade por tentar impedir que os enviados dos “sacerdotes” capturassem os pequenos indefesos, e a única maneira que elas tinham para defender as pobres criaturas era meter a vassoura no raptor batendo com toda a força em suas cabeças.

Esse comportamento lhes garantiu o destaque para sua poderosa arma “voadora” – a vassoura - bem como seu caldeirão que estava sempre cheio de água fervente para acabar de aniquilar com o malfeitor. Mas essa história você não irá encontrar em lugar algum... são mascaras do passado.

Claro que muitas mulheres de má índole ou subordinadas aos mais fortes ajudavam nessa prática de atrair as crianças com doces, comidas em troca de adentrarem em suas casas para facilitar a captura – o que é ricamente retratado no clássico; João e Maria”. 

Elas deveriam ser bem tratadas até o momento em que fossem requeridas para os rituais de sacrifício em altares das irmandades de sangue, para saciar os DRACOS famintos.

Com o passar dos tempos e o aumento da população, capturar crianças tornou se uma tarefa difícil, e os jovens mais atentos se revoltaram pelo fato da sociedade não enxergar esses sacrifícios feitos por pessoas de destaque da própria cidade.

A máscara é a simbologia das “duas caras” – pessoas de grande poder na sociedade tinham que encobrir sua identidade enquanto matavam crianças e jovens friamente – como fazem até hoje.

A estratégia para amenizar milhares de anos de horror foi mudar a maneira como o ambiente poderia ser ludibriado, e foi promovendo “festas e atividades divertidas”, com o bolsa família, que eles não se importariam em “disponibilizar” suas crianças, afrouxando a guarda, o que daria a captura mais facilmente.

Hoje não é mais o doce, a fantasia ou diversão que atrai os jovens a cair na cilada desse sacrifício. Um jovem fará qualquer coisa para obter drogas que são introduzidas em todos os cantos e não encontraram resistência para isso. Ela está em cada lar, em cada esquina, em cada cidade.

A simbologia está exposta, gritando para que a gente veja, mas só vê quem conhece. Tudo “fantasiado”, mascarado de sexo, diversão, confiança, generosidade, consciência social, para atender aos repteis, os dragões das historinhas infantis...


laura botelho
Não deixe de assistir a esse documentário. Há muito mais a ser visto

27 de out de 2014

Video - Foro de São Paulo e Mensalão


Essa conversa no video que posto abaixo desse texto foi em 2012.
Na época não demos atenção ao que foi nos mostrado, precisávamos de mais tempo. Espero que você tenha equilíbrio entre o "racional e o emocional" não julgando o "mensageiro" antes de receber a "mensagem". Faça isso depois.

Eu já escrevi sobre tudo que pude para alertar as pessoas sobre as estratégias que afetam a massa, mas não tenho o poder de abraçar a todos que me acessam. Não é fácil "despertar" o outro. 

Não se pode "tentar" convencer as pessoas, pois isso é uma forma vil de colonizar a mente daquele que não pode ver aquilo que ainda não conhece

O máximo que posso fazer é trazer a melhor informação, a melhor proposta para que você consiga despertar dessa hipnose devastadora. 

Fiquei chocada com o comportamento de muitos que eu acreditava estarem mais "atentos" ao erro, mas o que constatei foi a imaturidade no entendimento por trás da "conspiração" que estamos sendo levados - e esse meu BLOG é baseado nas "conspirações" que atrasam nossa evolução!!!

Tem um povinho que ficou indignado e confuso com a minha postura em relação a política e a minha escolha de um candidato que não tem o perfil para ser o que gostaríamos que fosse...Mas essa "indignação" sobre minha atitude só demonstra o parcial entendimento da grandiosidade dos problemas que teremos a seguir! 

Não se trata do candidato "A" ou "B" ser o melhor ou o nosso "salvador" !!! O que temos que observar é a estratégia do movimento das peças desse jogo de monopólio!! Mas a maioria quis ver o "óbvio" - quando o "óbvio" é uma ilusão!

O que eu tirei dessa experiência foi que precisamos passar por isso, precisaremos vivenciar, sentir, experimentar a dor desse parto para que o crescimento seja mais coerente e compreensivo em todas as etapas. Não estamos preparados para a "liberdade", ainda.

Liberdade requer responsabilidade... e responsabilidade é um amadurecimento espiritual de dentro pra fora e não de fora pra dentro. 

laura botelho

Perceba como as peças foram arrumadas. 



Video - Aliens do Passado; as 7 pragas


Trago esse documentário para você que não tem acesso a esse canal ou não tem tempo, motivação para assisti-lo. 

São retalhos da história da humanidade vista e comentada por cientistas e historiadores contemporâneos. Isso não significa que o que está sendo relatado e mostrado é a mais pura "verdade".

Minha intenção é trazer dados, imagens, símbolos que desperte algo em você. A intuição é nada mais que informação passada de geração a geração pelas células, átomos do seu corpo pelos seus antecessores seja através dos genes ou pelo aprendizado empírico. 

A "eureka" acontece quando temos despertado ou unido, os elos, links do ambiente a nossa sabedoria interior. Essa sincronicidade faz com que nos impulsione uma dimensão da percepção acima. Espero que assista e que algo aconteça.

laura botelho 

25 de out de 2014

Regras para Radicais


O olho do furacão é como a “mente maligna” de toda a operação?

Bom, meteorologistas ficam atentos no desenvolvimento de tempestades a procura de sinais desse “olho”. O centro do olho do furacão é aparentemente a parte mais calma da tempestade, com céu sem nuvens, vento ou chuvas na maior parte, mas é apenas uma calmaria perigosa antecedendo o que virá pela frente...

Embora essa “falsa” calma do olho possa atraí-lo para fora de sua casa ou abrigo, os especialistas recomendam que você fique em casa. As pessoas muitas vezes são pegas de surpresa pelos ventos violentos. Não acreditam que aquela aparente calmaria possa ser violada.

Portanto eu aviso: Entramos dentro de um furação. Passamos um tempo vivendo no “olho”, no centro desse furacão, onde as coisas “pareciam” calmas, mas agora temos que sair dele, e essa saída não será nada fácil.

Quem tem conhecimento, informação sobre “furacões” saberá lidar com seus efeitos. Se protegerá e se organizará para esse evento e os que não têm... reze.

Em Regras para Radicais (seu último trabalho, publicado em 1971, um ano antes de sua morte), Saul Alinsky abordou a geração 1960 de radicais, destacando seus pontos de vista sobre a organização do poder em massa. No parágrafo de abertura Alinsky escreve:

O que se segue é para aqueles que querem mudar o mundo do que é para o que eles acreditam que deveria ser. Príncipe foi escrito por Maquiavel para os que têm sobre a forma de manter o poder. Regras para Radicais foi escrito para os que não têm como tirá-lo”.

Alisky defende que os donos do poder devem ser afetados pela pressão, pois eles continuamente disputam poder entre eles. “Este é o ventre vulnerável do status quo”.

Segundo Alinsky, ir para a cadeia, para um revolucionário, até que não é uma má idéia. Claro que não pode ser por muito tempo, portanto “o revolucionário deve se assegurar que suas violações a lei, sejam brandas. Prisão atenuada por anos seria um risco para a sua atuação, pois sua organização poderia esquecê-lo.

Para um revolucionário ir para a cadeia tem três funções vitais:
(1) é percebido como um ato por parte do status quo que por si só coloca o revolucionário em conflito com o status quo;
(2) fortalece de forma imensurável a posição do líder revolucionário com seu povo, pois o líder preso é rodeado de uma aura de martírio,
(3) aumenta a identificação do líder com seu povo, já que a reação instantânea da comunidade é sentir que seu líder se preocupa tanto com eles, é tão comprometido com a causa, que é capaz de sofrer na prisão por causa deles.

Alinsky vai além e diz que o tempo na prisão “é um elemento essencial no desenvolvimento de um revolucionário”. Isso por que lá ele poderá refletir sobre suas idéias, rever seus pontos fracos, e filosofar.

Os seres humanos podem sustentar o interesse em um assunto particular apenas por um período limitado de tempo. A concentração, o fervor emocional, mesmo a energia física podem durar apenas um tempo limitado – isto é verdadeiro para toda gama do comportamento humano, do sexo ao conflito.

Comunismo está morto?
O Comunismo não é uma ideologia, mas uma conspiração criminosa e predatória. Como um câncer que se multiplica sorrateiramente e ganha força quando encontra um ambiente propício. Um fungo que necessita demasiadamente das condições “certas” para se fortalecer e se expandir.

Ingênuo ou desinformado quem acredita que o Comunismo chega ao poder através de alguma revolução popular. É um mito crer que Bolcheviques chegaram ao poder na Rússia depois duma revolta dos trabalhadores e dos camponeses.

Na verdade foi através dum golpe de estado  - planejada e executada pela elite Marxista altamente treinada e consolidada através de uma guerra civil com ajuda fundamental da elite política e bancária do Ocidente.

O livro de Aldous Huxley "Admirável Mundo Novo" contém uma frase que simboliza o conceito que define a estratégia comunista;

O estado totalitário realmente eficiente seria aquele onde o todo-poderoso executivo dos chefes políticos e o seu exército de gestores controlariam uma população de escravos que não precisariam de ser coagidos porque eles amariam a sua servidão

Antonio Gramsci estudou Filosofia e História na Universidade de Turim, e rapidamente se tornou um Marxista devoto alistando-se no Partido Socialista Italiano. Imediatamente após a Primeira Grande Guerra, ele estabeleceu o seu próprio jornal radical, A Nova Ordem, e pouco depois ajudou a fundar o Partido Comunista Italiano.

Gramsci foi um Marxista fanático no que toca às teorias políticas, econômicas e históricas, mas ficou profundamente perturbado ao se deparar com a vida na Rússia Comunista que não exibia o “tal amor almejado” por parte da classe operária pelo "mundo maravilhoso” que Lênin havia prometido a todos.

Esse “mundo perfeito” da classe operária mantinha o seu domínio sobre os trabalhadores e homens da terra somente através do terror, das matanças em massa e do trabalho forçado, sobre as constantes difusões de propaganda, de slogans e de mentiras óbvias. Uma desilusão imensa para Gramsci.

Gramsci acreditava que se o Comunismo obtivesse a "mestria da consciência humana", então os campos de trabalho forçado seriam desnecessários e isso é visivelmente observado hoje em nossa cultura. A massa de escravos trabalha sem se queixar por um “tíquete” alimentação, um “tíquete” bolsa qualquer coisa.

Falta o essencial – respeito pela vida humana. Atenção a evolução de sua “consciência” – CONHECIMENTO - sobre o que isso está impedindo de enxergar uma saída desse labirinto.

Segundo Gramsci, o domínio da consciência da massa de manobra é obtido quando Comunistas ou “seus simpatizantes” obtém o controle das instituições culturais = das igrejas (reuniões onde existe fé, controle através da emoção), da educação primária (quanto mais cedo melhor para reprogramar essa mente), dos meios, mídia em geral, das artes áudio visuais, e assim por diante...

Nem é preciso controlar toda a informação se for possível obter o controle das mentes que assimilam essa informação. Ao obterem a "hegemonia cultural" o Comunismo iria controlar as fontes mais profundas do pensamento e da imaginação do ser humano.

Diante de tal controle mental a “oposição” séria desaparece uma vez que os homens já não são capazes de entender os argumentos dos opositores do Marxismo.

Etapas para o processo mental para a "hegemonia cultural" a ser trabalhada, segundo Gramsci:

1. As igrejas são, portanto, transformadas em clubes politicamente motivados, que colocam ênfase na "justiça social" e no igualitarismo, e onde as doutrinas milenares e os ensinamentos morais são "modernizados" ou reduzidos até ao ponto da irrelevância;

2. A informação importante é substituída por currículos escolares "emburrecidos" e "politicamente corretos", e os padrões [acadêmicos] são reduzidos de um modo dramático;

3. Os órgãos de informação são moldados de modo a serem instrumentos de manipulação em massa, e instrumentos de assédio e descrédito das instituições tradicionais e dos seus porta-vozes;

4. A moralidade, a decência, “virtudes” do passado são ridicularizadas incessantemente;


5. Os membros tradicionais e conservadores do clero são caracterizados como falsos e os homens e mulheres virtuosos são classificados de hipócritas, convencidos e ignorantes.


A instituição do casamento é caracterizada como um sistema maligno de domínio sobre as mulheres e as crianças. A família é descrita como uma instituição perigosa centrada na violência e na exploração.

Isso porque o núcleo familiar é uma célula muito importante, a base que fortalece todo um sistema maior. Dividir para dominar – essa é a melhor estratégia para matar essa “célula”.



É possível "Marxizar” o robô humano
que não faz uso da auto consciência?

Não tenha a menor dúvida sobre isso. Talvez uma ou mais duas gerações sendo programadas para a anulação da auto consciência, tal condicionamento social inevitavelmente alterará a percepção da sociedade, e produzirá crises estruturais significativas, conflitos que se manifestarão de formas variadas - virtualmente ou não - através de todo país.

Que a auto consciência (auto conhecimento) ilumine suas mentes ao sairmos desse olho do furacão. Que você não objetive apenas seus propósitos, suas metas, seus objetivos íntimos, mas pense nas gerações seguintes que sofrerão as conseqüências dos nossos atos egoístas.


O “novo mundo” não é um lugar, mas uma nova percepção de vivenciar experiências. Esse “mundo” será velho e ultrapassado para os que não entenderem que a mudança não está no voto a um candidato de sua escolha, mas no entendimento do que esse “voto” pode causar na mudança das gerações futuras.

Eu não saio da minha casa para votar, pago multa há anos, mas acredito que se omitir justamente nesse momento é no mínimo alienar-se de seu conhecimento, de sua maturidade evolutiva. É fechar os olhos para o presente e aceitar o “destino” que lhe é imposto.

Eu não acredito em “destino”, pois aprendi com a física quântica que quem faz o “mundo” é o observador e o que ando “observando” é tão perigoso que resolvi mudar esse “mundo” triste e catastrófico, não para mim que já tenho 54 anos, mas para a outra geração que vivenciará o fim do furacão...


laura botelho


18 de out de 2014

A fuga do planeta Terra

E aqueles que foram vistos dançando
foram julgados insanos por aqueles
 que não podiam escutar a musica.
Friedrich Nietzsche

Jetsons com Skype ?? Em 1990?
Quem me conhece sabe que sou cinéfila. Assisto de tudo, pois acredito que as mensagens que precisamos saber estão nos filmes - uma das facetas da arte - que usa a técnica de transmissão da informação aos iluminados e "iniciados" - e você é um deles.

Só entende quem conhece, se não conhece, não vê, não enxerga e tudo se torna "patético", "fictício", "infantil" apenas para "entreter", e se você acha isso... então muda de BLOG.

Adoro desenhos animados. Eles têm como objetivo levar conhecimento, nos familiarizar com o "novo" de forma lúdica, divertida, metafórica levando o indivíduo a uma emoção forte onde será ancorado o script, já que programas são passados assim. 

Quando o cérebro rejeita um novo programa, nada como uma boa musica com imagens fortes que driblam o "porteiro" (consciente) - e nada mais eficiente para isso do que a SÉTIMA ARTE - que contém todos esses elementos.

O desenho da família "Jetson" já têm mais de 50 anos de produção e nos mostraram muitas "possibilidades". Se você não viu ou não lembra de nada, reveja. Tá tudo lá. 

Entre 8 de setembro de 1966 até 3 de junho de 1969 foi ao ar pela TV americana a série de ficção científica  STAR TREK, mas só chegou pela primeira vez ao Brasil em 1968, dois anos após sua estréia nas tvs norte-americanas. 

Já se passaram 46 anos e eu tinha 8 anos de idade e adorava essa série. Assisti a todos os episódios várias vezes com o passar do tempo, pois as informações contidas ali eram para minha geração de Trekkies.

A trama do seriado retrata as aventuras de seres humanos e alienígenas que servem a Frota Estelar para manutenção da paz espacial da Federação dos Planetas Unidos que tentavam impor seus valores e costumes em outros planetas.

Isso te lembra alguma coisa?

Muitos dos conflitos políticos narrados em Star Trek representam alegorias da nossa realidade cultural, abordando questões sobre guerra e paz, o valor da lealdade pessoal, autoritarismo, imperialismo, guerra de classes, economia, racismo, religião, direitos humanos, sexismo, feminismo e o papel da tecnologia sobre a vida dos humanos.

O que chama atenção em Star Trek é como eles usam a informação através das características dadas como alienígenas – como exemplo, os raça dos vulcanos, que tiveram um passado violento, mas aprenderam a controlar suas emoções (viraram robôs insensíveis seguindo ordens).
 
Tablet ? Ipad ?
As cores dos uniformes variavam de acordo com a função da tripulação: o dourado para comando, navegação e armas; vermelho para engenharia, segurança e serviços e azul para medicina e ciência.

Entre as raças alienígenas presentes na série, estão os klingons, os romulanos, ferengis, borgs, andorianos, cardasianos e vulcanos.

A saudação do povo vulcano foi ideia do próprio ator Leonard Nimoy (Spock), inspirado de uma saudação judaica (maçônica). O estereótipo de Spock causou protestos de entidades religiosas que o consideravam muito parecido com uma figura demoníaca.

Como vê, cada um absorveu aquilo que podia ver, perceber conforme o nível de informação e evolução individual e é esse o objetivo.

Hoje lhe ofereço outra pérola - esse desenho animado.
Preste atenção ao que essa película está lhe dizendo. Essa animação foi feita para crianças dessa nova geração que estão anos luz a nossa frente, portanto, aprenda a "enxergar", a ouvir a música com eles!  

laura botelho





16 de out de 2014

"Pode haver vida sem Ebola em Marte", diz o chefe da NASA

O Chefe da NAZI, digo NASA, fez uma revelação por esses dias em vídeo para quem quiser ouvir e assistir (está lá embaixo dessa postagem) sobre aquilo que já sabemos, mas que 99% da humanidade sonolenta faz questão de não acreditar - se recusa – nega - e ainda atrapalha quem “tenta” explicar.

Marte é um planeta irmão da Terra. É o planeta mais provável em nosso sistema solar, que teve vida um dia e que pode ter vida agora.” Diz Charles Bolden

Já houve vida no planeta vermelho e pode haver agora??!
Mas juraram que não havia menor condição disso!


Eles estão sempre dando as informações a conta gotas, em doses homeopáticas pra não assustar a manada. Aquilo que antes era impossível, já não é mais. O objetivo é levar o gado a se acostumar com as “novidades”, mas bem devagar.

Começa assim: Tem vida em Marte – vamos viajar para Marte – temos que nos mudar para Marte... é a única salvação! Quando for o momento certo, eles aumentam as chamas, o que será tarde demais para os sapos na água morna. Portanto, você precisa acordar logo, saia do morninho!!

Alyssa Carson tem 13 anos, é uma adolescente de Louisiana que fala espanhol, francês e chinês. Alyssa é o novo carro chefe da propaganda da NAZI para inspirar, motivar outras crianças a fazerem o mesmo – “operação mudança de planeta”.

"Eu tenho pensado sobre a possibilidade de ser outras coisas, mas ser um astronauta era sempre o primeiro na minha lista". Eu não quero um obstáculo no caminho para me impedir de ir a Marte ... O fracasso não é uma opção". Diz a garota de 13 anos que já entende de “fracasso” desde cedo. 

"Temos 20 anos planejados, sabemos o que ela está fazendo, ela está visando uma missão para Marte em 2033" - disse Bret Carson, pai nada preocupado de Alyssa que avisou a filha sobre a possibilidade de que ela não poderia mais retornar de Marte.

Podemos ver claramente como estão levando as ovelhas para o cercadinho. Estão soltando as informações aos poucos para que os “iniciados” entendam que o momento de decidir e tomar ciência sobre tudo está chegando ao fim. Ou você fica e assume sua imortalidade ou você vai e continua robô para colonizar outras fazendas.

Aaron McCollum foi entrevistado por Kerry Cassidy (Projeto Camelot) em 27 janeiro de 2010 e há 4 anos atrás e já nos preparava sobre a possibilidade do que veríamos adiante. McCollum serviu na Guarda Costeira dos Estados Unidos por 10 anos e estava envolvido em muitos projetos “bizarros”, projetos que não chegam ao conhecimento da humanidade. E lógico que o que ele nos conta é o que “pode ser contado”, do contrário não estaria mais nessa dimensão conosco.

O que está acontecendo no Golfo de Aden, no Iêmen, há anos é controlar um portal – um dos tantos “Stargates – que lá se encontra. Nada diferente do que Einstein já nos apontava – uma porta de um buraco de minhoca para outros planos. Não é fantasia ou obra de ficção cientifica, apesar de apresentada estrategicamente nos filmes para levar a massa de manobra a desistir ou desaconselhar qualquer investigação sobre esses temas “ridículos”. E os obedientes riem dos que investigam.

Há uma sociedade humana vivendo em cidades subterrâneas sob a superfície de Marte. Um colono de Marte relatou como vários de seus companheiros colonizadores haviam sido mortos pelos predadores do tipo plesiossauro, (um Dino marciano) na superfície.

Andrew Basiago, advogado de Cambridge, foi um dos participantes infantis no programa de milhagens ao planeta Marte pelo DARPA Projeto Pegasus (1968-1972). Foi teletransportado de uma instalação da CIA em El Segundo, Califórnia, uma base norte-americana em julho de 1981 e novamente em agosto do mesmo ano quando tinha 19 anos.


Basiago diz que a colônia está sendo composta por indivíduos que descendem de linhagens arianas específicas – o que não representa a diversidade genética de todas as raças humanas na Terra. O sonho da raça ariana pura não acabou, já viu que os negros ficarão de fora... 

Outra a ser convidada a adquirir milhagem foi Laura Eisenhower, 36 anos, bisneta do presidente norte-americano, Dwight D. Eisenhowe. Ela foi recrutada para a colônia secreta Marte em 2006, mas rejeitou a oferta de permanência e escolheu viver na Terra. Laura aprendeu desde pequena que havia colônias por lá e que seria um dia escolhida.

Ambos - Andrew e Laura - descreveram que a colônia em Marte é financiada por fontes militares e de inteligência com orçamento de drogas e guerras. Mas o discurso usado pelos agentes da colônia marciana para os tolos é sempre o mesmo: “salvar a humanidade dos problemas que virão” - no caso erupções solar, uma guerra nuclear, pandemias, ou algum outro cataclismo que dizime a vida humana desse planetinha.

Além deles há Michael Relfe, que documentou em dois livros seus serviços prestados durante 20 anos (1976-1996) como membro das forças armadas norte-americanas da colônia secreta Marte. Relfe descreve os dois tipos de indivíduos que estão presentes na colônia marciana: Os políticos (uma raça predatória) e autoridades (médicos, engenheiros, especialistas de muitas áreas afins) que apenas “visitam” e retornam a Terra rapidamente. Já a comunidade fixa de “moradores” de Marte passam um ciclo maior de 20 anos de trabalhos e são enviados de volta a Terra ao seu ponto de origem no espaço-tempo com memórias bloqueadas. 

Michael Relfe também fala da presença e as funções dos reptilianos Grays na colônia de Marte hierarquicamente relacionados – Draconianos - Reptilianos - Grays. Eles preferem se apresentar na forma humana, porque são naturalmente bizarros na aparência o que causaria desconforto para os visitantes.

O papo de sempre é resguardar a “salvação” do genoma humano.  Isso porque a Terra foi atingida por vários cataclismos no passado, um evento natural que se repete ciclicamente, mas que infelizmente ainda estamos por aqui. Sinal que ficamos presos de novo.

O objetivo desse “projeto altruístico” de salvar os humanos da “extinção” impede esses tolos humanos de terem conhecimento sobre esse assunto e fazer a melhor escolha:

  • Se desejam ser cobaias eternas dos “aliens” menos espiritualizados que vivem unicamente de matéria – corpos, DNA (script), sangue, naves para transportes, cidades, territórios, jogos de guerra etc 

  • Ou.. entender de uma vez que nada disso existe – “planetas”, “corpos”, “linhagem”, “organismos”, “doenças”, “sobrevivência” - e que a real liberdade consiste justamente em não necessitar desse engano para “vivenciar todas as experiências já vividas”.

 Mudar de planeta é mudar de “projeto holográfico”. Uma cilada para uma mente “adormecida” e desinformada.

O Projeto Pegasus envolve crianças superdotadas. Estas são teletransportadas da "sala de salto" para um “futuro” nada animador. Associado ao Projeto Looking Glass, eles têm uma visão de algumas “possibilidades” sobre nosso destino como ultima civilização nesse ciclo, o que segundo fontes militares, olhar para o futuro para além de 2012 tornou-se impossível, imprevisível. Por que? Não conseguimos saber quem vencerá as eleições no Brasil, se Dilma ou Aécio! Que inferno! 

2015 será um ano agitado...
O “velho mundo” já acabou, se você não sabe. O planeta sofrerá muitas mudanças para que o “NOVO MUNDO” possa seguir como projetado, por eles. E McCollum em 2010 já nos avisava pelo Projeto Camelot que uma guerra seria “orquestrada” em alguns países onde ela precisaria acontecer. Existem algumas bases militares secretas no Norte da África agora, e no Iêmen, e outras áreas, onde há realmente mais militares norte-americanos do que os habitantes locais nas cidades e aldeias.

Fabrica de terror.
PIRATAS...
O medo afasta todo mundo dessa área, os mantém longe de avistarem o que não deve saber. A melhor maneira de afastar os tolos é usar de terrorismo, pois com o perigo sempre presente, não avançamos, apenas nos protegemos, nos mantendo paralisados – tudo que eles precisam nesse momento.

E você acreditou mesmo em “piratas somalis”?
É uma operação absolutamente falsa, onde pescadores miseráveis e famintos foram recrutados e agenCIAdos com armas caríssimas, munição de primeira linha com rádios, barcos com motores potentes. Se somasse o total investido nessa prática, eles poderiam tirar toda vila de pescadores da miséria.

Taliban e Al-Qaeda”, você acredita mesmo que isso exista? 
É uma rede para permitir operações de falsa bandeira para acontecer. "Al Quaeda" é um símbolo usado para invocar o medo e ganhar submissão, para atender a alguma necessidade dos governantes do planeta num momento específico – tipo usar a palavra “bicho papão” para crianças – uma ancora forte usada quando não queremos que ela vá onde não deve.

A coisa complica quando a “criança não crê mais no tal papão”... Dai... eles têm que inventar outra coisa pra mante-las longe do lugar “perigoso”... tipo; “EBOLA”.

Ebola foi introduzida na África Ocidental com objetivo final de introduzir mais tropas no terreno, na Nigéria, Libéria e Serra Leoa. Os americanos tentaram invadir a Nigéria com a história "Boko Haram", as meninas seqüestradas e vendidas como escravas, mas a mídia não ajudou, a coisa caiu por terra quando os nigerianos começaram a contar a verdade. Não haviam meninas desaparecidas

Agora 3000 soldados estão sendo enviados para certificar que esse "virus" continue a se espalhar através da vacinação. As tropas vão reforçar essas vacinas sobre os povos para garantir a aparência visível de uma pandemia de Ebola. Além disso, eles vão proteger a Cruz Vermelha dos liberianos e nigerianos que legitimamente os expulsaram de seus países.

Kent Brantly, Nancy Writebol, Ashoka Mukpo, Will Pooley, Rick Sacra, Nina Pham  foram tratados e salvos por um “soro secreto” desenvolvido por uma empresa com sede em San Diego contra os sintomas do Ebola.

Zmapp é a droga secreta - (Seria Z de “zumbi”?)
Mapp é uma Biofarmacêutica que vem trabalhando em um soro contra o Ebola por vários anos com os Institutos Nacionais de Saúde e da Defense Threat Reduction Agency, um braço das Forças Armadas responsáveis ​​pela luta contra as armas de destruição em massa

Infelizmente outros 5 “contaminados” vieram a falecer em curto tempo. Todos membros experientes do Hospital do Governo Kenema (KGH), localizado em Serra Leoa, onde o primeiro surto de Ebola surgiu. Estes que não tiveram a mesma “sorte” e foram acometidos da síndrome que extermina cientistas que se metem a revelar o que não devem.

Sheik Humarr Khan, um virologista renomado, foi diretor do programa nacional de combate à febre de Lassa, que é um tipo de doença hemorrágica aguda tão grave quanto o Ebola, além de ter trabalhado para o Centro Africano de Excelência em Genômica de Doenças Infecciosas (ACEGID) na Nigéria. Ele não sabia se proteger do vírus?

Alex Moigboi enfermeiro com mais de 10 anos de experiência que cuidava desses pacientes “se descuidou”? Alice Kovoma enfermeira, Mohamed Fullah, foi técnico de laboratório que ajudou nos estudos do vírus. Mbalu Fonnie enfermeira com mais de 30 anos tratando da febre de Lassa cai nessa também?  Sidiki Saffa, técnico de laboratório que coletava amostras de sangue morreu pouco depois de um “acidente vascular cerebral”, dizem que relacionado ao Ebola (?)


Portanto, são 5 investigadores que morreram poucos dias antes de publicarem resultados de suas pesquisas científicas sobre a origem e difusão do Ebola em uma revista científica de prestígio - Sciencie.

E aí? Quer ganhar plano de milhagem para Marte? As inscrições já foram abertas. Basta pegar senha e aguardar sua vez, tolinho...

laura botelho




Eles estariam nos preparando para sair do planeta? 


Eu já escrevi sobre Ebola e toda a trama que a cerca, mas se você ainda crê nessa bobagem... a escolha é sua.

http://bloglaurabotelho.blogspot.com.br/2014/09/ebola-guerrascalifornia-e-acidez-global.html
http://bloglaurabotelho.blogspot.com.br/2014/08/enoch-e-seu-exercito-vermelho.html


Como causar panico e adoecer humanos estúpidos. O teatrinho Ebola.





meus livros

meus livros
Click na imagem para comprar

Vulcões ativos