Google

Translate my page Google

22/12/2011

2012 - o ano do Dragão



2012 marca o encerramento de vários ciclos de tempo:
O ciclo Calendário Maia 26 mil anos,
O ciclo da Terra 78.000 anos,
260 milhões do Ano Galáctico.

Pelos relatos de inúmeros textos antigos, a informação sobre a evolução da espécie humana é determinada por uma tempestade de energias escalares vindas do centro do universo a cada 13.000 anos, que ocorre como um relógio nos mostrando que está na hora de acordar...

Essa mudança evolutiva nos dará um "upgrade" nos campos morfogenéticos devido as mudanças de todo tipo no ambiente – físicas (geológicas), sociais, econômicas e espirituais.

Se haverá uma nova maneira de agir, um novo comportamento para se adaptar ao novo contexto, isso requer naturalmente uma nova maneira de pensar, raciocinar – Novos modelos, novos métodos, novas estratégias mentais para fazer uso de outras habilidades adormecidas.

Mudando o pensamento, muda-se o organismo como um todo. São processos sistêmicos – muda fora, muda dentro – assim na Terra como no céu. Tanto no macro, como no micro.

Cuidado com seus pensamentos

Sincronicidade é a engrenagem que move a vida, um mecanismo invisível que faz com que tudo se desenvolva de uma forma perfeita, em perspectiva e tempo... e a sincronicidade está mais presente do que nunca, você não está sentindo?

A quarta dimensão é um estado mental mais precisamente, que inclui espaço, e deu seu inicio em 1987 quando fomos levados a essa nova dimensão... uma janela (portal, como queira) se abriu de aproximadamente 25 anos de transição, uma gestação para o start up da nova era além matrix.

A terceira dimensão é altamente física e a partir de 21 de dezembro de 2012 um novo ciclo de 5.200 anos será dominado pelo éter ou espaço.

Quinto Sol: éter
O elemento éter no dicionário é definido como pensamento que preenche as regiões superiores do espaço, os céus.

Derivado do verbo aítho, "queimar", "fazer brilhar” - Éter é um meio que permeia todo o espaço e transmite ondas de energia em uma ampla gama de freqüências de celulares a aura humana.

Hunab Ku
Estamos sendo desafiados a manter quantidades muito maiores de energias cósmicas, e isso requer alto nível de equilíbrio eletromagnético, pois estamos mais expostos a altas doses de radiação de alta frequência e elas mudam nossos ânimos e humores – muitos estarão mais agressivos, confusos e discordantes por não entenderem o que está se passando dentro deles... portanto, cuidado.

O Quinto Sol - é celestial, e com ausência de substância material.
Não há mais escuridão ou luz, mas uma fusão elevada de conhecimento sobre o significado da influencia da polaridade em nossas vidas

O sagrado "G" pode ser encontrado em toda América Central e do Sul, e simboliza a Via Láctea, a configuração primordial - a espiral, a fonte, a essência cósmica.

Hunab ku simboliza forma e alma, energia e espírito, a forma geométrica é um quadrado dentro do círculo e hoje podemos identifica-lo como Sagitário A*

O zodíaco foi criado para marcar o centro exato da galáxia, Sagitário A *, dentro de 0,004 graus de arco. Isto significa que a precisão do zodíaco só foi superada recentemente, em meados dos anos 1960 pelo desenvolvimento de equipamentos eletrônicos altamente sofisticados, portanto, Sagitário A* é o "Lugar da Criação" principal de nossa galáxia.

Sagitário A* é associado a um buraco negro supermassivo, mas o que é visível não é o próprio buraco negro, mas as ondas de rádio e infravermelho detectadas a partir do gás e poeira aquecidos a milhões de graus, uma vez que a matéria é engolida pelo buraco negro.

A Plêiades está na direção do centro do universo, e na tradição védica, a constelação das Plêiades é nomeada Krittika que literalmente significa "espada de fogo" e a mitologia do mundo antigo também faz essa mesma associação.

O que nos chama mais atenção é que na mitologia em todo nosso planeta, as Plêiades estão associadas com catástrofes mundiais

A astronomia Maia é focada nas Plêiades, e a "Cerimônia do Fogo Novo" ocorre a cada 52 anos, quando as Plêiades estão diretamente acima da Zenith, o que os fazia lembrar que o “fogo que desce” periodicamente parte do céu...

2012 é o ano do Dragão

Codice Fejérváry-Mayer
E pelo horóscopo Chinês começa em 23 de janeiro de 2012 e termina em 09 de fevereiro de 2013.

Curiosidades relativas à astrologia para 2012 – ano dragão

No horoscopo Chinês o Dragão corresponde ao Signo Ocidental – Carneiro Cordeiro é o filhote de Carneiro de até 6 meses de vida – a partir dos 6 meses passa a ser um CARNEIRO.

Condimento relativo – Alho (para espantar muitos vampiros?)

A flor – a Rosa.
Originalmente, a flor de Lis era um símbolo comum entre os judeus, assim também como a rosa, que é descrita como sendo o símbolo da "congregação judaica" dos que estão em permanente "exílio", o desejo de redenção, como um desejo da noiva para retornar ao seu "amado"

O metal – OURO (eles vão levar o que puderem, tenha certeza disso)
Dia do Mês - 25 (por que será?)

O Número  é  9
Está associado em quase todas as culturas espirituais ao término de um ciclo e início de outro superior.

9 é também o número de:
Da gestação humana
Esferas celestes
Dos orifícios do corpo humano
É o único numero cuja soma do produto da multiplicação da Tabuada dá sempre = 9
Lei do Eterno Retorno?
O Céu, tal como o Inferno, têm 9 círculos
Eneagrama tem 9 fases
Nine (nove) era o nome da montanha sagrada do Sol, para os antigos egípcios.
O número dos Iniciados e dos Profetas.
Alguns povos (budistas e também para os adoradores de Mitra) acreditavam que o céu foi dividido em 9 níveis celestes.

Para Hesiode, a Terra foi separada do Céu por uma distância de 9 dias e 9 noites, e do inferno também por 9 dias e noites.
Os 9 níveis do inferno de Dante.
Os 9 nós do bambu para os taoístas.
 9 são as etapas que devem atravessar as almas dos astecas para alcançar o descanso eterno.
Está associado ao elemento e ao Fogo e ao planeta Marte.
9 mundos subterrâneos
O nono império universal também chamado reinado de mil anos, corresponde à Nova Jerusalém do Apocalipse.

A constelação do Dragão é concedida a honra de ser o guardião do céu oriental. De fato, dos 12 signos do zodíaco chinês, o dragão é o mais especial.
É chamado às vezes de um sinal cármico.

Na última vez que o ano do Dragão fez sua aparição foi em 1952 e em fevereiro de 1952 Elizabeth II tornou-se rainha do Reino Unido, um reinado que  continua até hoje. Coincidência?

A influência do Dragão será um ano yang.
Água é Yang - como um rio que flui ao invés de um lago estagnado.
Na China, não há previsão do fim do mundo para 2012, Pelo contrário, a China tem uma profecia a respeito a 2012 a partir Ching Dynasty.  Esse imperador dizia que um homem sábio “irá aparecer” para tornar o mundo próspero e pacífico no ano do Dragão.

O Senhor está chegando?
O 1ºciclo (Ajaw / sol) - energia feminina e seu elemento foi o fogo.
O 2º ciclo (Ajaw / sol) - energia masculina, e seu elemento foi terra.
O 3º ciclo (Ajaw / sol) - energia feminina e seu elemento foi o ar.
O 4º ciclo (Ajaw / sol) – energia masculina e seu elemento é a água.
O 5º ciclo (Ajaw / sol) - fusão de energias tanto feminina e masculina.

O 5º Ajaw / sol vem com o poder da transmutação. Será uma transição onde não haverá mais confrontos entre as polaridades, trazendo equilíbrio na balança e não havendo hierarquia de um sobre o outro.

Ajaw  - também ahau ou ahaw na antiga ortografia Maya se refere ao título de regência política com um sentido diversamente interpretada como "senhor",  "rei" ou "líder".

Ambas as energias feminina e masculina darão apoio uma a outra. É por isso que este período é chamado de harmonia, o reino do amor e do retorno da consciência/conhecimento, a busca pela unidade, o retorno da ordem natural após o Caos.

Estes "estágios" de mudança de matéria densa (terra) para estados cada vez mais sutis (plasma), correspondente à espiritualização da consciência o que por conseguinte o 5ºciclo -  éter ou espaço - é o puro espírito, pura energia em ação.

Ao nascer do sol em 21 de dezembro de 2012, pela primeira vez em 26.000 anos, o Sol se elevará a intersecção do conjunto da Via Láctea e do plano da eclíptica, descrevendo no céu uma grande cruz de estrelas e planetas.

Esta cruz cósmica é considerada uma reaparição da Árvore Sagrada, A Árvore da Vida - uma árvore lembrada em todas as tradições espirituais desse mundo.
  
E agora, fechou o pensamento?
Senhor, Cruz, Rei, Cordeiro de deus, renascimento, reencontro, vinda do cristo, celestial...

Ainda tá difícil ou quer que desenhe?

Tudo bem, mas só no ano que vem, e até lá tenham todos boas festas, mas não deixem de pesquisar – ter entendimento sobre tudo isso lhe dará paz para seguir no ano do Dragão.

laura botelho

20/12/2011

Desperta

Não ouso acrescentar mais nada, apenas assistam essas imagens.

Indicação de R. Andersson

Olhos bem abertos para uma nova possibilidade


Eu já postei esses vídeos aqui antes, mas estou repetindo a dose, pois há muita gente visitando e conhecendo esse BLOG agora.

Acredito que esses depoimentos são importantes para fechar um pensamento.

Muita gente não crê no que escrevemos e tentam (em vão) nos ridicularizar perguntando de onde nós tiramos tanta informação “desconcertante”.

Esses céticos não conseguem se adaptar as mudanças, isso é aterrorizante demais para eles e por isso atacam.

Agressão é uma necessidade não atendida...

Qual a necessidade?
A necessidade de não se mover, não mudar nada, não rever seus valores, novas formas de ver o mesmo mundo – INFLEXIBILIDADE de pensamento.

Síndrome de Gabriela, conhece? – “Eu nasci assim, eu cresci assim, e sou mesmo assim, Vou ser sempre assim”

laura botelho





parte 2


parte 3


parte 4


parte 5


parte 6


parte 7


parte 8


parte 9


parte 10


parte 11


parte 12


Lei Marcial Aprovada por OBAMA
O Congresso americano aprovou a Lei Nacional de Autorização de Defesa, que dá poder ao Governo Federal de usar as Forças Armadas contra a sua própria população, de prender por tempo indeterminado americanos em qualquer lugar no mundo, sem nenhuma acusação formal e sem o devido processo legal.







15/12/2011

20 anos para despertar


Visão Iluminada (Autor desconhecido)

As sandálias do discípulo fizeram um barulho especial nos degraus da escada de pedra que levavam aos porões do velho convento.

Era naquele local que vivia um homem muito sábio. O jovem empurrou a pesada porta de madeira, entrou e demorou um pouco para acostumar os olhos com a pouca luminosidade. 

Finalmente, ele localizou o ancião sentado atrás de uma enorme escrivaninha, tendo um capuz a lhe cobrir parte do rosto. De forma estranha, apesar do escuro, ele fazia anotações num grande livro, tão velho quanto ele.

O discípulo se aproximou com respeito e perguntou ansioso pela resposta:
- Mestre, qual o sentido da vida?

O idoso monge permaneceu em silêncio. Apenas apontou um pedaço de pano, um trapo grosseiro no chão junto à parede. Depois apontou seu indicador magro para o alto, para o vidro da janela, cheio de poeira e teias de aranha.

Mais do que depressa, o discípulo pegou o pano, subiu em algumas prateleiras de uma pesada estante forrada de livros. Conseguiu alcançar a vidraça, começou a esfregá-la com força, retirando a sujeira que impedia a transparência.

O sol inundou o aposento e iluminou com sua luz estranhos objetos, instrumentos raros, dezenas de papiros e pergaminhos com misteriosas anotações.

Cheio de alegria, o jovem declarou:
-           Entendi, mestre. Devemos nos livrar de tudo aquilo que não permita o nosso aprendizado. Buscar retirar o pó dos preconceitos e as teias das opiniões que impedem que a luz do conhecimento nos atinja. Só então poderemos enxergar as coisas com mais nitidez.

Fez uma reverência e saiu do aposento, a fim de comunicar aos seus amigos o que aprendera. O velho monge, de rosto enrugado e ainda encoberto pelo largo capuz, sentiu os raios quentes do sol a invadir o quarto com uma claridade a que se desacostumara.

Viu o discípulo se afastando, sorriu levemente e falou:
- Mais importante do que aquilo que alguém mostra é o que o outro enxerga. Afinal, eu só queria que ele colocasse o pano no lugar de onde caiu...



Pois bem... esse pequeno texto traduz a minha resposta aos que querem ir de encontro com aquilo que escrevo – embatem comigo numa jornada confusa de insultos de uma possível “coisa” que eles dizem que eu escrevi que os ofendeu...

Não tenho mais tempo e disposição para responder ou travar diálogos acalorados com ninguém. Sorry... Muda o canal.

O diabo é que essas pessoas “entendem tudo muito rápido”.

Querem respostas sem ao menos pesquisar, procurar outro ponto de vista. Se apegam a uma idéia e “lutam” para sustentá-la, daí golpeiam quem estiver no seu caminho para defendê-la, como se essa “idéia” fosse a representação da sua inteligência...

Entenda: eu não luto por nada. Apenas ofereço uma informação e cabe a você decidir se quer ou não adicioná-la a seu arquivo consciente.

Se eu agredi a sua inteligência é porque você me deu esse poder!

Mais importante daquilo que eu mostro em meus textos está a capacidade de você poder enxergar... Portanto, se estiver “escuro” – dúbio – metafísico demais pra sua cabeça – não coerente com o que você acredita - MUDE!!!! Vai procurar sua turma!!

Não gaste seu tempo (que é precioso) batendo de frente comigo, pois será pura perda desse TEMPO – um tempo tão importante para o seu, o meu, o nosso crescimento.

Observando os antigos

Os Helvécios (Helvetii em latim) foram os habitantes celtas que viveram originalmente no sul da Alemanha, mas no século I a.C. migraram para o que conhecemos hoje como Suíça.

A Suíça está situada na Europa Central, onde faz fronteira com a Alemanha a Norte, a França a Oeste, a Itália a Sul e com a Áustria e Liechtenstein a Leste.

Bandeira da Suiça
A Suíça é sede de muitas organizações internacionais como o Fórum Econômico Mundial, a Cruz Vermelha, a Organização Mundial do Comércio e do segundo maior Escritório das Nações Unidas.

Em termos desportivos, o COI, a FIFA e a UEFA possuem as suas sedes localizadas no território suíço.

Curiosidades do povo Celta

Quando se fala em Magia, Espiritualidade e conhecimento antigo há sempre um link com os povos CELTAS.

Os Celtas acreditavam que as palavras registradas graficamente comprometiam a realidade e a energia dos fatos, podendo criar interpretações incorretas da verdade.

Eles tinham total conhecimento de que palavras carregam emoções, experiências de cada um. Quem lê algo traduzirá a mensagem baseada em suas íntimas interpretações, suas referências de vida, o que gera um discurso incompleto, pois não há como nos explicar quando a coisa está no papel!

O mundo para os Celtas estava em constante transformação, noção baseada na experiência de observação e de adoração da natureza; o importante é o presente, o momento, a harmonia e a saúde do corpo e do espírito.

Ao longo dos séculos os Celtas invadiram a França, Espanha, Tchecoslováquia, sul da Alemanha, Áustria e Grã-Bretanha a Península Ibérica e, até metade do século 2 aC, expandiram para Ucrânia, Grécia, Ásia Menor, Gália e grande parte da Itália.

Sua presença na Terra foi notada por volta de 2.000 anos (de 1800 aC até o final do século 1 dC).

Quando se fala dos povos celtas, não se fala de um império celta, porque eles viviam em tribos independentes; o poder era dado a um rei, escolhido pelo grupo, e que cuidava do bem-estar da sua comunidade.

Quando uma tribo atingia um número determinado de habitantes, ela se dividia. Uma parte seguia para outro lugar a fim de organizar uma nova aldeia, uma nova ordem social.

Mundos: físico e espiritual, eram um único mundo, sem separação entre o natural e o sobrenatural.

O casamento era visto como um contrato que poderia ser rompido, pois existia o divórcio. Quando uma mulher Celta se casava, trazia para o casamento seus bens, e se eles fossem superiores aos do marido, ela se tornava chefe do casal. (acho que já vi isso em algum lugar...)

A observação e o respeito pela natureza era um objetivo comum. Levavam sempre em consideração a Roda do Ano (estações), os elementos da natureza, os pontos cardeais, o Sol, a Lua, e valorizavam a energia de tudo o que os rodeava.

Os animais para eles possuem dons especiais para a cura e sempre oferecem grandes lições de vida.

Druidas eram pessoas encarregadas das tarefas de aconselhamento, ensino, jurídicas e filosóficas dentro da sociedade celta. Mestres iluminados por assim dizer.

Ao contrário da idéia corrente no mundo pós-Iluminismo (illuminnati) sobre a linearidade da vida em que é determinado que nascemos, envelhecemos e morremos, os Druidas como entre outras culturas da antiguidade, demonstram sabiamente e claramente que a vida é um círculo ou uma espiral. Acreditavam na imortalidade da alma e na reencarnação.

Os mestres druidas procuravam buscar o equilíbrio, ligando a vida pessoal à fonte espiritual presente na Natureza.

A sabedoria dos Mestres druidas diz que; são necessários cerca de 20 anos para que se completasse o ciclo de estudos dos aspirantes a druidas.

Todas as informações eram passadas oralmente - a escrita era proibida a não ser para rituais. Essa prática funcionava como um hard disk, memorizavam e repetiam tudo para que a história não fosse esquecida.

Ou seja, 20 anos é um tempo suficiente para se ter um conhecimento sobre o nosso “mundo” e o Maias nos deram esse tempo.

Um Katum equivale há 20 anos nossos. 1992 + 20 anos = 2012

Segundo arqueólogos há evidencias que possivelmente os druidas cometiam canibalismo e rituais de sacrifícios humanos, como afirmavam os 'historiadores romanos'.

O filme "O sacrifício" estrelado por Nicolas Cage lançado em 2006 é baseado em uma ilha particular onde mulheres atraem um homem para um ritual de sacrifício humano praticado na cultura Celta.

(Cá entre nós, mas esse Nicolas Cage sabe demais...)

O imperador Júlio César afirmava que os druidas sacrificavam presos e prisioneiros aos deuses. 


Também Plínio, o velho, sugeriu que os celtas praticavam o canibalismo como ritual, comiam carne de seus inimigos como uma fonte de força espiritual e física.

Alguns druidas se diziam serem descendentes diretos do “cosmos”.
Um Druida Filid era a mais alta classe dos druidas e a sua função era o contato direto com os deuses.

O Lendário mago Merlin seria um deles que é representado hoje por Saint Germain

Druidas são herdeiros diretos da cultura megalítica que construiu Stonehenge, uma astronomia praticada pelos babilônios e egípcios.

Os arianos cremam seus mortos
Os hindus e os budistas cremam seus mortos, os vikings eram cremados com todos os seus pertences em barcos que eram lançados nos rios e mares, e os celtas também queimavam seus mortos.

Judeus, cristãos e muçulmanos acreditam que durante o Julgamento Final os mortos ressuscitarão e saíram de suas tumbas, mas os arianos sempre acreditaram na reencarnação e/ou em uma vida após a morte paradisíaca como o Nirvana ou o Walhalla onde as almas se encontrariam para sempre no plano espiritual e não regressariam mais ao plano físico por isso, queimavam os corpos para mostrar que eram simples “casulos” materiais que jamais se voltaria a utilizar.

Mas o cristianismo mudou isto fazendo com que os corpos arianos fossem enterrados, exceto as bruxas pagãs que eram queimadas vivas.

E por quê?
Porque as bruxas (celtas) detinham a informação sobre como funciona o circulo de morte e vida e eles não queriam que elas voltassem e contaminassem a Terra com sua sabedoria.

O dia sagrado dos cristãos é o domingo que em latim = Dies Dominicus, dia do Senhor, o Sun-day - Dia do Sol - em inglês.

O dia sagrado dos judeus é o sábado, o Sabbath, o Saturn-Day em inglês ou dia de Saturno, o Demiurgo. Saturno, Set, Satã, a mesma pessoa: o mesmo “ser”.

A cruz é um símbolo solar ariano manifesto em muitas culturas como a Cruz Céltica. A Cruz Gamada nórdica conhecida em sânscrito como a Suástica é própria de todas as culturas arianas e inclusive das culturas influenciadas pelos arianos, como são os povos budistas.

Por isso a suástica é um símbolo sagrado para os tibetanos e também representa o símbolo da Sociedade Teosófica.

A Cruz em geral, mas a Suástica em particular, são símbolos solares que representam o Senhor Sol triunfante, o culto solar próprio dos arianos que nos informa simbolicamente, que as mudanças radicais nos últimos dias desses 20 anos de aprendizagem estão chegando...

Fazendo alguns links
A Suíça não se envolve em guerras desde 1815. A Paz prevalece na Suíça por séculos.

A Suíça faz fronteiras com a Alemanha, a França, a Itália, a Áustria, Liechtenstein. Todos vizinhos da Suíça que tiveram histórias de invasões de outros países.

Mas...
Kaiser não atacou a Suíça. 
Hitler não atacou a Suíça.
Stalin começou a perseguir alguns refugiados para o Liechtenstein no final da Segunda Guerra Mundial, mas recuaram ao invés de enfrentar a aliança Suíça-Liechtenstein. 
Terroristas não atacam os suíços.
Suíços não matam Suíços. O índice de assassinato no país é tão baixo que parece “acidental”.
Na verdade ninguém ataca os Suíços!

Seria porque os Suíços (arianos) teriam cofres de seus bancos em túneis fortemente protegidos em centenas de metros sob montanhas mantidas em vigilância por franco-atiradores e lançadores de mísseis a qualquer sinal de uma grande catástrofe ou caos social?

Que ditador ou governante maluco atacaria seu próprio cofre? Explodiria seu próprio ouro, mandando tudo pelos ares?Hitler tinha uma conta em banco na Suíça... precisa dizer mais?

É sabido que a população civil da Suíça tem tuneis subterrâneos para abrigar a todos contra o terrorismo nuclear – uma construção com filtros de ar, abrigos seguros em todo o país iniciado em 1960

Em 1991, havia abrigos suficientes em toda a Suíça para proteger a todos em suas casas ou apartamentos, e também em seus locais de trabalho e escolas. 

Vem aí a grande depressão de 2012
A maior da história da era dita “moderna”. O sistema financeiro mundial está às vésperas de um colapso global, mas as informações estão sendo mantidas à deriva. Por enquanto a crise não tem pai, não tem um mentor, um candidato a ruir primeiro.

Por enquanto só há fumaça, só há sintomas. Muita febre, dores, paralisia em algumas partes e então... a morte tão anunciada chega.

A mídia está controlada para não abrir a boca e fazer com que não haja uma debandada geral aos bancos e reduza o estoque de papel que ainda circula em alguns lugares – o que produziria uma catástrofe global – a primeira parte desse filme = FIM do MUNDO.

A segunda parte do filme = FIM DO MUNDO seria geofísico.
Frio intenso – gelo por todos os lados - ou calor insuportável – seca/inundações e desertificação. Um clima caótico onde ter muito dinheiro não servirá para nada, a não ser despertar mais a cobiça dos que não têm nada...

Eles fazem parte de uma estratégia de recolhimento. Muitos dos que estão se “escondendo” em buracos, cavernas e tuneis por conta dos “possíveis” problemas sobre a superfície da Terra salvando suas miseráveis vidas, desconhecem as armadilhas dos arianos.

Lembrando que não adianta correr, não adianta se esconder, as mudanças vão afetar a todos. Seja na superfície, no subterrâneo ou até mesmo em uma nave espacial.

As mudanças serão PERCEPTIVEIS. Todos sentirão a ruptura dos padrões anteriores. O que será diferente é a maneira, a sutileza como cada um receberá essas transformações em seus corpos e mentes.

Afinal, você teve os últimos 20 anos para se preparar (Tiramos dessa conta os índigos e cristais).

Mas você não percebeu? Tinha outros problemas para resolver?
Não acredita em nada dessas baboseiras que nós blogueiros tratamos?

Fique calmo, pois os deuses vão cuidar de você, pode acreditar

laura botelho


Video em espanhol - indicação do amigo colaborador Kopper.




Paulo Coelho e seu Bunker na Suiça. Isso foi antes de 2006!!





meus livros

meus livros
Click na imagem para saber mais

meus livros

meus livros

Vulcões ativos